Juíza condena 03 pessoas por ataque a jornalista nas redes sociais


jornalista e radialista Madeleine Lacsko

 

Se o direito à livre expressão contrapõe-se ao direito à inviolabilidade da intimidade da vida privada, da honra e da imagem, conclui-se que este último condiciona o exercício do primeiro, de modo que o direito de informar ou manifestar uma opinião não pode importar abalo e ofensa à dignidade e imagem das pessoas, conforme pondera o artigo 220 da Constituição Federal, em sua parte final.

Com esse entendimento, a juíza Renata Meirelles Pedreno, da Vara do Juizado Especial Cível e Criminal de Cotia (SP), condenou três pessoas por ataques e ofensas postados nas redes sociais contra a jornalista Madeleine Lacsko. Nas ações, a jornalista alegou ter sido alvo de boatos difamatórios sobre sua honra e credibilidade, o que provocou linchamento virtual.

Um dos réus a acusou de ter se valido de favores sexuais para ascensão profissional, enquanto os outros dois disseram que ela estaria participando de uma conspiração internacional para tornar o abuso sexual infantil uma conduta socialmente aceita. Madeleine pediu retratação e indenização por danos morais de R$ 20 mil de cada réu.

Para a solução da questão, a magistrada afirmou ser importante analisar os princípios constitucionais consagrados na Constituição que dispõem acerca da inviolabilidade da honra e imagem das pessoas (artigo 5ª, inciso X) e da garantia da livre expressão de comunicação e liberdade de pensamento (artigo 5ª, incisos IV, IX).

A liberdade de expressão, a oposição política ou qualquer manifestação de indignação, não é sinônimo de permissão para a violação de direitos alheios, ainda mais quando falsa, portanto injusta. Não é uma autorização para se inventar e dizer o que bem entende sem qualquer consequência. Entre as liberdades aqui em conflito constatou-se que houve abuso no exercício de uma delas (liberdade de opinião) e que esse abuso atingiu a honra e a dignidade da autora, o que é passível de reparação”, afirmou.

Assim, a juíza concluiu que os três réus causaram prejuízos à honra e à imagem de Madeleine, gerando dever de indenizar. Ela fixou a reparação em R$ 10 mil para cada um dos réus e ainda determinou que eles retirem das redes sociais todas as postagens ofensivas contra a jornalista em até cinco dias.

“Tal se deve como medida de desestimular a malsinada prática de propagação das fake news, que não encontram guarida na ordem jurídica brasileira, protetora senão daquelas informações alusivas a fatos que correspondam à realidade, ou pelo menos que, provavelmente sejam verdadeiros e que tanto prejuízo causam não apenas às pessoas ofendidas diretamente mas à toda sociedade”, concluiu.

Números dos processos:

1006044-52.2020.8.26.0152
1006048-89.2020.8.26.0152
1006043-67.2020.8.26.0152

Com informações da Revista consultor Jurídico 

Eleições 2020: Justiça acata pedido do PT e proíbe divulgação de 02 pesquisas eleitorais em Conquista


O juiz eleitoral Cláudio Freitas concedeu duas liminares à coligação “A Conquista do Futuro”, do candidato a prefeito de Vitória da Conquista, Zé Raimundo (PT), proibindo a divulgação de duas pesquisas eleitorais, uma registrada sob o nº BA03084/2020, em 19/11/2020, pelo Instituto Paraná Pesquisas e Análise de Consumidor, e outra sob o nº BA01469/2020, em 21/11/2020, realizada pela empresa A B Santos – ME/IPESE.

De acordo com as duas decisões do juiz, “verifica-se inconsistências quanto à forma de como seriam coletadas as informações por telefone, já que o DDD 77 não é usado só neste município, como também inconsistências quanto ao grau de instrução dos entrevistados, em total desacordo com as faixas de escolaridade especificadas pelo TSE para Vitória da Conquista/BA”.

