Conquista: Polícia Civil prende integrantes de ORCRIM que ameaçou moradores do bairro Guarani


A Polícia Civil , através da equipe da DTE (Delegacia de Combate a Tóxicos e Entorpecentes), efetuou na presente data, a prisão em flagrante delito de dois integrantes de “organização criminosa” envolvida com o tráfico de drogas, roubo e a prática de vários homicídios, além do terror imposto recentemente com ameaças pela internet com o “toque de recolher” aos comerciantes e pichações com a sigla da “facção criminosa” por diversos bairros da cidade.

Após investigações da Polícia Civil, foi descoberto que a casa de um dos acusados, localizada no bairro Guarani , estava sendo utilizada por integrantes da referida “facção criminosa” para guardar armas de fogo e drogas , sendo cumprido um mandado de busca e apreensão representado pela Delegacia especializada e expedido pela Justiça.

Na operação policial foi apreendido um revólver calibre 38, com numeração suprimida , municiado com 06 cartuchos intactos , utilizados em vários delitos , maconha para comercialização, celular e notebook , cujos objetos serão periciados .

Os autores presos já possuem antecedentes policiais por roubo , tráfico e uso de drogas e foram apresentados na DTE , onde foram interrogados e posteriormente encaminhados para o presídio de Vitória da Conquista , onde ficarão custodiados à disposição da Justiça.

ENTENDA O CASO

Circulou nas redes sociais de Vitória da Conquista no dia 27 de janeiro, 02 áudios e um texto ordenando um toque de recolher nos bairros Guarani, NS Aparecida, Lagoa das Flores e São Vicente determinado por uma facção criminosa.

Apesar de não ter sido possível provar a autenticidade dos áudios, nem identificar o autor, na tarde da quinta-feira (28), homens armados circulando em uma uma motocicleta, ordenaram aos comerciantes do bairro Guarani que baixassem suas portas.

Foto: Caique Santos

 

A reportagem do Blog do Caique Santos esteve no local e constatou, através do depoimento “em off’ de moradores locais, que de fato estes foram ameaçados. No momento em que estivemos lá, muitos moradores estavam nas ruas, comentando e assustados com a situação.

Homens ameaçam comerciantes que desobedeceram o toque de recolher

 

LEIA O TEXTO DIVULGADO EM GRUPOS DE WHATSAPP:

Boa Noite Moradores dos BAIRROS,GUARANI,LAGOA DAS FLORES,MECHICO,SAO VICENTE E IBIRAPUERA Pesso A Compreensão De Todos Dos Bairros
Não abram Bares,lanchonetes,mercados,lanhouse e etc.. No Dia 28/01/2021 Pois Averar Uma chacina, e todos locais que estiver aberto serão invadidos E Te Dar Tiroteios !
Fiquem em Casa Pesso Porfavor A Todos Que Compreendam Foram Informações Passadas Da Guerencia Geral

Com informações da DRACO/DTE/10a COORPIN – Vitória da Conquista

Governo Federal promete enviar mais kits de testagem RT-PCR para Conquista e discute ampliação de leitos de UTI-Covid


Recursos e insumos para o combate a Covid-19 foi pauta da reunião que a prefeita em exercício, Sheila Lemos, teve no Ministério da Saúde. A gestora foi recebida pelo assessor especial do ministro, Gustavo Pires.

“Discutimos com o assessor do ministro Eduardo Pazuello a possibilidade de ampliação no número de leitos UTI para tratamento de pacientes COVID-19, além do detalhamento para distribuição de vacinas”, explicou a prefeita em exercício.

No encontro ficou acordado que o Ministério irá destinar mais kits de testagem RT-PCR. “O Governo Federal, mais uma vez, sinaliza positivamente para as demandas do nosso município. Temos a certeza que logo após a aprovação do Orçamento da União receberemos mais recursos para o combate a esta terrível pandemia”, finalizou a prefeita.

Fonte: Prefeitura de Conquista

Conquista: Idosa de 92 anos recebeu 02 doses da Coronavac em 6 dias



Em Vitória da Conquista (BA),  cartões de vacinação da idosa Laurinda Ferreira Santos, 92 anos, revelam que ela recebeu 02 doses da CoronaVac, do Instituto Butantan, em um intervalo de apenas 6 dias. Uma foi aplicada no dia 04 de fevereiro e a outra no dia 10.

Os idosos a partir de 90 anos, como Dona Laurinda, foram incluídos na estratégia de vacinação em domicílio, iniciada no dia 02 de fevereiro, com o lote de 1.280 vacinas, recebidas no dia 31 de janeiro e ainda estão sendo vacinados nesta semana pelas equipes de imunização.

Sobre o ocorrido a Secretaria Municipal de Saúde disse que as equipes de Vigilância e Atenção Básica já identificaram o erro de vacinação da idosa, que foi notificado no sistema oficial do Ministério da Saúde e que a paciente está sendo monitorada a cada 24h para verificar qualquer tipo de evolução, mas  até o momento, não apresentou nenhuma intercorrência.

 

Conquista: Paciente com ‘Guillain-Barré’ aguarda há 02 meses que Sesab cumpra decisão judicial e forneça doses de imonuglobulina humana


Há 02 meses Evandir Goncalves Barbosa, 58 anos, vive um doloroso drama. Ele aguarda que a Secretaria de Saúde da Bahia – SESAB – cumpra uma decisão judicial e forneça um medicamento imprescindível para amenizar o sofrimento físico causado pela Síndrome de Guillain-Barré.

De acordo com o laudo médico do Hopsital Crescêncio Silveira, no dia 31 de agosto de 2020, Evandir iniciou uma paresia nos membros inferiores, que evoluiu com os dias e atinge agora os membros superiores.  No dia 14 de setembro o médico recomendou o tratamento com imonuglobulina humana, um remédio que não tem um custo acessível.

O Tribunal de Justiça da Bahia determinou no dia 02 de dezembro que o Governo da Bahia, através da Sesab, a entrega imediata da medicação quimioterápica IMUNOGLOBULINA HUMANA (DOSE 0,4G/KG, PERFAZENDO 26G), sendo 05 frascos por dia, pelo período de 05 dias, totalizando 25 frascos, na frequência e quantidade receitadas pelo prazo necessário ao seu tratamento.

Uma pessoa de Salvador se comoveu com o caso e fez a doação de 16 frascos, mas Evandir precisa de outros 9.

Quem puder ajudar doando a medicação pode entrar em contato com Honorina pelo whatsapp (77) 9996-8086

A Assessoria de Imprensa da Sesab informou através de e-mail à nossa redação que “o processo de compra, em formato de licitação, já foi deflagrado”, mas não deu previsão de data.

 

Esmeraldino afirma que Prefeitura tem ‘plano de execução para a volta às aulas’


Representantes da Prefeitura Municipal compareceram, na tarde desta terça-feira (9), a uma audiência pública promovida pela Câmara de Vereadores, para discutir o retorno às aulas presenciais nas escolas privadas e municipais de Vitória da Conquista.

Convocada através de iniciativa do vereador Augusto Cândido, a audiência convidou os principais segmentos que representam a educação no município e profissionais da área de saúde a debater sobre as viabilidades para o retorno seguro das aulas. Compareceram, representando a Prefeitura, o secretário municipal de Administração e presidente do Comitê Gestor de Crise, Kairan Rocha, e o secretário municipal de Educação, Esmeraldino Correia. (mais…)

CNTTT alerta: transporte público já soma 70 mil demissões


Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestres denuncia crise do setor e pede apoio ao Planalto e ao Congresso para evitar novos cortes, que podem levar à uma greve geral

Trabalhadores do transporte público urbano e metropolitano de passageiros vivem o pior momento da crise econômico-financeira causada pela pandemia da Covid-19, enfrentando demissões e atrasos em seus salários e benefícios devido à situação precária das empresas do setor. O quadro crítico foi relatado ontem ao Planalto, Câmara e Senado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestres (CNTTT), que pediu ações imediatas para recuperar o segmento e salvar empregos. A Confederação congrega 13 federações de base estadual e nacional e mais de 300 sindicatos de trabalhadores em transportes, com mais de 12 milhões de empregados em sua base.

Os ofícios enviados ao Presidente da República e aos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, além de comunicar a situação desses trabalhadores, registram a urgência de medidas a serem adotadas para solucionar os principais problemas do transporte público. “Já perdemos 70 mil postos de trabalho somente no público urbano e metropolitano de passageiros, em função da grave crise que afeta nosso segmento de serviços”, alerta Jaime Bueno Aguiar, presidente da CNTTT, nas correspondências enviadas.

No próximo dia 19 uma assembleia discutira a articulação de uma paralisação nacional do transporte público. 

Em resposta às demissões, a CNTT informa que há um crescente movimento de greve geral liderado pelos sindicatos e federações de base. Paralisações e protestos de trabalhadores dos transportes públicos já estão ocorrendo em vários municípios: Rio de Janeiro/RJ, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Fortaleza/CE, Florianópolis/SC, João Pessoa/PB, Maceió/AL, Manaus/AM, Natal/RN, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Salvador/BA, Vitória da Conquista/BA, São Luiz/MA, São Paulo/SP, Vitória/ES, Teresina/PI, Barreira/BA, Campinas/SP, Guarulhos/SP, Goiânia/GO, Londrina/PR, Maringá/PR, Presidente Prudente/SP, Ponta Grossa/PR e Sorocaba/SP, entre outros.

O documento enviado ao presidente Jair Bolsonaro lembra que o transporte público urbano e metropolitano de passageiros é um direito social básico equiparado à educação, saúde e segurança, por intermédio da Emenda Constitucional nº 90 (de 15 de setembro de 2015), mas o segmento tem sido tratado com descaso. O governo até prometeu ajudar o segmento de transportes, mas isso não se concretizou. “As interrupções dos serviços e a falta de pagamento dos salários trabalhadores em transportes terrestres são justificadas pelo empregador pela ausência de recursos financeiros, gerada pela queda brutal do número de passageiros pagantes transportados”, esclarece o presidente. “A Lei de Mobilidade Urbana (Lei Federal 12.587/2012) diz que a sustentabilidade econômica das redes de transporte público coletivo de passageiros deve ser garantida, mas infelizmente isso tem sido relevado”.

A CNTTT solicitou ao presidente Bolsonaro que destine recursos aos municípios para solucionar a grave crise vivida pelo setor, na forma de auxílio emergencial que garanta a continuidade da prestação do serviço de transporte público coletivo de passageiros, impactado pela pandemia; que estimule a discussão a respeito da modernização do marco regulatório do transporte público; que incentive a criação de fundos/projetos para o constante aperfeiçoamento de medidas relativas a esse serviço, entre outras soluções.

Congresso

Aos presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL); e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a Confederação pede a derrubada do veto presidencial ao Projeto de Lei 3364/20, que propõe auxílio emergencial de R﹩ 4 bilhões para sistemas de transportes em cidades acima de 200 mil habitantes ou proponha solução alternativa para garantir a continuidade da prestação do serviço de transporte público coletivo de passageiros. Também registra a necessidade de se apurar, nas duas casas legislativas, a correta aplicação dos recursos destinados aos municípios, especificamente no tocante à manutenção do transporte coletivo, entre outras medidas.

Para o presidente Jaime Aguiar, os trabalhadores não podem mais suportar o ônus do descaso e da falta de investimentos no setor transportes terrestres. “O transporte público é um serviço essencial e não pode ser tratado pelo Executivo e nem pelo Legislativo sem a devida importância que tem na vida das pessoas e no ordenamento urbano das cidades”, reforça e enfatiza: “Todo mundo falando da Ford, que vai demitir 5 mil, e estão esquecendo dos 70 mil que já perderam o emprego no transporte público.”

Nesse sentido, os ofícios registram estímulos concedidos pelo poder público a outros segmentos, como o transporte sob demanda por aplicativo, que caracteriza concorrência desleal e predatória ao setor; o fomento ao transporte individual de passageiros e até a preocupação com a perda de postos de trabalhos de outros setores da indústria e da cadeia produtiva do transporte terrestre, tão relevantes quanto as que ocorrem agora, além de enfatizar a omissão do Estado em garantir eficiência, rapidez e eficácia dos sistemas de transportes públicos no país.

Acesse os ofícios:

Contato imprensa:

FSB Comunicação

Socorro Ramalho/ [email protected] / 61 99202-8019

Nildo Freitas pede asfalto para o Vila Oeste e reforma de praça na Urbis VI


O vereador Nildo Freitas (PSC) usou a tribuna da Câmara Municipal, na manhã desta quarta-feira, 10, durante a sessão ordinária, para destacar um problema no Loteamento Vila Oeste, mais especificamente na Rua Dona Lira, local onde funciona uma escola infantil e a sede de uma instituição de atendimento a crianças autistas.
Ele explicou que o loteamento tem apenas três ruas e que o prefeito Herzem Gusmão se comprometeu em asfaltar a Rua Dona Lira, mas até o momento nada foi feito. “Muitos moradores já se mudaram de lá pela falta de estrutura. O secretário de Mobilidade Urbana tem conhecimento da situação, a rua está pronta para o serviço, porque já possua asfalto, mas a pavimentação foi destruída por conta de um trabalho executado pela Embasa”, explicou.
Reforma de praça – Nildo Freitas disse que esteve em reunião com a presidente da Emurc, Silvana de Cássia Pereira, para falar da situação de uma Praça na Urbis 6. “O campo de futebol está inundado com a chuva, fizeram a praça, mas não fizeram a drenagem”, afirmou, dizendo que a presidente garantiu que será feita uma nova obra para corrigir o problema. “Somos a voz da população e vamos continuar cobrando como fizemos durante quatro anos no rádio, esperamos que o prefeito cumpra a promessa”, concluiu.

Luciano Gomes acusa secretário de Mobilidade Urbana de descumprir determinações de Herzem Gusmão


Durante o seu pronunciamento na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), na manhã desta quarta-feira, 10, o vereador Luciano Gomes (PCdoB) acusou o secretário Municipal de Mobilidade Urbana de descumprir determinações do prefeito reeleito Herzem Gusmão (MDB), que está de licença médica para tratamento de saúde. “O prefeito fez o compromisso de asfaltar algumas ruas do Vila Marina e do Recanto dos Pássaros. Foi determinado pelo prefeito que o secretário executasse àquela obra”, lembrou ele. “O senhor Jackson Yoshiura não cumpriu a determinação do prefeito”, denunciou Gomes.

Jackson Yoshiura – SEMOB

 

O parlamentar apontou que o secretário não está acima do prefeito na hierarquia do Executivo Municipal. “Ele não está acima das ordens do gestor que o povo votou. Que o secretário cumpra esse compromisso, que precisa ser respeitado”, cobrou o edil.

Luciano Gomes apontou que o compromisso de Herzem não foi somente com seu mandato, mas com a população do Vila Marina e do Recanto dos Pássaros. “Foi um compromisso feito com a comunidade”, finalizou.

 

Cartel de empresas que prestam serviços ao Detran é alvo de Operação do MP em Salvador


Uma operação deflagrada na manhã desta quarta-feira (10) pelo Ministério Público da Bahia (MPBA), em conjunto com as polícias Civil e Rodoviária Federal, cumpre mandados de prisão e busca e apreensão em Salvador e Lauro de Freitas, cidade da região metropolitana, contra empresários que prestam serviços ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

De acordo com o MP-BA, os empresários atuam no ramo de estampamento de placas de veículos e teriam se unido para formar um cartel, fazendo uso de várias empresas em nomes de laranjas e familiares. Ainda de acordo com o MP, eles mantinham o esquema criminoso há mais de 30 anos.

Batizada de Cartel Forte, a operação cumpriu mandados expedidos pela 2ª Vara Criminal Especializada da Comarca de Salvador. Ao todo, sete pessoas físicas e cinco pessoas jurídicas são investigadas.

As buscas ocorreram na sede da Associação Baiana de Estampadores de Placas Veiculares, no Shopping da Bahia, em Salvador, e em empresas que prestam serviços no Detran, além da casa dos próprios investigados.

As investigações apontam que os membros da organização costumavam cobrar uma quantia considerável a empresários que queriam credenciar as suas empresas no ramo de estampamento. Eles também alteravam no sistema a escolha feita pelo consumidor na hora da compra, a fim de direcioná-lo para as participantes do esquema.

O MP-BA afirmou que não é possível calcular o valor exato do prejuízo à população, já que a concorrência nesse tipo de crime praticamente veta a concorrência, e o preço para o estampamento de placas acaba sendo tabelado pelo grupo criminoso.

Os envolvidos no esquema são investigados por crimes de formação de cartel, lavagem de dinheiro, associação criminosa, falsidade ideológica, fraude em licitações e alteração de dados indevidamente no sistema de informações. (G1)

Bancários de Vitória da Conquista denunciam na Câmara “ataque orquestrado” ao Banco do Brasil


Nesta quarta-feira, 10, bancários do Banco do Brasil de Vitória da Conquista se fizeram presentes na Câmara de Vereadores, para denunciar o que consideram “ataques e ameaças do governo federal ao Banco do Brasil”. A mobilização da categoria bancária é nacional e se levanta contra o desmonte do Banco do Brasil.

A agência ‘Estilo’ do Banco do Brasil, que fica ao lado do G. Barbosa e a outra, em frente à AABB estão atendendo parcialmente

De acordo com o Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista, desde janeiro a categoria está articulada para denunciar o mais recente ataque orquestrado pela gestão do banco que pretende fechar mais de cinco mil postos de trabalho, desativar 361 unidades, promover transferências compulsórias e retirar de funções. No último dia 29, bancárias e bancários paralisaram as atividades e dialogaram com a população sobre o retrocesso deste projeto.

Nesta semana, em mais uma tentativa de negociação com o banco, a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), esteve representando a categoria em reunião com o BB, desta vez mediada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). O encontro aconteceu na última segunda-feira (8) tendo como pauta a suspensão do descomissionamento de caixas e informações sobre o novo processo de reestruturação do Banco do Brasil. Mais uma vez, a gestão do banco não apresentou nenhuma informação, nem se comprometeu com a suspensão do processo.

Diante das negativas nas negociações, as funcionárias e os funcionários do BB, que compõem a base do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região aprovaram, em assembleia virtual na sexta-feira (5), pela adesão à paralisação nacional contra as reestruturações e também decretaram estado de greve até que as reivindicações sejam atendidas.

“À medida que a reestruturação do banco avança, a situação para bancários e para a população vai piorando cada vez mais. O banco anunciou que mais de 5.500 funcionários aderiram ao plano de demissão, isso demonstra o quanto os trabalhadores estão pressionados para deixarem a empresa e o quanto as condições de trabalho e de atendimento à população vão ficar precarizados. Por isso, não nos resta outro caminho a não ser continuar com as mobilizações e denúncias contra esse processo de sucateamento que o Banco do Brasil vem sofrendo”, afirma Leonardo Viana, presidente do Sindicato.