Agente patrimonial da Prefeitura pode ter sido morto por engano


Na noite desta quinta-feira (25), o servidor municipal Sidney Tavares Teixeira (Agente patrimonial), foi morto após ter sido baleado.

O crime foi praticado na Rua Antonio Nascimento nas proximidades da Rua do Cruzeiro. A família e amigos acreditam que o servidor municipal pode ter sido morto por engano.

Sidney jogava dominó na calçada, quando foi alvejado por dois homens armados. Morreu no local. Já Everton Patrick Dias e Leandro Santos Pereira, também baleados, foram socorridos e estão fora de perigo de morte.

A Prefeitura de Vitória da Conquista ainda não se manifestou. Notícias dão conta que na manhã desta sexta-feira (26), o site oficial da PMVC divulgará nota.

Fonte: Blog da Resenha Geral