[VÍDEOS]: Moradores do Conveima protestam contra asfaltamento parcial do bairro


Moradores da Rua Tom Jobim, no bairro Conveima, protestaram por não terem sido contemplados com o asfaltamento destinado ao bairro. A manifestação impediu os tratores de executarem os trabalhos.

A prefeitura anunciou  a requalificação de todo o bairro, mas o dinheiro acabou e 02 ruas ficaram de fora, revoltando os moradores.

Em nota, a Secretaria Municipal da Mobilidade Urbana (Semob), informou que a pavimentação do bairro Conveima foi possível graças ao Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa 1), da Caixa Econômica Federal e que o projeto técnico da obra, bem como o recurso disponível, devem, obrigatoriamente, atender ao que foi definido quando da assinatura do convênio.

De acordo com a prefeitura, são 16 quilômetros de asfalto, acompanhados por serviços de drenagem, construção de meio-fio, calçadas com acessibilidade e sinalização. Inexplicavelmente essas ruas não foram contempladas.

A Secretaria diz que está em busca de novos recursos para atender às demandas de infraestrutura de outros bairros, como o Kadija e espera que a Câmara de Vereadores aprove mais um empréstimo de R$ 100 milhões para obras na cidade.

Primo acusa deputado Marcell Moraes de agressão; Ouça o áudio


Um homem que se identificou como assessor e primo do deputado Marcell Moraes denunciou ter sido agredido pelo parlamentar, dentro de um apartamento, em Salvador, nesta quinta-feira (24). Ao site BNews, Lucas Carvalho contou que é advogado e assessor parlamentar de Marcell.

Lucas explicou que estava no trabalho quando recebeu uma mensagem do deputado pedindo para ele ir até o apartamento, com quem vive com a amante, em Armação. Ao chegar no local, quatro assessores do parlamentar já estariam na residência. Marcell teria perguntado se Lucas já tinha “ficado” com a amante do parlamentar.

“Eu perguntei para ele que loucura é essa. Ele pegou Vanessa, que estava no quarto, puxando pelos cabelos, e perguntou: ‘Vanessa, você ficou ou não ficou?’. Ela, aos prantos, ele tinha cortado o cabelo dela, ela gritava aos prantos: ‘ficou, ficou’. Eu falei: ‘nunca fiquei, que loucura é essa Vanessa?’. Ele olhou pra mim e disse: ‘agora você vai morrer, eu vou te matar.'”, contou o assessor. (mais…)

Telhado de Subprefeitura de José Gonçalves desaba após 3 meses de inauguração


Inaugurada no último dia 26 de julho, a Subprefeitura do distrito de José Gonçalves teve o telhado destruído na noite da última segunda-feira (21).

De acordo com a Prefeitura de Vitória da Conquista, responsável pela obra, um volume de água se acumulou no telhado depois de uma chuva intensa, que também foi acompanhada de fortes rajadas de vento.

Ainda de acordo com a Prefeitura,  ninguém ficou ferido e não foi necessário acionar os serviços de urgência.

A Subprefeitura de José Gonçalves possibilita à população terá acesso rápido e fácil a uma série de serviços públicos, como Bolsa Família, Cartão SUS, Cadastro Único, assistência agronômica, atendimentos do Cras e Crav, além de equipamentos para manutenção de estradas, açudes e aguadas.

Manchetes dos principais jornais do Brasil nesta quinta-feira (24)


• A Tarde (Salvador): Bahia reage à taxação federal para energia solar;

• Tribuna da Bahia (Salvador): STF tem 3 a 1 a favor da prisão após 2ª instância. Julgamento segue hoje;

• Correio da Bahia (Salvador): Caso Davi Fiúza: 5 anos sem resposta;

• O Globo (Rio de Janeiro): Relator propõe mudanças para atrair estados para a reforma;

• O Dia (Rio de Janeiro): Libertador;

• Extra (Rio de Janeiro): Histórico exuberante, fantástico, magnífico…

• Folha de São Paulo: Guedes quer estados e municípios sem piso de gasto social;

• O Estado de São Paulo: Reforma é concluída com economia de R$ 800 bilhões;

• Valor Econômico (São Paulo): BR vai construir “tradings” de gás, etanol e energia;

• Estado de Minas (Belo Horizonte): Nova Previdência gera economia de R$ 800 bi;

• Jornal do Commercio (Recife): Alerta à exposição ao óleo é reforçado;

Diário do Nordeste (Fortaleza): Prefeitura vai vender terrenos ociosos;

Zero Hora (Porto Alegre): Bolsonaro diz que vitória da oposição na Argentina coloca em risco Mercosul;

VIABAHIA e FAINOR finalizam montagem de laboratório para estudos sobre solo em Vitória da Conquista


