Aprovação de Bolsonaro é menor que a de Dilma e Lula no início do mandato


Segundo os dados da pesquisa da Confederação Nacional de Transporte (CNT) divulgados nesta terça-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem a aprovação menor do que a dos últimos dois ex-presidentes eleitos, Luis Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT.

Como mostrou a pesquisa, Bolsonaro é aprovado por 38,9% dos brasileiros. O levantamento feito depois de dois meses do início do governo Lula, em 2003, também pela CNT/MDA mostrou que 56,6% da população aprovava o governo do petista.

Já a pesquisa feita em fevereiro de 2011, quando Dilma Rousseff assumiu o comando do Palácio do Planalto, mostrava que 49,2% da população aprovava o início de seu governo.

O levantamento divulgado nesta terça-feira (26) ouviu 2.002 pessoas, entre 21 e 23 de fevereiro, em 137 municípios de 25 unidades federativas, das cinco regiões do país.