Coronavírus já matou 12 rodoviários na Bahia; final de semana ocorreram dois óbitos.


Dois rodoviários com Covid-19 morreram no último fim de semana, em Salvador, segundo informações do Sindicato dos Rodoviários da Bahia. Com isso, sobe para 12 o número de profissionais da categoria que morreram com coronavírus.

Os dois casos mais recentes ocorreram no sábado (30), quando morreu o motorista da empresa Consórcio Salvador Norte (CSN) Carlos Alberto Sousa dos Santos; e na madrugada de domingo (31), quando o cobrador Valdemar Júnior dos Santos Mota, de 41 anos, funcionário da empresa OT Trans, também morreu. (mais…)

[Conquista]: Confira como fica a operação das linhas de ônibus a partir desta segunda-feira (01)


A partir de hoje (1º de junho), seguindo todos os protocolos sanitários necessários e de forma gradual, coordenada e organizada, as atividades econômicas serão retomadas em Vitória da Conquista.

Por isso, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana lança a Operação Especial do Transporte Coletivo Urbano de retorno do comércio, indústrias e serviços.

Veja abaixo a operação das linhas de ônibus a partir de 01/06/2020:

Operação contra empresa que deixou de entregar respiradores ao Consórcio Nordeste prende três pessoas


A polícia baiana deflagrou, na manhã desta segunda-feira (1), a operação Ragnarok, que cumpriu três mandados de prisão e 15 de busca e apreensão em Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal, contra quadrilha que fraudou a venda de equipamentos hospitalares.

O grupo foi descoberto graças à denúncia do Consórcio Nordeste, que tentou adquirir 300 respiradores para o combate ao Coronavírus com a empresa. O estabelecimento se apresentava como revendedor dos produtos. De acordo com as investigações, a empresa tentou negociar de forma fraudulenta com vários setores no país, entre eles os Hospitais de Campanha e de Base do Exército, ambos em Brasília.

A operação, coordenada pela Secretaria da Segurança Pública da Bahia, através da Superintendência de Inteligência, conta com a participação da Polícia Civil da Bahia, através da Coordenação de Crimes Econômicos e Contra Administração Pública, da Polícia Civil de SP, do Distrito Federal e do Ministério Público da Bahia. Mais de 150 contas bancárias vinculadas ao grupo foram bloqueadas pela Justiça.

Detalhes sobre a operação policial serão apresentados em coletiva virtual pela plataforma Zoom, em horário a ser definido. A Secretaria de Comunicação fará a convocação para a entrevista nas próximas horas.

[Covid-19]: Secretaria de Saúde de Conquista afirma que ‘não há falta de atualização de casos’; Leia a nota


Após a republicação da matéria do ‘Bahia Notícias’, informando que Vitória da Conquista não tem dado baixa nos casos notificados ao estado, especificando se eles foram confirmados ou descartados e apontando discrepâncias nos números de testes rápido realizados, entramos em contato com a Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista, através da Secretaria de Comunicação (Secom), solicitando um posicionamento da Prefeitura sobre a acusação.

No decorrer da nota técnica, a SMS detalha e contesta outros números da Sesab e esclarece que dos 7.020 testes rápidos enviados ao Estado pelo Ministério da Saúde, 5.600 foram destinados à Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista. O restante foi distribuído pelo Núcleo de Regional de Saúde da Sesab para outras unidades sanitárias do município.

Por meio de nota, a Secretaria afirmou que os “2.919 casos”, citado pela Sesab como todos sendo “suspeitos da Covid-19”, na realidade, “parte considerável” se refere a pacientes que apresentam Síndrome Gripal, que por determinação do Ministério da Saúde, também precisa constar no sistema de informações e-SUS Notifica e são identificados como casos suspeitos.

Na verdade, não são 2.919 casos, como citado na reportagem, mas sim 4804 notificações, sendo que parte considerável delas, 3697 casos,são pacientes que apresentam Síndrome Gripal.

Confira a íntegra da Nota enviada ao Blog do Caique Santos                                                                                                            

NOTA AO BLOG DO CAÍQUE SANTOS

Em relação à matéria publicada na última sexta (29) no Bahia Notícias, que tinha como título “Vitória da Conquista não atualiza notificações e registra 2.919 casos suspeitos da Covid-19”, a Prefeitura de Vitória da Conquista esclarece não há falta de atualização de casos. Esses números apresentados não se referem à doença provocada pelo novo Coronavírus. Na realidade, são 4804 notificações registradas e parte considerável delas, 3697 casos, é referente a pacientes que apresentam Síndrome Gripal. Este grupo, por determinação do Ministério da Saúde, também precisa constar no sistema de informações e-SUS Notifica e são identificados como casos suspeitos. (mais…)

Conquista: 152 casos de Covid-19; UTI: 42% é a taxa de ocupação – Confira Boletim deste domingo (31)


 

Neste domingo (31), o Laboratório Central Municipal divulgou mais sete resultados positivos de pacientes que foram infectados pelo novo coronavírus, totalizando 152 casos confirmados em Vitória da Conquista. O número de curados subiu para 115, enquanto 32 seguem em recuperação (sete hospitalizados e 25 em isolamento domiciliar) e cinco pessoas, residentes do município, foram a óbito.

