Ex-repórter da Band processa Datena por assédio sexual


Acusado de assédio sexual pela jornalista Bruna Drews, de 35 anos, o apresentador José Luiz Datena, de 61, levou falta na edição desta sexta-feira (18) do Brasil Urgente.

A denúncia feita pela jornalista ao Ministério Público de São Paulo veio a tona na última quinta-feira (17) e ganhou as redes sociais.

Na representação protocolada no MP-SP Bruna afirma que o veterano teria lhe dito que ela não precisava emagrecer porque já “era muito gostosa”, que diversas vezes teria se masturbado pensando nela e que achava “um desperdício” a profissional “namorar uma mulher”.

A situação teria acontecido em junho do ano passado, durante a comemoração do fim das gravações do quadro A Fuga em um bar de São Paulo.

Datena nega que tenha dito qualquer uma das declarações para Bruna. “Na comemoração, repeti a ela que ela era muito bonita e que não precisava emagrecer, porque ela já era competente. Tirando isso, todo o resto é mentira, calúnia e delírio”, disse.

Além do processo conta o apresentador, Bruna move uma ação trabalhista contra a Band. A emissora não se manifestou sobre o assunto.

“O processo trabalhista em questão tramita em segredo de Justiça, a pedido, inclusive, da própria autora. A Band está impedida de se manifestar sobre o assunto”, disse em nota.

Na manhã desta sexta Bruna compartilhou um texto em seu perfil no Instagram sobre o assunto. A jornalista afirma estar com a consciência limpa e tranquila. (Bahia.ba)