Fonte: Política Livre

Covid-19: Mais um morador de Conquista morre e total de óbitos chega a 201


Nesta quarta-feira (25) Vitória da Conquista registra um total de 11.286 casos confirmados da Covid-19, sendo que 10.565 deles são de pessoas já recuperadas. Outros 520 pacientes diagnosticados com a doença continuam em processo de recuperação (33 internados e 487 em tratamento domiciliar) e 201 moradores do município evoluíram para óbito.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), até hoje, foram registradas 42.898 notificações, dos quais 13.745 casos foram descartados e 14.645 apresentaram síndrome gripal não especificada. Deste total, ainda há 3.222 casos que aguardam classificação final, sendo que 2.960 aguardam por investigação laboratorial e 262 casos que aguardam resultado de exame RT-PCR (LACEN Municipal e LACEN Estadual).

Nesta quarta foi notificado mais um óbito:

201º óbito – Homem de 76 anos, portador de Diabetes e Hipertensão Arterial Sistêmica. Estava internado no Hospital São Vicente (HSVP) desde o dia 11 de novembro, onde veio a falecer no dia 25 de novembro.

Ocupação de Leitos – A rede hospitalar do SUS no município dispõe de 153 leitos para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pelo novo Coronavírus. Desses, 83 são de enfermarias e 70 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Rede UniFTC promove palestra sobre oratória com radialista e ex-apresentador do BA TV, Jefferson Beltrão


Na próxima sexta-feira, 27, professoras e professores do ensino médio poderão participar da palestra on-line Como  ter uma programação mental e potencializar a oratória em sala de aula, ministrada pelo jornalista e instrutor de Oratória Jefferson Beltrão. Para participar, basta se inscrever gratuitamente em https://bit.ly/UniFTC-Oratória

De acordo com o dicionário, Oratória é a “arte do bem-dizer”. Tem quem acredite que, para dominá-la, é preciso ter um dom em especial. Para Beltrão, todos nós somos oradores natos e podemos otimizar nossa comunicação investindo em três pilares principais: a comunicação não verbal, o conteúdo da fala e a nossa comunicação interna que é a programação mental. 

“Muitas vezes, inconscientemente, a programação mental que a gente tem não é favorável ao exercício da oratória. É muito comum a gente observar que as pessoas têm dificuldades para se expressar em público e encantar esse público porque já tem um diálogo interno que não está ajudando”, explica Beltrão, que também é especialista em Programação Neurolinguística. 

A iniciativa faz parte do projeto Encontro Com Mestres, promovido pela Rede UniFTC. Através de eventos gratuitos, a Instituição vai movimentar conhecimento junto aos professores de ensino médio da Bahia e de Pernambuco. “A UniFTC é uma IES pela qual eu tenho um grande carinho. De uns anos para cá, tenho sido convidado para participar de diversos eventos, muitos deles abertos ao público. É um movimento louvável este de sair do universo da academia e chegar mais perto da comunidade”, celebra Jefferson, que é pós-graduado pela Rede UniFTC e também foi professor da casa no curso de Jornalismo. 

 

| Serviço | 

Encontro Com Mestres – Como  ter uma programação mental e potencializar a oratória em sala de aula, com Jefferson Beltrão 

Quando: 27 de novembro, sexta-feira, às 20h 

Onde: On-line, link para participação será enviado aos inscritos

Inscrições https://bit.ly/UniFTC-Oratória

Tragédia em SP: Batida entre ônibus e caminhão deixa ao menos 41 mortos


O tenente Alexandre Guedes, da Polícia Militar, afirmou em entrevista à CNN que o acidente ocorrido na região de Taguaí, no interior de São Paulo, nesta quarta-feira (25), é o pior do ano em número de mortes registrado nas estradas paulistas.

Pelo menos 41 pessoas morreram na colisão entre um ônibus e um caminhão na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho (SP-249), segundo o Corpo de Bombeiros. O acidente ocorreu às 6h30 da manhã desta quarta-feira (25), no Km 171 da pista norte.