A taxa de ocupação dos leitos destinados para o tratamento de Covid-19 no município neste domingo (31) é de 14% dos leitos clínicos e 42% dos leitos de UTI. Apenas 3,1% dos leitos clínicos são ocupados por pacientes de Vitória da Conquista e 10,9% por pacientes de outros municípios da macrorregião. Enquanto que 4% dos leitos de UTI são ocupados por pacientes de Vitória da Conquista e 38% dos demais municípios.

Boletim epidemiológico atualizado da Secretaria Municipal de Saúde mostra que já foram notificados 1456 casos suspeitos de infecção pela Covid-19 no município, com 1042 casos já descartados. Dos casos confirmados até o momento, 120 foram confirmados pelo método de exame laboratorial RT-PCR e 32 por Teste Rápido positivo associado ao quadro clínico de Síndrome Gripal. (mais…)

‘Trans Brasil’ consegue no STF direito de fazer o transporte interestadual na Bahia mesmo com as medidas de restrição


O ministro do STF – Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, negou um recurso do Governo da Bahia que queria a suspensão de tutela provisória contra uma decisão que determinou que o Estado não apreenda, paralise ou multe os veículos da Trans Brasil –  Transporte Coletivo Brasil (TCB) desde que estejam operando com regularidade.

A companhia entrou na Justiça para não ser impedida de fazer o transporte interestadual pela Bahia mesmo com as medidas de restrição ao deslocamento de pessoas determinadas pelo governador Rui Costa para tentar reduzir o avanço da Covd-19 no Estado.

Segundo o balanço divulgado pelo Ministério da Saúde divulgado em 29 de maio de 2020, a Bahia acumulava 16.917 casos confirmados de Covid-19 e 609 mortes. A taxa de mortalidade é de 4,1 para 100 mil habitantes, a mais baixa da região Nordeste, o que, segundo a gestão Rui Costa ocorre devido às medidas de restrição de movimentação. (mais…)

Bahia tem mais 20 municípios com transporte suspenso; total chega a 247


Rodoviária oferece 150 horários extras no feriado do dia do trabalhador.
Foto: Paula Fróes/GOVBA

Buritirama, Caculé, Canudos, Casa Nova, Irecê, Itaquara, Muniz Ferreira, Novo Triunfo, Ourolândia, Paripiranga, Pedro Alexandre, Poções, Rafael Jambeiro, Santa Rita de Cássia, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São José do Jacuípe, Tanhaçu, Tanquinho e Uauá terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de domingo (31).

A medida tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana. Ficam proibidas nesses municípios a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. (mais…)

Vitória da Conquista não atualiza notificações e registra 2.919 casos suspeitos da Covid-19


Vitória da Conquista, o terceiro maior município do estado, possui 2.919 casos suspeitos de Covid-19, conforme informações da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Isto ocorre porque a prefeitura conquistense não tem dado baixa nos casos notificados ao estado, especificando se eles foram confirmados ou descartados.

Segundo a Sesab, Conquista notificou 3.951 casos ao estado através do sistema. Destes, 107 foram confirmados e 925 descartados. Os 2.919 casos restantes não tiveram qualquer atualização por parte do município, mantendo-os em aberto e fazendo constar nos dados estaduais como suspeitos. A não atualização dos dados no sistema tem provocado uma estabilização do número de casos no município, conforme boletim da Sesab.

No último sábado (23), Conquista apresentava 105 casos confirmados da doença. Seis dias depois, apenas dois outros casos foram registrados. Os dados do governo estadual confrontam-se com os divulgados pela prefeitura de Vitória da Conquista no início da noite desta sexta-feira (29), quando o boletim municipal informa 1.412 casos notificados, 973 descartados, 134 confirmados e 305 suspeitos.

O município registra ainda cinco óbitos e 100 pessoas recuperadas. A incompatibilidade de dados também surge no número de testes. Enquanto a Sesab diz que foram feitos 1.071 exames laboratoriais em Conquista, além de 7.080 testes rápidos enviados ao município, a Secretaria de Saúde conquistense informa a realização de 1.065 testes laboratoriais e 3.200 rápidos durante a pandemia. Conquista, apesar de terceira maior cidade do estado, aparece na 38ª posição em número de casos ativos na Bahia, além de ser apenas o 23º município em número de testes encaminhados ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

Fonte: Bahia Notícias

CONFIRA AQUI A RESPOSTA DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE CONQUISTA SOBRE A MATÉRIA ACIMA

Prefeito de BH recua e anuncia que não vai ampliar a reabertura do comércio; “Estamos assustados”, diz


“A situação na grande BH e no estado é de grande gravidade”, disse o prefeito Alexandre Kalil (PSD) durante entrevista coletiva nesta sexta-feira (29), para justificar que não vai ampliar a flexibilização do isolamento social em Belo Horizonte. “Nós temos notícias assustadoras do interior, que não tem culpado, que é o sistema estadual sucateado há anos”, disse para justificar a não ampliação da reabertura do comércio na cidade.

