EDITORIAL: Duvide da P*#@!* toda


Fora Temer. Esse é o grito do brasileiros, mesmo “coxinhas” e “petralhas”. Vivemos uma época surreal. Petistas calados, enquanto o jornalismo da Globo, junto com Temer, criminalizam e criam “fatos” para mandar “prender e arrebentar” corajosos manifestantes que são apoiados por 87% da população.

A Esquerda afirma que o movimento é do DEM, de Bolsonaro e do MBL e que não vai participar, até porque estes (caminhoneiros) são hostis e falam em “intervenção”.

O fato é que o país entra em colapso, está a beira de um abismo e a esquerda fica soltando piadas nas redes sociais e esperando ver “o circo pegar fogo”.

Fica a questão: E os que não estão preocupados com o Lula e o PT e também não aprovam o governo Temer (que veio através da esquerda)? Quem representa essa gente? Os caminhoneiros? A Globo? Quem? Onde estão eles? Como esperam interagir em tudo isso? Apenas como eternas ‘vítimas’? O Brasil no divã. 

E a tal “esquerda”? Quem eles são, o que realmente pensam, quais partidos a representa? E o que dizer dos que não se identificam nem com a atual “esquerda” e nem com a Direita? São os “marginais”? Eu sou um marginal político, me sinto assim neste contexto. Como diz o poeta Cazuza, “Ideologia, eu quero uma pra viver”.