VIABAHIA Concessionária de Rodovias S.A. e a Faculdade Independente do Nordeste (FAINOR), de Vitória da Conquista finalizaram, neste mês de outubro, a montagem do laboratório para estudos do solo MCT (Mini Compactado Tropical) e concluíram o curso prático para capacitar os estudantes pesquisadores na aplicabilidade em solos tropicais. Participaram do curso Lívia Ramos Lima (Coordenadora); Lázaro Fernandes (Bolsista VIABAHIA); Lettycia Silva (Bolsista FAINOR); Beatriz Almeida (Bolsista VOLUNTÁRIA) e o laboratorista Antônio Augusto Dias (DUCTOR Consultoria).

“O convênio surgiu da necessidade de estudar melhor as características dos solos tropicais, dito ‘lateríticos’, na região da região Sudoeste da Bahia. Este solo é especial, na medida em que não existe em países de zona temperada (como Estados Unidos e países europeus). Isso faz com que os métodos de classificação adotados por eles indiquem o descarte deste solo quanto ao uso nas camadas de pavimento. O método foi criado e disseminado no Brasil pelos professores Job Shuji Nogami e Douglas Fadul Villibor”, explica o Supervisor da área de Fiscalização, Qualidade e Geotecnia da VIABAHIA, Leonardo Borges. (mais…)

[CONQUISTA]:Usuários do Uber queixam-se de motoristas que cobram valores fora do aplicativo


Usuários do aplicativo de transporte Uber reclamam que alguns motoristas não querem aceitar o valor estipulado pelo próprio sistema quando consideram o preço baixo. Uma mulher queixou-se em sua conta do Twiiter:  “Aqui em Vitória da Conquista é um sofrimento achar um Uber que aceite corrida que eles consideram baratas, eles querem fazer preço fora do app”.

Ainda de acordo com a cliente, um motorista chegou a propor o preço de R$ 80,00 para levá-la ao aeroporto Glauber Rocha. “Eu respondi que já fui para Salvador de avião e só paguei 100 reais”, escreveu a conquistense.

Aqui em Vitória da Conquista é um sofrimento achar um Uber que aceite corrida que eles consideram baratas @Uber_Brasil, eles querem fazer preço fora do app. Um queria cobrar 80 RS para ir até aeroporto Glauber Rocha, eu respondi que já fui para Salvador de avião e só paguei 100 $

O problema ocorre em outras cidades do Brasil. A jornalista Juliana Faddul também denunciou caso semelhante no Rio de Janeiro. “O primeiro Uber cancelou a corrida depois de ver que iria para Cidade Tiradentes. O segundo Uber falou que ‘120 reais (valor da corrida) não valia a vida dele’. No terceiro Uber já entrei no carro e soltei ‘estou indo para Cidade Tiradentes. Você quer ou não a corrida?'”, postou.

Quem dá menos? App russo faz ‘leilão’ para transportar clientes

Está em teste em Belo Horizonte, MG, um novo app em que é o passageiro quem define o valor da corrida. O InDriver funciona como um leilão: o usuário faz a oferta de tarifa e o motorista decide se aceita ou faz uma contraproposta. Condutores privados e taxistas temem que plataforma leve à baixa dos preços e ao sucateamento do setor. A empresa responsável argumenta que menor taxa de administração em relação aos concorrentes permite valor mais barato.

De origem russa, o novo aplicativo, chamado InDriver, já presente em 300 cidades de 26 países, desembarcou no Brasil em novembro e está operando em 24 municípios. Na capital mineira, entrou em fase de testes neste mês, com cerca de 5 mil motoristas cadastrados. É o passageiro quem oferece quanto pagar pelo trajeto. Depois que o cliente faz o lance, os motoristas analisam se aceitam atendê-lo ou não. O condutor tem a opção de apresentar outro valor, definido pela própria plataforma, que aceita somente pagamentos em dinheiro ou cartão de débito.

A reportagem do Jornal Estado de Minas testou o novo aplicativo e conseguiu fazer uma viagem de dois quilômetros, na Região Centro-Sul de BH, pelo mínimo admitido pela plataforma, R$ 5, bem próximo do valor da tarifa de ônibus, de R$ 4,50. Não há uma regularidade no quesito preço e nem sempre a viagem sai mais barata do que pelos demais aplicativos. Os valores dependem, além da negociação entre passageiro e motorista, da média de preço cobrada por outras plataformas.

