[CONQUISTA]: Cidade Verde fará demissão em massa, afirmam rodoviários


O Blog do Caíque Santos recebeu na noite desta sexta-feira (03), informações de rodoviários da empresa Cidade Verde dizendo que a mesma anunciou que até o final deste mês deve demitir cerca de 330 funcionários. O motivo seria a desistência de operar, em caráter emergencial, o lote 1, que antes era da Viação Vitória.

Desde o mês passado a Cidade Verde emitiu um Ofício informando à Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista que não mais iria operar nas linhas do lote 01. A CV alega ser insustentável financeiramente a continuidade dos serviços, em face da concorrência desleal do transporte clandestino, em especial o feito pelos vanzeiros,

De acordo com a Viação Cidade Verde, a condição fundamental para que a empresa aceitasse assumir emergencialmente o lote da Viação Vitória, era o compromisso da Prefeitura de Conquista de coibir com extrema rigidez as vans que atuassem nas linhas que o edital garante pertencerem às empresas licitadas. (mais…)

Menino fica paraplégico após engasgar com pedaço de maçã na creche e caso serve de alerta


Neihana não consegue se mover, engolir nem falar.

Neihana é um menino que tinha 1 ano e 10 meses quando ficou paraplégico após comer um pedaço de maçã na creche. O menino engasgou com um pedaço da fruta, ficou sem respirar e teve uma parada cardíaca.

Com o acidente, Neihana sofreu paralisia cerebral e precisou ficar internado por 2 meses e, como sequela, o menino que era até então saudável, acabou ficando paraplégico, incapaz de engolir e falar.

O caso que aconteceu em maio de 2016 só foi divulgado recentemente pela médica Sarah Alexander da ONG Global Child Forum. “O menino agora tem lesão cerebral hipóxica e uma severa paralisia cerebral, ele não consegue falar, engolir e nem mover seu corpo”, explicou.

Ela usou o exemplo para alertar sobre o risoc de dar alimentos crus ou difíceis de mastigar para crianças pequenas. “Dar alimentos como um pedaço de maçã crua, pipoca, uva, entre outros, para crianças pequenas que podem engasgar facilmente, como a creche fez, não é recomendado”, contou a médica.

O menino que é de Rotorua, na Nova Zelândia, tem uma irmã gêmea e continua fazendo acompanhamento médico porque desde o acidente tem sofrido com uma série de infecções no pulmão.

A decisão da ONG de tornar público o caso de Neihana veio de um acordo da família para alertar sobre os riscos de oferecer alguns alimentos que são mais fáceis levar a criança a se engasgar, como no caso do pedaço de maçã.

Fonte: Revista Pais & Filhos

CURTA 5 realiza Minicurso de Produção de Vídeo Estudantil no IFBA; Inscrições gratuitas


O CURTA 5 – Festival Estudantil de Curtas do IFBA realiza, nos dias 07 e 08 de maio, o primeiro Minicurso de Produção de Vídeo Estudantil. A produção de vídeo como ferramenta pedagógica é um dos pilares do Curta, e o intuito do minicurso é compartilhar com alunos, professores e servidores experiências na área do audiovisual, possibilitando um maior conhecimento dessa linguagem criativa para a criação de novos projetos.

O minicurso acontecerá no auditório do CVT, no campus Vitória da Conquista, e terá carga horária de 08 horas comprovadas em um certificado. Serão ofertadas 40 vagas. O evento conta com o apoio da CASA Cineclube, Lumus Fotografia, Núcleo de Jornalismo e Comunicação da Escola Normal – NJCTV (Instituto de Educação Euclides Dantas – IEED) e da Secretaria Municipal de Educação de Vitória da Conquista.

A programação do dia 07 é direcionada a professores e coordenadores da Rede Municipal de Ensino de Vitória da Conquista, que podem realizar suas inscrições até o dia 03 de maio na Secretaria Municipal de Educação. Já no dia 08, o público alvo é de professores e estudantes do IFBA, e também da Rede Estadual de Ensino e da Rede Particular, suas inscrições podem ser realizadas até o dia 06 de maio às 16h, pelo formulário. As inscrições são gratuitas. (mais…)

OAB e MPT promovem audiência pública sobre Sistema de Proteção Trabalhista


A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção de Vitória da Conquista e o Ministério Público do Trabalho (MPT) realizarão na próxima terça-feira (07) uma Audiência Pública com o tema “Sistema de Proteção Trabalhista: Competências e Atribuições”. O encontro voltado para sindicatos, advogados, trabalhadores e demais instituições, ocorrerá no auditório da OAB (Rua Rotary Club, 103 – Centro) às 17h.

O evento tem como foco a defesa do trabalhador em uma perspectiva pós-reforma trabalhista e contará com palestras, promovendo uma discussão mais ampla sobre o sistema de proteção trabalhista.

Serão duas exposições, a primeira ministrada pelo Conselheiro Federal Ubirajara Ávila, com o tema: “A importância da assessoria jurídica para os sindicatos: desafios e perspectivas diante do cenário adverso enfrentado na atualidade”. Em seguida, a Procuradora do Trabalho, Verena Borges, abordará o tema: “MPT e Sindicatos: Limites, atribuições e competência para defesa dos direitos individuais homogêneos”.

Ministra Damares Alves nega que vá deixar o governo


A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, negou que vá deixar o cargo: “Informo que não pretendo sair o governo”, diz o texto da nota, sem dar mais informações.

Uma reportagem publicada nesta sexta-feira (03) pela revista VEJA afirma que a ministra teria pedido ao presidente Jair Bolsonaro para deixar o comando da pasta. Os motivos seriam cansaço pela rotina estressante e problemas de saúde, além de ameaças de morte.

Segundo a VEJA, ela abandonou sua residência em Brasília e passou a morar em um hotel, cujo o endereço é mantido em sigilo.

Por orientação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a ministra passou a não antecipar a agenda de atividades e a segurança dela foi reforçada.

Por fim, o texto cita que Damares Alves avisou Bolsonaro que deixará o ministério apenas quando concluir os principais programas da pasta. Mesmo com a insistência do presidente da República, a ministra reforçou que permanecerá no cargo até, no máximo, dezembro deste ano.

Revista Exame

Rede Bahia promove demissão em massa; Leia a nota divulgada pela empresa


O mês de maio começou com cortes na equipe da Rede Bahia. Em crise, a afiliada da Globo no estado deu início nesta quinta-feira (2) a um processo de demissões.

Cerca de 100 funcionários devem ser desligados da emissora. O principal motivo da redução no quadro de colaboradores seria o corte de gastos. Outro motivo que corre nos bastidores é que a emissora estaria sofrendo com a baixa audiência que vem desde 2018.

Entre os nomes que foram cortados da emissora estão os de Telma Verçosa, responsável pela documentação da Rede Bahia, Mara Viana, Ana Valéria e a produtora Márcia Freire.

Em nota, a Rede Bahia disse que está fazendo um “redesenho no seu portfólio de produtos” e que “tem investido na modernização dos processos de trabalho”, a fim de “aumentar a produtividade e manter a segurança operacional.

Veja o comunicado na íntegra:

A Rede Bahia informa que está realizando um redesenho no seu portfólio de produtos e na governança das suas empresas. O grupo tem investido na modernização dos processos de trabalho, evoluindo no uso de tecnologias avançadas, o que vem permitindo aumentar a produtividade e manter a segurança operacional. Com isso, alguns profissionais finalizam seus ciclos, seja por aposentadoria, para assumirem novos desafios ou por decisão empresarial. A todos eles, indistintamente, a Rede Bahia agradece pelo tempo dedicado e pelo trabalho realizado. (mais…)

Ameaçada de morte, Ministra Damares Alves pede a Bolsonaro para deixar o governo, diz ‘Veja’


DIAS CONTADOS –  A ministra Damares e o presidente Bolsonaro: em conversa recente, ela disse que pretende deixar o governo até, no máximo, o fim do ano (Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

A ministra Damares Alves é a estrela mais vistosa da constelação de evangélicos do universo político. Há alguns dias, ela se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro para discutir seu futuro. Depois de fazer um balanço das atividades do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares comunicou que vai deixar o cargo. Alega que está cansada e precisa cuidar da saúde, que anda debilitada. Desde que assumiu o comando da Pasta, há quatro meses, a ministra enfrenta uma rotina estressante — mas com um ingrediente incomum: Damares recebe ameaças de morte. Com isso, ela abandonou sua residência, em Brasília, e passou a morar num hotel, cujo endereço é mantido em segredo. Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), Damares também não costuma antecipar a agenda, circula pela cidade escoltada e um segurança fica postado na entrada de sua sala durante todo o expediente.

A saída da ministra e pastora evangélica do governo não significa perda de influência dos religiosos. VEJA apurou que, na conversa com o presidente, Damares informou que deixará o ministério apenas quando tiver concluído a revisão dos principais programas da Pasta, o que inclui um pente­-fino que já detectou inúmeras fraudes e o treinamento da equipe que vai tocar o trabalho sem ela. A ministra (mais…)

Ministério Público Federal apura cortes das verbas das universidades federais


Um inquérito civil público foi instaurado pelo Ministério Público Federal (MPF) para investigar os critérios que embasaram o corte de verbas das universidades públicas federais.

Segundo o MPF, o inquérito tem como ponto de partida a apuração do bloqueio de 30% do orçamento da Universidade Federal da Bahia (Ufba) pelo Ministério da Educação (MEC), ligados às declarações do ministro da Educação para a imprensa de que as instituições alvo do corte estariam realizando movimentos partidários que qualificou como ‘baldúrdia’.

Ainda de acordo com o órgão, o passo inicial na investigação foi oficiar o reitor da Ufba. Agora, o MPF “‘quer ouvir a universidade sobre os critérios de corte de recursos e sobre a suposta piora no desempenho acadêmico da instituição, em comparação com outras universidades federais que tiveram reduções orçamentárias inferiores”. (mais…)

STF suspende permissão para gestante trabalhar em atividade insalubre


O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu por meio de liminar (decisão provisória) o trecho da reforma trabalhista que abria a possibilidade de gestantes trabalharem em atividades insalubres.

Pelo artigo 379-A da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), cuja redação foi dada pela reforma aprovada em 2017, as gestantes deveriam ser afastadas de atividades insalubres somente “quando apresentar atestado de saúde, emitido por médico de confiança da mulher, que recomende o afastamento durante a gestação”.

Moraes tornou sem efeito o trecho da lei, o que torna obrigatório o afastamento da gestante de atividades insalubres de qualquer grau. Para o ministro “a proteção da mulher grávida ou da lactante em relação ao trabalho insalubre, caracteriza-se como importante direito social instrumental protetivo tanto da mulher quanto da criança”. (mais…)

Brasil é o 6º país mais perigoso do mundo para jornalistas, diz Unesco


Relatório divulgado nesta terça-feira (30) pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) informa que 64 jornalistas, profissionais de imprensa e comunicadores foram mortos no exercício da profissão no Brasil entre 1995 e 2018. O documento Violência Contra Comunicadores no Brasil: um Retrato da Apuração nos Últimos 20 Anos foi elaborado pelo Conselho Nacional do Ministério Público e pela Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp).

“Hoje o Brasil é um dos países mais violentos no que diz respeito ao ambiente de atuação dos comunicadores – nos posicionamos em sexto lugar no ranking de nações mais perigosas para jornalistas, segundo a [Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura] Unesco. Estamos atrás apenas de países em manifesta crise institucional, política e até humanitária, como Síria, Iraque, Paquistão, México e Somália”, diz o relatório. (mais…)