[Entrevista]: Allan de Kard fala sobre repercussão do ‘Monumento aos Heróis da Saúde’, Ouça


Em entrevista ao programa Rádio Chofer exibido na Melodia FM 87,9 nesta quinta-feira (24), o artista plástico Allan de Kard comentou a repercussão que sua obra em homenagem aos profissionais de saúde obteve nas redes sociais de moradores de Vitória da Conquista. A escultura na Olívia Flores, denominada ‘Monumento aos Heróis da Saúde ‘ reproduz o vírus causador da covid-19, espetado por uma seringa.

“Essa obra, o ‘Monumento aos Heróis da Saúde’ é minha, não existe nenhum recurso público envolvido nesse trabalho”, disse Alan

“Durante essa pandemia eu tive tomado por uma simpatia muito grande por esses heróis da saúde, por essa grande massa de pessoas que tem sacrificado até mesmo suas vidas, suas famílias, tudo em favor da cura, da busca pelo atendimento das pessoas necessitadas, então o objetivo desse meu gesto é homenagear essas pessoas”, disse Alan.

“No museu que estamos construindo na saída da cidade tem uma outra obra dessa e já tem algum tempo”

Sobre a repercussão o  artista disse se sentir feliz  e achou positiva. “A pessoa gostando ou não, isso é uma avaliação individual, não cabe a mim interferir nela. A arte por si só é transgressora. Crítica é sempre positiva para quem recebe, nem sempre pra quem faz”, disse.

Outras obras na Olívia Flores

Sobre as demais esculturas, Alan de Kard disse que fazem parte da exposição, ‘Caminhos da Paz’, instalada em 2015, ainda no governo anterior, em um espaço foi cedido pela prefeitura. “Era para permanecer por 01 ano, mas já tem 5 anos. Essas obras são de minha propriedade, mas só que tem um fato novo, um cineasta de Salvador, Beto Magno, entrou com um recurso junto ao Iphan pedindo o tombamento dessas esculturas como paisagem cultural e por conta desse processo, nada pode ser removido até a conclusão desse processo”, explica.

De Kard disse que o Monumento ao Gari, na avenida Integração, foi uma obra que não teve  recurso público, mas foi patrocinada pela Torre e doada ao município.

 

Ouça abaixo a entrevista completa:

 

Apesar da intenção do artista em representar a cura da doença através da vacina, muitos internautas criticaram iniciativa.

“Mau gosto imenso”, disse Helô Amaral. “O cúmulo da falta de noção!”, criticou Luciana Santos. “Pensa numa ‘obra de arte’ de mal gosto? Agora eleve a décima potência! Falta de respeito com as famílias de Vitória da Conquista que foram afetadas pelo covid-19 e falta de respeito estético. Quem foi o responsável por essa sandice? Como a prefeitura pode autorizar isso? Isso não tem graça!”, irritou-se o estudante Vladimir Ulianov em seu perfil no Facebook. “Pelamordedeus!!! Que escultura de mau gosto! Conquista merece algo melhor! Não entendo nada de arte, mas sei que tá horroroso! Chegou a dar vergonha alheia!”, disse Andreia da Mata. “Eu entendo essa escultura como esperança de aparecer uma cura, não?”, defendeu Victória Dias.

Povo de Santo denuncia ao Ministério Público intolerância religiosa em Vitória da Conquista


Praticantes de religiões de matriz africana denunciaram ao Ministério Público situações de intolerância religiosa, no município de Vitória da Conquista. Segundo a denúncia, um cidadão tem feito pregações em uma praça pública, utilizando o aparelho de som de uma loja, com teor de intolerância e racismo religioso.

Em seus discursos, o indivíduo estaria considerando a própria religião como superior às demais e colocando-a como a única salvação possível para pessoas que são de religiões de matriz africana. O discurso de associar o candomblé e umbanda a demônios contribui para ideias discriminatórias, podendo incentivar condutas mais graves, como agressões e destruições de terreiros.

Segundo o Artigo 20 da Lei 7.716/1989, é crime praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, com pena de reclusão de um a três anos e multa.

A Tarde

Ao contrário do PT, Rui repudia racismo contra policial em Curaçá


O governador Rui Costa (PT) comentou nesta quinta-feira (24) o episódio em que a filiada ao PT em Curaça, Libânia Torres, foi registrada em vídeo chamando um policial negro de macaco, após ser presa por agredir a própria companheira (veja aqui).

Ao contrário do diretório municipal do PT da cidade, que tentou justificar a ofensa afirmando que chamar policiais de macaco é uma tradição cultural da região, o governador petista repudiou a fala da correligionária.

