[AEROPORTO VCA]: Herzem acusa Zé Maria Cayres de “não falar a verdade” sobre captação de recursos e participação de Geddel


O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), em entrevista ao programa Bem Bolado (Melodia FM), do radialista Isaac Cabral, acusou o presidente do Movimento “Conquista Pode Voar Mais Alto”, José Maria Cayres, de “não falar a verdade” em relação ao Aeroporto Glauber Rocha no que diz respeito ao empenho de Geddel e Lúcio Vieira Lima e real participação do governo da Bahia na obra. O prefeito diz ter provas de que a contribuição do governo Rui Costa (PT) no empreendimento foi de apenas 0,01%. “O Zé Maria, da Maxitour (empresa de turismo), precisa caminhar com a verdade”, bradou Herzem. O prefeito de Conquista,disse ainda que Cayres “induziu” ao erro” o âncora do programa Resenha Geral (Brasil FM),  jornalista Robson do Val.

Segundo Gusmão, a primeira etapa do novo aeroporto custou 60 milhões de reais e a verba foi viabilizada pelo empenho do prefeito de Salvador ACM Neto e seu pai, Antônio Carlos Magalhães Júnior. “Eu gostaria que alguém provasse o contrário”, desafiou. “Desses 60 milhões, o governo do estado entrou com 10%, (…) só que eles [PT], não tocaram a obra, ficou travada em Brasília”, disse.

Herzem falou ainda que José Maria Cayres  solicitou sua intervenção para agendar uma audiência com os irmãos Vieira Lima, mas o empresário não compareceu. “Inventou uma história e não foi”, acusou Gusmão. O prefeito disse que uma segunda vez,  Cayres pediu novo encontro com Geddel e Lúcio, dessa vez para acelerar o processo de construção do Terminal, e mais uma vez, o presidente do movimento ‘Conquista Pode Voar Mais Alto’, não compareceu.

“ENTREVISTA INFELIZ”,  DIZ JOSÉ MARIA CAYRES

Procurado pelo Blog do Caique Santos, o empresário José Maria Cayres classificou a entrevista do prefeito Herzem Gusmão como “infeliz”, ao acusá-lo de faltar com a verdade  e induzir ao erro o radialista Robson do Val. “Com relação ao âncora do programa Resenha Geral, que ao meu ver é um dos mais conceituados jornalistas da Bahia e por isso, em nenhuma hipótese, será induzido por qualquer entrevistado, não seria por mim, portanto, induzido ao erro (…) em nenhum momento ele concordou comigo na entrevista”.

Zé Maria afirma que esteve sim  com Geddel, quando  o mesmo era vice-presidente da Caixa Econômica Federal, para interceder junto ao Ministro Moreira Franco, por serem do mesmo partido (MDB). “Na época Moreira Franco era ministro de Dilma Roussef, não de Michel Temer, isso faz muito tempo, talvez por isso o prefeito Herzem Gusmão tenha esquecido das datas”, disse Cayres.

Sobre a acusação de ter “dado o bolo” e “inventado” uma desculpa para não ir à audiência com Geddel, o empresário diz não ter ido à Brasília por não ter sido convidado pelo Vieira Lima. “Eu fui à Brasília com 7 vereadores de Vitória da Conquista, portanto não é verdade, eu não recusei de ir à Brasília”, rebate.

Cayres disse ainda que nunca mencionou quanto o governo do Estado da Bahia contribuiu com o novo aeroporto. “Eu tenho a convicção que a elaboração do projeto custou 3 milhões de reais e foi bancada pelo Estado. Sei também que toda a desapropriação da área, foi contrapartida do Estado da Bahia, agora,  esse percentual de 0,01% que o prefeito diz, não conheço esse documento. Nunca contestei, nunca entrei em valores, até porque não cabe ao Movimento questionar quem foi que deu mais, quem foi que deu menos (…) pra mim o grande interesse é que o aeroporto saia”, concluiu.

 

“O Zé Maria, da Maxtour precisa caminhar com a verdade”, OUÇA ABAIXO:

RESPOSTA DO JOSÉ MARIA CAYRES:

PARTE I

PARTE II

 

Taxistas protestam contra Prefeito Herzem e anunciam a falência do transporte público de Conquista


Taxistas ligados a cooperativas e autônomos se uniram na manhã desta quinta-feira (21) para percorreram as ruas de Vitória da Conquista (BA) em protesto contra a falta de regulamentação municipal dos aplicativos de transporte e vans e a suspensão da fiscalização contra o transporte clandestino.

Os taxistas engrossam o coro da Viação Cidade Verde e do vereador Professor Cori (PT), que já anunciaram a falência do transporte coletivo da cidade.

Munidos de cartazes, palavras de ordem e discursos através de carro de som, os profissionais do volante começaram a concentração na praça Sá Barreto. De acordo com os organizadores, o objetivo da manifestação é chamar a atenção da população para o colapso geral do sistema de transporte público e pressionar o Prefeito Herzem Gusmão a enviar para a Câmara de Vereadores o Projeto de Lei que instituirá regras para que motoristas de aplicativos possam integrar legalmente o sistema de transporte.

Os taxistas acusam a empresa Ubber de “dumping”, quando uma empresa vai para outro país e vende seus serviços por preços extraordinariamente abaixo do valor de mercado para eliminar a concorrência e após isso, dominar o mercado e aumentar o preço.

De acordo com Nilson Pinheiro, diretor do Sindicato dos Taxistas, a quantidade de exigências e gastos que eles são obrigados pelo município é injusta quando comparada com a total flexibilidade para com os motoristas de aplicativos. “Eles levam o faturamento para os Estados Unidos e a cidade não fica com nada. Nós passamos por uma série de exigências, temos que ter uma permissão da prefeitura, pagar alvará, 2 vistorias por ano, carteira do condutor e do auxiliar, temos que apresentar atestado médico 2 vezes por ano, passar pela vistoria do Ibametro, temos que ter a placa vermelha. Isso é injusto, queremos respeito e atenção do poder público municipal”, revolta-se Pinheiro.

Há 8 meses que os taxistas encaminharam ao prefeito uma proposta de legalização baseada na aprovação de lei no Congresso Nacional que determina que o município é quem tem a obrigação de regulamentar os aplicativos.

Os taxistas também queixam-se da atuação dos agentes dos Simtrans. “Estamos recebendo muitas multas. Tem colega que levou multa só porque entrou em uma avenida e esqueceu de ligar a seta. Queremos também que o prefeito crie áreas de embarque e desembarque nas ruas para que a gente possa trabalhar. Já estamos prejudicados pelo transporte clandestino e ainda no Centro estamos impedidos de embarcar e desembarcar os passageiros”, diz o taxista Luis.

Ainda de acordo com a direção do Sindicato dos Taxistas, o Procurador do Município, Dr. Murilo Mármore, disse recentemente que “não é o momento” de fazer a regulamentação.

EMPRESA DE ÔNIBUS – Após a saída da Viação Vitória, a Cidade Verde assumiu emergencialmente o lote vago. O prazo emergencial já passou e a empresa já anuncia extraoficialmente que está prestes a deixar a cidade, alegando quebra contratual da Prefeitura no que diz respeito ao equilíbrio econômico-financeiro, causado pela falta de fiscalização e regulamentação do transporte clandestino e dos aplicativos.

A crise do transporte público e a falta de ação por parte do Prefeito Herzem Gusmão, levou o Secretário de Mobilidade Urbana, Ivan Cordeiro, a pedir demissão, alegando “não comungar com a perspectiva que esse governo vem apresentando sobre a gestão da cidade”, Cordeiro disse que tentou “até o último minuto, contribuir, com muito trabalho, para melhorar a vida da nossa gente”.

O prefeito de Conquista até o momento não se pronunciou sobre as reivindicações dos taxistas e a ameaça que da empresa Cidade Verde, veiculada na imprensa local, de abandonar a cidade ou até mesmo extinguir a função de cobrador para manter o equilíbrio econômico contratual.

Reportagem e fotos por Caique Santos

FOTOS:

“Não comungo com a perspectiva que esse governo vem apresentando”, diz Ivan Cordeiro


Um dos homens de confiança do prefeito Herzem Gusmão acaba de abandonar o governo. Ivan Cordeiro entregou o cargo de Secretário Municipal de Mobilidade Urbana, uma das pastas mais problemáticas da gestão de Gusmão. Cordeiro, também atuou como.Secretario Municipal de Serviços Públicos no início da gestão.

Em mensagem enviada ao prefeito, Ivan agradece a oportunidade de servir à sua cidade, mas diz que “não comunga” com a perspectiva que o governo vem apresentando sobre a gestão da cidade. “Tentei, até o último minuto, contribuir, com muito trabalho, para melhorar a vida da nossa gente”, diz Cordeiro.

Com a saída de Ivan foi nomeado Jackson Apolinário Yoshiura.
Leia a íntegra da carta de demissão de Ivan: 
Prefeito Herzem Gusmão,
Venho agradecer a oportunidade de servir à minha cidade como secretário de Serviços Públicos e de Mobilidade Urbana. 
Agradeço aos servidores que sempre se comportaram de forma competente e prestativa em suas atividades, sempre com muita gentileza para comigo. 
Todavia, não comungo com a perspectiva que esse governo vem apresentando sobre a gestão da cidade. Tentei, até o último minuto, contribuir, com muito trabalho, para melhorar a vida da nossa gente. 
Assim, coloco à sua disposição, de maneira irrevogável, o cargo de secretário de Mobilidade Urbana. 
Nada mais havendo a tratar,
Ivan Cordeiro da Silva Filho.

Embasa diz que problemas elétricos continuam afetando abastecimento em Vitória da Conquista e Belo Campo


Leia a íntegra do comunicado enviado a imprensa:

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informa que o sistema integrado de abastecimento de Vitória da Conquista registra redução de 20% na oferta de água distribuída devido a problemas elétricos em equipamentos na barragem de Água Fria e na estação de tratamento. Desde o último domingo (17), os problemas estão provocando um déficit na (mais…)

[CONQUISTA]: Projeto de lei quer obrigar Embasa a instalar bloqueador de ar em hidrômetros sem custo ao usuário


Entrou em discussão na Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista o Projeto de Lei de  nº 13/2019, de autoria do vereador Jorge Bezerra (SD), que pretende assegurar aos usuários dos serviços de água o direito de instalar equipamento bloqueador eliminador de ar na tubulação de água do hidrômetro. O objetivo é garantir ao consumidor o pagamento justo pelo consumo de água, levando em conta que comprovadamente existe um sobre consumo em torno de 30% nas contas.

O projeto determina que os custos da instalação do aparelho ficarão sob a responsabilidade da empresa concessionária fornecedora dos serviços de água, sem nenhuma despesa para o proprietário do imóvel. O PL 13/2019 entrou em pauta na última sessão desta sexta-feira (15).

“A empresa concessionaria dos serviços de abastecimento de água no Município de Vitória da Conquista, [fica] obrigada a instalar, mediante solicitação do consumidor, equipamento bloqueador eliminador de ar na tubulação que antecede o hidrômetro de seu imóvel” e “os hidrômetros a serem instalados, após a publicação desta Lei, deverão ter o eliminador bloqueador de ar instalado conjuramente, sem ônus para o consumidor”, diz o texto do PL.

LEI ESTADUAL

No final de 2015, a Assembleia Legislativa da Bahia aprovou  o Projeto de Lei 21.734\2015, que assegura aos usuários dos serviços de água e esgoto, em toda a Bahia, o direito de comprar e ter instalado o aparelho eliminador de ar. Neste caso, a Lei estadual não assegura que a Embasa fique com todo o custo da aquisição e instalação do equipamento. Hoje, o consumidor que decidir pela aquisição e instalação do equipamento deve encaminhar pedido a Embasa. O custo da instalação é determinado pela empresa que fornece água. (mais…)

Rui anuncia últimos quatro nomes para o secretariado estadual


Os quatro últimos nomes do secretariado estadual foram anunciados pelo governador Rui Costa para a segunda gestão, durante o programa #PapoCorreria, transmitido ao vivo nas redes sociais, nesta segunda-feira (18).

A atual secretária Cibele Carvalho permanecerá na Secretaria de Relações Institucionais (Serin). Na pasta do Desenvolvimento Rural (SDR), assume Josias Gomes; na da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins; e na de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Adélia Maria de Melo Pinheiro.

No dia 7 de fevereiro, durante cerimônia no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, Rui deu posse à parte do secretariado que já havia sido anunciada anteriormente, e aproveitou para anunciar o nome do novo secretário de Desenvolvimento Urbano, Sérgio Brito.

Na ocasião, tomaram posse os novos secretários do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira; de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Leonardo Goes; do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães; do Turismo, Fausto Franco; e da Agricultura, Lucas Costa.