Em nota enviada no final da tarde, o governo de Minas disse que investiu mais de R$ 304 milhões no combate à pandemia conseguiu ampliar em 30% a capacidade de atendimento intensivo no estado, totalizando 2.885 leitos de UTI na rede SUS. Segundo o governo, a maior parte dos 872 leitos de UTI criados foi destinada ao interior do Estado. (Veja a íntegra abaixo)

Também em nota, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) disse que a maioria dos estabelecimentos dos setores de comércio e serviços fechou as portas e manteve os empregos durante o isolamento social e pediu à prefeitura um maior diálogo com o governo do estado no combate ao novo coronavírus.

Alexandre Kalil fala em coletiva no dia 29/5/2020. — Foto: TV Globo / Reprodução

Alexandre Kalil fala em coletiva no dia 29/5/2020. — Foto: TV Globo / Reprodução

A flexibilização, que começou na segunda-feira (25), aconteceria em quatro etapas. A primeira delas, permitiu a reabertura de lojas de brinquedos, salões de beleza, comércio varejista de cama mesa e banho, shoppings populares. Cerca de 10 mil empresas foram abertas e 32 mil trabalhadores voltaram às ruas.

A segunda etapa estava prevista para a próxima segunda-feira (1), mas a possibilidade acabou sendo vetada, segundo a prefeitura, por causa da situação da pandemia no estado. Alexandre Kalil disse que, “apesar de a cidade estar com 76% da vida normal em andamento, nós estamos muito assutados”. Ele não descartou a possibilidade de lockdown, caso a situação se agrave, e voltou a falar que as medidas serão tomadas com base em estudos feitos pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19.

“A boa notícia é que o bom senso junto com a ciência nós vamos dar mais uma semana para os acontecimentos da cidade”, falou. “Deus queira que na semana que vem eu não tenha que anunciar o lockdown“, completou.

O infectologista que faz parte do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Belo Horizonte, Carlos Starling, enfatizou que cidades como Ribeirão das Neves, Contagem, Nova Lima, Divinópolis, Mariana e Itabira, estão com “epidemia em franca ascensão”.

“Não chegamos no pico e muito provavelmente, não estamos nem próximo. A situação ainda deve piorar nas próximas semanas”, enfatizou o médico, ao mencionar a situação no Brasil e em Minas.

Ele disse que será necessário “pisar no freio” para analisar, a partir da próxima semana, os impactos na capital e decidir, ou não, pela retomada do processo de reabertura do comércio na capital. E enfatizou que a reabertura na segunda-feira (25) ainda não gerou impactos mensuráveis na transmissão do vírus.

“Nós ainda estamos em situação estável, mas em alerta, o que impede de prosseguir com processo de flexibilização”, afirmou

Para flexibilizar, segundo o secretário de Saúde Jackson Machado, são levadas em consideração todas as atividades e setores, número de pessoas empregadas, de pessoas que iriam para rua, associada ao risco sanitário que cada atividade.

Machado enfatizou a importância de se manter as medidas de higiene e de isolamento social. “Nós vamos ter que adquirir novos hábitos de vida pelos próximos dois anos, no nosso convívio social, de usar máscara e distanciamento social. Nos próximos dois anos, teremos que continuar com as medidas de prevenção. Nossa vida não será jamais como antes da pandemia”, falou.

Alerta vermelho

Jackson Machado explicou que o índice de contágio, o chamado R0, estava em 1,1 em Belo Horizonte quando se decidiu pela reabertura, na semana passada. Mas agora já está em 1,2, o que indica um pequeno aumento no contágio na capital mineira e coloca a cidade em alerta vermelho. Já a ocupação de leitos de UTI, que está em 52%, e de enfermaria, que está em 43%, deixa a cidade numa situação mais confortável, em amarelo. No entanto, se houver dois indicadores no vermelho, será feito pelo lockdown da cidade (G1)

 

Governo paga nova parcela do vale-alimentação estudantil no dia 8 de junho


Mais uma vez, os 800 mil alunos da rede estadual de ensino vão ter direito ao auxílio de R$55 do vale-alimentação. O governador Rui Costa fez o anúncio do pagamento de mais uma parcela do benefício estudantil durante uma transmissão nas redes sociais, no início da noite desta sexta-feira (29). Os estudantes poderão utilizar a quantia exclusivamente para comprar itens do gênero alimentício em qualquer mercado instalado na Bahia a partir do dia 08 de junho, quando o valor será depositado pelo Estado. (mais…)