“É uma ocorrência muito grave, o maior acidente do ano com vítimas fatais”, afirmou Guedes. “Ainda não temos a quantidade exata de pessoas que estavam dentro do ônibus, seriam funcionários de uma empresa de jeans”.

Segundo o tenente, o número de vítimas fatais pode subir. “Inicialmente, chegou que seriam 53 pessoas [no total envolvidas no acidente, entre mortos e feridos], e agora que 45 pessoas estariam envolvidas”.

Pelo menos 15 pessoas foram socorridas e encaminhadas para hospitais da região. (mais…)

Eleições 2020: Adusb denuncia campanha de Herzem por tentar censurar professor


A Associação dos Docentes da UESB – ADUSB – emitiu uma nota de repudio contra supostas tentativas de censura perpetradas pela Coligação ‘O trabalho tem que continuar’, formada pelos partidos que apoiam a candidatura do prefeito Herzem Gusmão à reeleição.

De acordo com a nota, uma ação na justiça eleitoral tenta censurar as aulas do Prof. Dr. Cláudio Oliveira de Carvalho, do Departamento de Ciências Sociais Aplicadas da UESB, professor titular de Direito Urbanístico da UESB, com mestrado e doutorado nesta área.

Veja abaixo uma matéria da TV UESB sobre o tema:


Cláudio costuma fazer postagens em seu perfil nas redes sociais tecendo críticas à organização dos espaços urbanos na cidade de Vitória da Conquista.

Leia abaixo a íntegra da nota da Adusb

Com repúdio e indignação tomamos conhecimento, na manhã deste sábado, 21/11, de uma ação na justiça eleitoral que requer a CENSURA das aulas do Prof. Dr. Cláudio Oliveira  de Carvalho, do Departamento de Ciências Sociais Aplicadas da UESB. Não cabe aqui qualquer outra interpretação. A ação, de autoria da candidatura do Sr. Herzem Gusmão Pereira, que disputa as eleições municipais à prefeitura de Vitória da Conquista, trata-se indubitavelmente de um ataque às liberdades democráticas de expressão, de cátedra e, sem dúvida nenhuma, à própria profissão docente. A diretoria da Adusb comunica à categoria que já colocou a assessoria jurídica do sindicato à disposição do professor, para realizar a sua defesa no plano jurídico.

 

Com repúdio e indignação tomamos conhecimento, na manhã deste sábado, 21/11, de uma ação na justiça eleitoral que requer a CENSURA das aulas do Prof. Dr. Cláudio Oliveira de Carvalho, do Departamento de Ciências Sociais Aplicadas da UESB. Não cabe aqui qualquer outra interpretação. A ação, de autoria da candidatura do Sr. Herzem Gusmão Pereira, que disputa as eleições municipais à prefeitura de Vitória da Conquista, trata-se indubitavelmente de um ataque às liberdades democráticas de expressão, de cátedra e, sem dúvida nenhuma, à própria profissão docente. A diretoria da Adusb comunica à categoria que já colocou a assessoria jurídica do sindicato à disposição do professor, para realizar a sua defesa no plano jurídico.

Claúdio Oliveira de Carvalho é professor titular de Direito Urbanístico da UESB, com mestrado e doutorado nesta área. Mantém projeto de pesquisa sobre o tema, assim é natural que as questões relativas ao tema sejam discutidas em suas aulas, tanto sob um viés dogmático (legalista), quanto sob perspectiva crítica (zetética). O trabalho científico do professor já resultou em livros publicados, assim como sua participação em diversos Congressos, o que demonstra a seriedade da sua produção acadêmica. Pretender vedar a divulgação do pensamento crítico, lastreado em pesquisas do professor, tão somente em razão de um candidato a prefeito não concordar com estas ideias, é uma prática que não se coaduna com o respeito às liberdades democráticas e assim não tem sustentáculo jurídico.

