Conquista: Servidores tomam as ruas em campanha salarial


Servidores públicos paralisaram as atividades nesta quarta-feira (11) ocupando a Prefeitura e as ruas com discursos e gritos de protestos contra o governo Herzem Gusmão. Trabalhadores juntamente com lideranças do SIMMP -Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista, SINSERV – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Vitória da Conquista e SINDACS – Sindicato de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate as Endemias da Bahia, reivindicam ajustes salariais, melhores condições de trabalho e ameaçam entrar em greve na semana que vem para pressionar a prefeitura a atender suas demandas.

“Não há uma previsão de valorização dos servidor, na verdade o governo não se planejou pra isso. No dia 26 de junho tivemos uma reunião com o governo e na verdade eles não estão dispostos a fazer os cortes necessários. Nos ofereceram 2,7%, que é irrisório, e no vale alimentação, chega a ser constrangedor, eles nos ofereceram R$ 6,00, para um profissional de 20 horas e R$ 12,00 para o servidor de 40 horas”, diz Ana Cristina, presidente do SIMMP.

Os professores programam uma panfletagem no próximo sábado (14), na inauguração da Avenida J. Pedral. Na próxima quarta-feira (18) um nova reunião com os profissionais da educação colocará em votação a decisão do estado de greve.

O presidente do Sindicato dos Servidores, José Marcos, disse que uma assembleia na tarde de hoje definirá os rumos do movimento, que não descarta a greve.

OUÇA ENTREVISTA COM ANA CRISTINA DO SINDICATO DO MAGISTÉRIO

OUÇA ENTREVISTA COM ZÉ MARCOS DO SINSERV

A Prefeitura se manifestou através de nota

Nota à Imprensa

A Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria Municipal de Administração, informa que tem mantido aberta a mesa de negociação do reajuste salarial com todos os sindicatos. Nesse sentido, sempre observando os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, o Município ofereceu a recomposição da inflação, evitando perdas para os servidores. Além disso, garantiu um aumento de 5% no Vale Alimentação.

Informa também que, durante a atual gestão do Governo Municipal, nunca houve atraso de salários dos servidores.
Além disso, esclarece que todas as secretarias municipais foram convidadas a elaborar um calendário de férias, visando conciliar o interesse do servidor com o bom funcionamento da administração pública.

 

VEJA AS FOTOS E VÍDEOS  DO PROTESTO