Numa outra viagem com a mesma distância, o InDriver só admitiu ofertas a partir de R$ 7, informando que outros aplicativos estavam cobrando, em média, R$ 8. Na consulta a outras plataformas feita pela reportagem, porém, o mesmo trecho poderia ser feito por R$ 6,15. Mais tarde, a equipe do EM voltou a oferecer R$ 5 por uma corrida de dois quilômetros na Região Centro-Sul da capital e obteve a contraproposta de R$ 6,50, embora inicialmente o aplicativo tenha sugerido pagar R$ 10 pelo trecho. À noite, houve bastante dificuldade de localizar motoristas, mesmo com o aumento dos valores cobrados.

“Vale a pena receber R$ 5, porque em outro aplicativo há cobrança de taxas e eu acabo ganhando os mesmos R$ 5, ou menos”, afirma o motorista Bruno Fernandes, que há dois anos trocou o volante dos ônibus pelos aplicativos. Mas ele teme uma desvalorização do mercado. “O que as pessoas querem é pagar mais barato que o Uber. Vamos ver o que vai acontecer depois que o InDriver começar a cobrar taxa dos motoristas”, diz.

 

Livro sugere que Raul Seixas entregou Paulo Coelho para a ditadura


Foto: Divulgação/Fundação Paulo Coelho

 

Raul Seixas se tornou um dos assuntos mais comentados da internet na última quarta-feira (23), mas nada teve a ver com a sua música.

Uma revelação feita pelo escritor e amigo Paulo Coelho, fez com que o baiano fosse “cancelado” nas redes sociais. O termo é usado para tentar anular uma celebridade por algo ruim, pelo julgamento dos internautas.

Na ocasião Coelho comentou sobre a possibilidade de Seixas tê-lo entregado para a ditadura militar. “Fiquei quieto por 45 anos. Achei que levava segredo para o túmulo”, escreveu nas redes sociais.

O autor comentava o livro “Não diga que a canção está perdida” (da editora Todavia), do jornalista Jotabê Medeiros sobre Raul, no qual Jotabê fala sobre o momento em que Raul foi chamado para depor no Dops (Departamento de Ordem Policial e Social), semanas antes de Coelho ser detido. Segundo Paulo Coelho, na época ele teve acesso a um documento no Arquivo Público do Rio de Janeiro, que citava que o órgão chegou a ele por intermédio do cantor. (mais…)

[CONQUISTA]: ‘Botão do Pânico’ é apresentado à Rede de Proteção e Atenção à Mulher


O Botão do Pânico é um dispositivo eletrônico de proteção para mulheres amparadas pela Lei nº 11340/2006 (Lei Maria da Penha). Ele funcionará permitindo que a vítima acione a Central de Monitoração, através de um botão, caso visualize a aproximação do agressor que está sob efeito de medida protetiva.

Para apresentar o equipamento, o Núcleo de Monitoração Eletrônica, da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização da Bahia participou, nesta terça-feira (22), da reunião ordinária da Rede de Proteção e Atenção à Mulher em situação de Violência de Vitória da Conquista, no Centro de Referência Albertina Vasconcelos (Crav). (mais…)

[CONQUISTA]: Confira as vagas de emprego para esta quinta-feira (24)


 

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: Obrigatório portar Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovantes de residência e escolaridade e certificados de cursos, se assim desejar. Vagas disponíveis até atingirem o limite de encaminhamentos.

Essas são apenas algumas vagas disponíveis. Para consultar a lista completa, o trabalhador deve comparecer à unidade de seu município.

 

Vagas exclusivas para Vitória da Conquista (24/10)

END.: SAC CONQUISTA I – Prédio da SEFAZ – Rua Rotary Clube, 149 – Centro. Funcionamento de seg. a sexta, das 7h às 18h.

 

END.: SAC CONQUISTA II – Shopping Boulevard – Av. Olívia Flores, 2500 – Candeias. Funcionamento de seg. a sexta, das 9h às 18h. (mais…)

Bolsonaro diz que Forças Armadas estão preparadas para manifestações como as do Chile


O presidente Jair Bolsonaro informou, na manhã desta quarta-feira em Tóquio, no Japão, que conversou com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, para as Forças Armadas estarem preparadas para o caso de manifestações nas ruas no Brasil, como ocorre atualmente no Chile. Indagado sobre previsão de certos analistas de que o próximo país a sofrer turbulências nas ruas pode ser o Brasil, o presidente respondeu:

— Nos preparamos. Conversei com o ministro de Defesa sobre a possibilidade de ter movimentos como tivemos no passado, parecidos com o que está acontecendo no Chile, e logicamente essa conversa, ele leva a seus comandantes, e a gente se prepara para usar o artigo 142 (sobre as Forças Armadas), que é pela manutenção da lei e da ordem, caso eles venham a ser convocados por um dos três poderes —disse o presidente, ao conversar com alguns jornalistas depois do café da manhã.

Jair Bolsonaro disse que não se pode ser surpreendido. (mais…)