“Merece nosso repúdio e indignação qualquer comparação de um ser humano a um animal. Não podemos descaracterizar ou desqualificar as pessoas com comparações esdrúxulas, racistas e preconceituosas”, disse Rui. (mais…)

Governo quer CPMF para manter a desoneração da folha de pagamento das empresas “por toda a vida”


A desoneração da folha  permite que as empresas substituam a contribuição previdenciária de 20% sobre os salários por uma alíquota, entre 1% e 4,5%, sobre a receita bruta e atualmente abrange 17 setores que empregam mais de seis milhões de trabalhadores. A desoneração termina no fim deste ano. O Congresso prorrogou a medida até o fim do ano que vem. Mas o presidente Jair Bolsonaro vetou. Agora, deputados e senadores podem derrubar o veto.

O veto à desoneração da folha traz preocupações a diversos setores da sociedade, que estimam demissões em massa caso a decisão presidencial seja mantida pelo Congresso. Ao mesmo tempo, a criação da CPMF também divide opiniões e levanta dúvidas sobre a possibilidade de aumento de impostos. (mais…)

Conquista: Monumento com caricatura do coronavirus causa polêmica nas redes sociais


A polêmica do momento nas redes sociais dos moradores de Vitória da Conquista, BA, é um monumento feito pelo artista local Alan de Kard, conhecido por suas obras ‘diferentes’, espalhadas em diversos pontos da cidade.  Uma escultura na Olívia Flores reproduz a caricatura do vírus causador da covid-19, espetado por uma seringa gigante e desproporcional ao tamanho do vírus.

Apesar da intenção do artista em representar a cura da doença através da vacina, muitos internautas criticaram iniciativa.

“Mau gosto imenso”, disse Helô Amaral. “O cúmulo da falta de noção!”, criticou Luciana Santos. “Pensa numa ‘obra de arte’ de mal gosto? Agora eleve a décima potência! Falta de respeito com as famílias de Vitória da Conquista que foram afetadas pelo covid-19 e falta de respeito estético. Quem foi o responsável por essa sandice? Como a prefeitura pode autorizar isso? Isso não tem graça!”, irritou-se o estudante Vladimir Ulianov em seu perfil no Facebook. “Pelamordedeus!!! Que escultura de mau gosto! Conquista merece algo melhor! Não entendo nada de arte, mas sei que tá horroroso! Chegou a dar vergonha alheia!”, disse Andreia da Mata. “Eu entendo essa escultura como esperança de aparecer uma cura, não?”, defendeu Victória Dias.

E você, o que achou?

 

Covid-19: Conquista tem mais 125 novos casos em 24 horas


Com 125 novos pacientes diagnosticados nesta quarta-feira (23), Vitória da Conquista registrou 7.350 casos confirmados da Covid-19, até o momento. Mais 148 pessoas receberam alta da recuperação, aumentando para 6.871 recuperados. Outros 344 pacientes ainda seguem em recuperação – 26 internados e 318 em tratamento domiciliar.

Ainda aguardam por classificação final 5.409 casos suspeitos notificados pela Secretaria Municipal de Saúde, sendo que 4.160 esperam pela investigação laboratorial e 1.249 estão aguardando o resultado do exame RT-PCR das amostras encaminhadas ao Lacen Municipal e Estadual para análise.

Além disso, 12.654 casos notificados foram descartados para Covid-19, dos quais: 4.278 pessoas tiveram resultado negativo por exame laboratorial RT-PCR e 8.376 foram descartados por outros critérios.

Ocupação dos leitos – Nesta quarta (23), dos 168 leitos (98 de enfermarias e 70 de UTI) disponíveis na rede SUS para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pelo novo Coronavírus, 90 deles estão ocupados por pacientes internados de Vitória da Conquista e outros municípios.

Conquista: Procon retorna ao atendimento presencial na próxima segunda-feira (28)


O Procon de Vitória da Conquista informa que estará retornando o atendimento presencial em sua unidade a partir de segunda-feira (28). A Portaria foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM) nesta quarta-feira (23).

Mediante a reabertura dos bares, restaurantes e demais atividades comerciais da cidade e a necessidade de atuar na defesa do consumidor, o Procon estará realizando seus atendimentos de forma presencial, com a estrita obediência aos protocolos e as recomendações da Vigilância Sanitária do município. (mais…)

Vídeo: Aumenta a tensão entre vanzeiros e empresa de ônibus na Limeira


É tensa a situação de disputa entre vanzeiros e uma empresa de ônibus que no momento detêm o monopólio do transporte de passageiros em Limeira, zona rural de Vitória da Conquista. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um homem ameaçando um vanzeiro com um facão.

No vídeo, o motorista da van diz que o agressor é o dono da Translimeira.

O clima de tensão começou na manhã desta segunda-feira (21), quando um grupo de vanzeiros e moradores interditaram a estrada de acesso à Limeira em protesto contra a empresa de ônibus ‘Translimeira’, que realiza o transporte da localidade. Os manifestantes atearam fogo em pneus impedindo tanto os ônibus da empresa como demais carros de utilizarem a estrada.

