Conquista: Estudantes participam da Maratona UNICEF-SAMSUNG para a criação de aplicativos


Os estudantes da rede estadual de ensino, Márcia de Souza Santos, 16 anos e Filipe de Jesus Souza, 17, que fazem parte da incubadora de projetos do Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Vitória da Conquista (519 km de Salvador), estão entre os integrantes das 32 equipes finalistas da maratona UNICEF SAMSUNG. A iniciativa tem o objetivo de promover o desenvolvimento de projetos para dispositivos móveis que visem a utilização de aplicativos (APPs) nas salas de aula do ensino fundamental, do 6° ano 9º ano, nas áreas de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas. A Maratona é organizada pela Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (SOFTEX), em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e SAMSUG.

A maratona online, iniciada no dia 2 de julho, acontece até o dia 24 de agosto, quando as equipes já estarão com os seus respectivos aplicativos finalizados para serem testados e apresentados no evento final de certificação que será realizado de 8 a 11 de outubro. O evento reúne programadores, designers, desenvolvedores, estudantes, professores e inventores em geral.

A estudante Márcia de Souza Santos, que cursa o 3° ano do curso técnico em Segurança do Trabalho, no Centro Estadual de Educação Profissional Adélia Teixeira (CEEP), está na equipe CJCC BASP, que também conta com três estudantes universitários da Universidade de São Paulo (USP) e a professora da rede estadual Adriana Santos Sousa. Eles estão desenvolvendo o aplicativo “Cartográfico”, que tem a finalidade de explorar conteúdos de Matemática e Geografia de forma interdisciplinar.

“Estou muito feliz de participar de um projeto inovador como este, pois estamos ajudando outros estudantes a aprender de forma mais divertida. Com o nosso aplicativo, o usuário responderá desafios e questões sobre localização e outros conteúdos como Plano Cartesiano, no qual também haverá um jogo”, explicou a estudantes.

Já Filipe Souza está na equipe “TRIPulação” que, assim como todas as equipes, também possui estudantes universitários, a exemplo da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). A professora orientadora da rede estadual é Elmara Pereira de Souza. Eles estão desenvolvendo um aplicativo com o mesmo nome e que trabalha conteúdos de Inglês e História de forma divertida.

Para a professora Elmara de Souza, a maratona vai contribuir muito para o aprendizado dos estudantes. “Organizamos o grupo, elaboramos o projeto e fizemos a inscrição no edital com o objetivo de criar aplicativos que pudessem ser usados nas escolas públicas de todo o país. Foi uma grande surpresa ter nosso projeto selecionado entre vários do Brasil. Esta é uma grande oportunidade que os alunos têm de serem autores e de trabalharem em parceria com alunos de graduação para produzirem conhecimento que, com certeza, será muito útil para a vida deles”, ressalta a educadora.