Vivemos uma quadra histórica em que nosso país é assolado por práticas e discursos fascistas, entre tantas outras, de ataques à educação e ao trabalho docente. Apesar disso, a lógica ultraliberal do mercado pressiona docentes em todo o país a exporem suas aulas “online”, na modalidade do ensino remoto. Neste contexto, por pressão do movimento docente, foi incluído na Resolução Consepe 22/2020 o artigo 7º, pelo qual a “Universidade deverá proteger e assegurar, juridicamente, aos seus docentes, a liberdade de cátedra e de pensamento, durante o exercício de suas atividades de ensino”. Entendemos que cabe à administração da Universidade, por meio de sua procuradoria jurídica, tanto do ponto vista político quanto do regimental, se juntar imediatamente ao esforço de defesa do professor, como já o fez a Adusb. Não podemos, nem devemos, hesitar na defesa das liberdades democráticas.

A contradição de se usar a justiça eleitoral, a mesma que se auto intitula “a justiça da democracia”, para cercear liberdades democráticas, lamentavelmente não nos surpreende e remete a práticas autoritárias, que não deveriam mais ter espaço em nossa sociedade. Mas resistiremos e enfrentaremos! A diretoria da Adusb manifesta sua incondicional solidariedade ao Prof. Dr. Cláudio Oliveira de Carvalho e não se furtará à sua obrigação de lutar, em todas as frentes, contra quaisquer ataques às liberdades democráticas e, especialmente, à profissão docente.

Diretoria da Adusb, 21/11/2020

Em defesa das liberdades democráticas!

Fascistas não passarão!

Censura nunca mais!

Eleições 2020: Rede Sustentabilidade declara apoio a Zé Raimundo e Luciana no 2º turno


Na última segunda-feira (23/11), através de sua direção estadual, o partido Rede Sustentabilidade anunciou apoio à coligação A Conquista do Futuro, encabeçada por Zé Raimundo (PT) e Luciana Oliveira (PCdoB). Em reunião com os candidatos, o presidente do Partido dos Trabalhadores, Isaac Bonfim, e o dirigente estadual do PCdoB, Élvio Magalhães, o partido apresentou uma carta de intenções programáticas com foco na educação, cultura e meio ambiente, que serão incorporadas ao programa de governo de Zé e Luciana.
Estiveram presentes no encontro José Itamário, dirigente estadual da Rede, Leone Gomes, candidato a vice-prefeito na chapa de Maris Stela Schiavo, e Marilan Coelho. Em nota divulgada pelo partido, a Rede orienta os seus filiados a não apoiarem a candidatura do atual prefeito, Herzem Gusmão (MDB), devido ao seu alinhamento com as políticas antidemocráticas do presidente Jair Bolsonaro e o descaso com a cidade nos últimos quatro anos.
“É mais um apoio que se soma conosco nesta reta final da campanha. Mostramos para a cidade que temos o melhor projeto, planejando para a cidade a modernidade que ela merece, mas também trazendo a preocupação em cuidar das pessoas. Os apoios são muitos exatamente porque conversamos com os partidos, nos mostramos abertos ao diálogo e a ideia é darmos as mãos para a construção da Conquista do futuro”, destacou o candidato Zé Raimundo.
A candidata a vice-prefeita, Luciana Oliveira, disse estar confiante na força da Coligação que já conta com o apoio de 14 outros partidos no 2º turno. “Nossa campanha, desde o primeiro turno, foi muito propositiva e construída na coletividade. Nessa reta final, estamos contando com o apoio de vários partidos que se uniram a nós. Estamos muito felizes com mais esse reforço da Rede. Juntos vamos construir um futuro melhor para a nossa cidade”.
Em nota o diretória municipal da Rede Sustentabilidade distou do estadual e disse que não apoia nem o PT e nem o MDB e que apenas disponibilizou ao candidato do PT seu programa de governo.
Fonte: ASCOM PT

Eleições 2020: PSOL denuncia ‘gabinete do ódio’ na campanha de Herzem


O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) divulgou nesta terça-feira (24) uma nota pública repudiando “fake news” que estariam sendo “disseminadas por um grupo político vinculado à candidatura do prefeito Herzem Gusmão, inclusive sendo estas disseminadas por agentes públicos comissionados em seu governo”, segundo a nota.

O direção local do partido afirma que o professor Omar Costa Ribeiro, Mariana Aragão, o vereadore eleito Alexandre Xandó, a professora Aliny Souza, Professor Cláudio Carvalho e outros estão sendo vítimas do “gabinete do ódio” em Vitória da Conquista. “Defendemos e seguimos firmes em nossa posição a favor do Estado de Direito, crendo que a justiça existe para ser acionada e utilizada quando necessário”.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA NOTA

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), neste momento em que atravessamos o Segundo Turno eleitoral, vem a público manifestar total repúdio às fake news que vêm sendo disseminadas por um grupo político vinculado à candidatura de Herzem Gusmão, inclusive sendo estas disseminadas por agentes públicos comissionados em seu governo. O PSOL manifesta total e incondicional apoio, solidariedade e disposição a fazer frente a todos os ataques que vêm sofrendo diversas pessoas da militância social e política da cidade de Vitória da Conquista por partidários de uma forma de fazer política baseada na disseminação de Fake News, na difamação, no atentado à moral, na perseguição e outras formas de intimidação e ameaças. Àqueles que não suportam e não sabem disputar democraticamente o poder, resta a força da lei e os instrumentos legais cabíveis, e estes serão utilizados por nosso partido. O “gabinete do ódio” em sua versão “suíça baiana” não terá sossego, e a cada fake news disseminada muitas ações e responsabilizações serão buscadas até compreenderem que não vivemos em um Estado paralelo de barbárie, mas vivemos, prezamos e trabalhamos para a conservação e aprimoramento do Estado de Direito, democrático, livre e diverso.

Conforme o dia de votação do segundo turno das eleições municipais se aproximam, aumenta o desespero dos que estão acostumados ao poder local e aos seus desmandos, a divulgação de fake news cresce consequentemente, e esta é uma tática conhecida dos que se beneficiam e se promovem por meio da mentira, da calúnia e da difamação de seus opositores. Não nos calaremos, estaremos sempre prontos a combatê-las e não pouparemos esforços para responsabilizar seus autores e reestabelecer a verdade. Essas pessoas que não trazem consigo qualquer limite ou valor ético terão pelas vias legais a resposta e os limites que precisam.

Por fim, o PSOL reafirma sua solidariedade e apoio a Omar Costa Ribeiro, a Mariana Aragão, a Alexandre Xandó, a Professora Aliny Souza, ao Professor Cláudio Carvalho e a todos(as) demais que tenham ou estejam sendo vítimas do “gabinete do ódio” em sua versão “suíça baiana”. Defendemos e seguimos firmes em nossa posição a favor do Estado de Direito, crendo que a justiça existe para ser acionada e utilizada quando necessário.

Empresa ‘Cidade Verde’ divulga nota de esclarecimento aos ex-funcionários


A empresa Cidade Verde solicitou a divulgação de uma carta aberta aos ex-funcionários. Segue abaixo o conteúdo, na íntegra.

SENHORES COLABORADORES DA CIDADE VERDE

Tendo em vista os fatos que vem ocorrendo em função da demissão de nossos colaboradores, a Cidade Verde vem explicar a cada um dos senhores o seguinte:

 

  1. Como é do conhecimento dos senhores, a Cidade Verde foi obrigada a dispensar os seus colaboradores em função de determinação do Sr. Prefeito Municipal, o qual comunicou a empresa que ela deveria paralisar as suas atividades em Vitória da Conquista no dia 07/11/2020.
  2. Antes de tudo, é importante informar aos senhores que o Poder Judiciário não determinou que a empresa encerrasse as atividades em Vitória da Conquista. A determinação judicial foi para que a Prefeitura realizasse a licitação no prazo de 6 meses, portanto, a empresa poderia continuar operando na cidade até a data em que a vencedora da nova licitação iniciasse os serviços.
  3. Outro fato importante: Vem sendo divulgado que a determinação para se fazer a nova licitação se deu porque a Cidade Verde cometeu fraude em seu Balanço. Isso não é verdade, não há qualquer fraude no Balanço da empresa, o que há é uma interpretação equivocada do perito sobre a maneira de como deve ser lançado determinados valores no Balanço. E isso vai ser provado até o final do processo. É bom lembrar que o processo ainda não se encerrou.
  4. Pois bem. Feito esse pequeno histórico, vamos ao que interessa: Como senhor Prefeito determinou que a empresa encerrasse suas atividades, não restou outra alternativa à empresa, senão a de dispensar os seus colaboradores, medida que foi tomada pela Cidade Verde com muita dor no coração, pois a dispensa alcançou mais de 450 dedicados funcionários, e nós sabíamos que grande parte deles não seriam contratados pela outra empresa. E, infelizmente, essa previsão se concretizou, muitos estão desempregados.
  5. Adentrando à questão da demissão, é importante que os senhores saibam, e isso pode ser confirmado pelo Sindicato da categoria, que nessa situação de encerramento das atividades, a Lei (CLT) permite que a empresa faça a dispensa dos funcionários, com o pagamento de 20% da multa do FGTS, ou seja, ao invés de pagar os 40%, paga-se 20%.
  6. Como a Cidade Verde não dispõe de recursos para pagar de uma só vez as verbas rescisórias de todos os seus 450 colaboradores, ela procurou o Sindicato para discutir a possibilidade de parcelamento dessas verbas, pois jamais encerraria as atividades na cidade deixando para traz direitos dos trabalhadores, como já ocorreu com outras operadoras em Vitória da Conquista.
  7. É bom lembrar que a falta de recursos da empresa se deu pela omissão da Prefeitura em combater o transporte clandestino que já transporta mais de 50% dos passageiros na cidade. Essa situação foi agravada ainda mais nesses últimos 8 meses em função da pandemia, que também provocou representativa redução na quantidade de passageiros.
  8. Após a conversa inicial com o Sindicato, sobre a forma de quitação dos direitos trabalhistas, este – o Sindicato – fez uma assembleia com os funcionários, que aprovaram o pagamento parcelado das verbas rescisórias.
  9. Com base nessa autorização, o Sindicato e a empresa redigiram um acordo, que foi submetido com bastante antecedência, à homologação da Justiça do Trabalho.
  10. Ocorre que o senhor Juiz, após a devida análise do documento, determinou que se fizessem ajustes na redação do Acordo. Tais ajustes, que passou inúmeras vezes pela apreciação do Sindicato e de seus advogados, acabou provocando certo atraso na finalização do Acordo e, por consequência, no pagamento da primeira parcela.
  11. No dia de ontem (23/11/2020), entretanto, Sindicato e Empresa, finalizaram os ajustes no Acordo, tendo a Cidade Verde se comprometido a pagar a primeira parcela no dia de hoje (24/11/2020), o que já foi feito. A primeira parcela foi depositada hoje na conta de todos os funcionários desligados.
  12. Embora um pouco longa essa explicação é importante que ela seja feita para que os senhores saibam e compreendam tudo o que está relacionado com a demissão e com o pagamento das verbas rescisórias. Os senhores sabem que a Cidade Verde que sempre cumpriu rigorosamente com suas obrigações trabalhistas e sociais, continua sendo a mesma, e não será nesse momento final que vai mudar esse seu posicionamento.
  13. O mais importante de tudo é que os senhores podem ter a certeza absoluta de que todas as parcelas serão pagas de forma pontual na data do vencimento, aliás, como a empresa sempre fez em relação ao pagamento dos salários, que foram todos quitados sem nenhum dia de atraso. Podem ter a certeza, também, que o FGTS a ser sacado, foi rigorosamente depositado na conta de cada um. Não há um centavo sequer que não fora pago no dia do seu vencimento. Também as guias do Seguro-Desemprego serão fornecidas para que os senhores possam se beneficiar desse direito.
  14. Por último a empresa quer atestar que raramente se encontra numa organização empresarial uma equipe de colaboradores tão comprometida, tão profissional e tão responsável na execução do trabalho como existiu na Cidade Verde. Tudo isso é muito reconhecido pelos passageiros e pela população de Vitória da Conquista e, por essa razão a direção da empresa, quer de todo o coração. agradecer a cada um dos senhores por ter nos honrado com esse dedicado trabalho.
  15. Caso algum dos senhores tenham alguma dúvida sobre o Acordo, o diretor da empresa estará à disposição na garagem para prestar os devidos esclarecimentos.
  16. Não gostaríamos de nos despedir dos senhores, mas sim, dizer um “até logo”. Penso que ainda nos encontraremos em Vitória da Conquista, cidade que também aprendemos a amar. Nesse provável encontro, os senhores serão nossos ilustres convidados e, se quiserem, nossos parceiros.

 

Muito obrigado

CIDADE VERDE

 

Covid-19: Homem de 78 anos morre e total de óbitos chega a 200; Confira o boletim


Nesta terça-feira (24) Vitória da Conquista registra um total de 11.176 casos confirmados da Covid-19, sendo que 10.481 deles são de pessoas já recuperadas. Outros 495 pacientes diagnosticados com a doença continuam em processo de recuperação (30 internados e 465 em tratamento domiciliar) e 200 moradores do município evoluíram para óbito.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), até hoje, foram registradas 42.736 notificações, dos quais 13.743 casos foram descartados e 14.612 apresentaram síndrome gripal não especificada. Deste total, ainda há 3.205 casos que aguardam classificação final, sendo que 2.948 aguardam por investigação laboratorial e 257 casos que aguardam resultado de exame RT-PCR (LACEN Municipal e LACEN Estadual).

Nesta terça, foi notificado mais um óbito:

200º óbito – Homem de 78 anos, portador de Diabetes, Hipertensão Arterial Sistêmica e Acidente Vascular Cerebral (AVC). Estava internado no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) desde o dia 14 de novembro, onde veio a falecer no dia 18 de novembro.

Ocupação de Leitos – A rede hospitalar do SUS no município dispõe de 153 leitos para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pelo novo Coronavírus. Desses, 83 são de enfermarias e 70 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Neste momento, estão internados 71 pacientes que, além de Vitória da Conquista, são oriundos dos seguintes municípios:

  • ANAGÉ,
  • BARRA DO CHOÇA,
  • BARREIRAS,
  • BELO CAMPO,
  • CAETANOS,
  • CAETITÉ,
  • ENCRUZILHADA,
  • EUNÁPOLIS,
  • FIRMINO ALVES,
  • GUANAMBI,
  • IBICUÍ,
  • IBICOARA,
  • IBIPITANGA,
  • ITAPETINGA,
  • ITUAÇU,
  • LAGOA REAL,
  • LAGOA GRANDE,
  • LIVRAMENTO DE NOSSA SENHORA,
  • MANOEL VITORINO,
  • MIRANTE,
  • PALMAS DE MONTE ALTO,
  • PIRIPÁ,
  • POÇÕES
  • TREMEDAL

Clique aqui para acessar o Boletim epidemiológico completo.

Call Center– A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem sintomas suspeitos.

● Telefones fixos:(77) 3429-3468/3429-3469/3429-3470
● Celulares:(77) 98834-9988 / 98834-9900 / 98834-9977 / 98834-9911 / 98856-4242 / 98856-4452 / 98856-3722/ 98825-5683/ 98834-8484
● Call Center Noturno:(77) 98856-3397/98856-5268
● Call Center do Trabalhador de Saúde:(77) 98809-2988 / 98809-2919 / 98809-2965