Também foram empossados os secretários Manoel Vitório (Fazenda), Edelvino Góes (Administração), Nestor Duarte (Administração Penitenciária), André Curvello (Comunicação Social), Bruno Dauster (Casa Civil), Maurício Barbosa (Segurança Pública), Fábio Vilas-Boas (Saúde); Marcus Cavalcanti (Infraestrutura); Arany Santana (Cultura), Julieta Palmeira (Política para as Mulheres); Fabya Reis (Promoção da Igualdade Racial); o vice-governador João Leão (Desenvolvimento Econômico); Jerônimo Rodrigues (Educação); e Walter Pinheiro (Planejamento).

[FOTOS]: 9º BEIC forma 22 novos Sargentos da PM em Conquista


Sargento PM Marcelo Ferreira, maior nota 

O 9º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação – 9º BEIC – promoveu uma solenidade para concluir e apresentar à sociedade 22 novos Sargentos da Polícia Militar. A cerimônia realizada no pátio do 9º Batalhão na última sexta-feira (15) reuniu autoridades e pessoas da comunidade, além de familiares e amigos dos policiais formandos.

Os que mais se destacaram nos 90 dias de curso, foram premiados como forma de reconhecimento da dedicação e empenho pessoal. Os três policiais que tiveram maior nota na graduação foram os Sargentos Marcelo Ferreira da Silva Nascimento, primeiro lugar com nota 9,93, seguido do PM Nilson Barros Pires, na segunda colocação, com nota 9,92 e o PM Manoel Aparecido Ribeiro Pereira, terceiro, com nota final 9,85.

Para o Sargento PM Marcelo Ferreira, o curso reforça, através de técnicas e conhecimentos, a determinação do cumprimento do dever. “Juramos defender a sociedade, ainda que pra isso tenhamos que entregar a nossa vida. Esperamos que os ensinamentos aqui adquiridos nos possibilite gerar a sensação de tranquilidade significativa no seio da sociedade. Nosso melhor resultado será garantir que cada cidadão possa dormir com tranquilidade em seus lares sabendo que há alguém vigilante e guardando por eles”, diz o PM que é da cidade de Riacho de Santana (BA). “Hoje renovei meu juramento que fiz há 22 anos”, emocionou-se.

 

Confira as fotos feitas pelo jornalista Caique Santos

Bebianno é demitido do Governo Bolsonaro


O ministro da Secretaria-Geral, Gustavo Bebianno (PSL) foi exonerado do Governo Bolsonaro na noite desta segunda-feira (18). O anúncio foi feito pelo porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros. O motivo da demissão, segundo o porta-voz, é de “foro íntimo” do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Bebianno é o primeiro ministro a deixar o governo. Ele despachava do Palácio do Planalto e foi um dos coordenadores da campanha presidencial de Bolsonaro em 2018.

A demissão ocorre durante uma crise no governo, ocasionada pela denúncia de utilização de candidaturas laranjas por parte do PSL, partido do clã Bolsonaro. Um desentendimento entre Bebianno e o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro piorou a situação, que acabou com a demissão do agora ex-ministro.

[VÍDEO]: Falha humana quase provoca colisão de aviões em Fernando de Noronha; Assista


Um vídeo que circula em redes sociais mostra um avião arremetendo para evitar uma colisão com outra aeronave do aeroporto de Fernando de Noronha (PE). O episódio ocorreu no domingo.

A gravação mostra um avião da Gol interrompendo o processo de descida porque uma aeronave da Azul já estava na pista.

Em nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) afirmou que a manobra “ocorreu dentro dos padrões de segurança das regras de tráfego aéreo” e “foi classificada como normal”. De acordo com o texto, “não houve risco nenhum aos envolvidos no caso”.

A Gol informou que o comandante do voo, que vinha de Recife, “tinha contato visual com a aeronave que ainda taxiava pela pista” e que, após a liberação da pista, o pouso foi realizado “em total segurança”. A Azul afirmou apenas que “a arremetida é um procedimento previsto nas operações de pouso”.

A falha foi do controlador no radar e da torre no visual. A Gol estava com 180 passageiros a bordo e a Azul com 120. Felizmente ninguém ficou ferido.

Fonte: O GLOBO

Prefeito assina decreto de emergência após estragos devido às chuvas do domingo


O prefeito municipal de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, decidiu assinar decreto de emergência, que será publicado no Diário Oficial desta segunda-feira, 18. Neste domingo, 17, foi registrado um índice de precipitação de 29 milímetros em um período inferior a 30 minutos – o que é considerado muito alto pelos meteorologistas. (mais…)