“O dono da Limeira quer mandar na estrada, hoje o povo se revoltou”, diz uma manifestante. O grupo não divulgou claramente os motivos pontuais do protestos, mas supõe-se que esteja relacionado com o valor das passagens e a proibição da atuação do transporte alternativo em face do coronavírus.

Nós tentamos o contato com o representante da Translimeira e dos vanzeiros, mas até o momento não obtivemos sucesso.

Conquista: Descarte irregular de lixo e entulho afeta moradores da Rua Tupinambás


O local virou depósito de sofás, televisores quebrados, lixo doméstico, pneus, materiais recicláveis e animais mortos

Mais uma vez por meio deste espaço democrático e de ajuda à comunidade de forma de denuncia e abandono por parte dos órgãos públicos responsáveis por nossa cidade, viemos ser a voz do povo e do oprimido e desassistido, mais uma vez denunciamos o descarte irregular de lixo e entulho que outra está prejudicando moradores que residem próximos à Rua Tupinambás, Rua A e Avenida Mongóio, no bairro Patagônia, uma vez que a sujeira passou a fazer parte do local, por onde transitam centenas de pessoas todos os dias. (mais…)

Secretário diz que vai alugar ônibus enquanto prepara processo licitatório


Secretário insiste em ‘aluguel de veículos’, mesmo tendo empresas interessadas em assumir emergencialmente linhas da Cidade Verde.

 

Após a condenação da empresa Cidade Verde por fraude no processo licitatório o Secretário de Mobilidade Urbana de Vitória da Conquista, Jackson Yoshiura, afirmou em entrevista à TV Sudoeste que pretende preparar 02 licitações, uma para alugar ônibus e outra para preencher definitivamente os lotes do transporte público.

“Nós temos também um processo licitatório em curso para o aluguel de veículos, exatamente para que a gente consiga operar o sistema para que a população não fique sem transporte enquanto a licitação do transporte não seja concluída. Então nós temos 02 processos em curso, 01 para o aluguel de veículos, enquanto a licitação não fica pronta e o segundo para a concessão definitiva para o sistema de transporte de Vitória da Conquista”, disse Yoshiura.

OUÇA A FALA DE JACKSON YOSHIURA DIZENDO QUE QUER ALUGAR VEÍCULOS:

De acordo com fontes ligadas ao sistema de transporte da cidade, a ideia do Secretário não tem muita lógica e causa estranheza, uma vez que, conforme o próprio Yoshiura reconhece, diversas empresas de ônibus do Brasil estão interessadas em assumir em caráter emergencial, de imediato e sem custos, o lugar da empresa Cidade Verde, que não pode continuar operando sob risco do próprio prefeito ser acionado por improbidade administrativa.

Ainda na entrevista, o próprio Jackson Yoshiura reconhece que existem empresas que manifestaram a intenção de assumir emergencialmente o lote da Cidade Verde. “Já foram feitos diversos contatos, empresas manifestando interessem em operar emergencialmente em Vitória da Conquista até que a gente conclua o processo licitatório”, disse o secretário da Semob.

JACKSON YOSHIURA CONFIRMA QUE  EMPRESAS QUEREM ASSUMIR EMERGENCIALMENTE LINHAS DA CIDADE VERDE:

O aluguel de ônibus seria uma operação onerosa aos cofres públicos, que já estão tendo prejuízo mensal por conta do contrato realizado com a Viação Rosa.

“Em 2019 a arrecadação da Prefeitura com a operação direta do transporte coletivo foi de RS 10.002.019,701. Já o valor pago à Viação Rosa foi de R$ 13.532.009.24, um prejuízo de RS 3.509.989,54″, diz o pedido de impeachment.

De acordo com dados disponíveis no portal da Transparência da Prefeitura de Vitória da Conquista, entre janeiro de 2020 e 5 de maio, o governo Herzem pagou R$ 8.333.456,22 (oito milhões trezentos e trinta e três mil quatrocentos e cinquenta e seis reais e vinte e dois centavos) à Viação Rosa e que de julho de 2019 até o momento, já foram quase R$ 22 milhões gastos em uma operação que causa prejuízos aos cofres públicos. Os contratos onerosos aos cofres públicos feitos pela Prefeitura, foram também motivos para um pedido de impeachment do prefeito Herzem Gusmão, recentemente apresentado na Câmara de Vereadores e não aprovado.

No último dia 04 de setembro, o prefeito Herzem Gusmão, por meio do O DECRETO N.º 20.513, DE 04 DE SETEMBRO DE 2020, determinou a realização de nova licitação do transporte público coletivo de passageiros e a anulação da relação jurídica mantida entre o Município e a empresa Cidade Verde Transporte Rodoviário Ltda, mas até agora, nada foi feito.

Veja a entrevista completa com o Secretário de Mobilidade Urbana, Jackson Yoshiura: