“Imagem de bom administrador caiu por terra”, diz Luciano Ribeiro sobre rombo nas contas de Rui


Líder da bancada de oposição na Assembleia Legislativa (AL-BA), o deputado Luciano Ribeiro (DEM), voltou a comentar o cenário de risco nas contas do governo e reiterou as críticas de que o governador Rui Costa (PT) praticou estelionato eleitoral.

“Não houve verdade no processo eleitoral. Se você ganha eleição dizendo que o Estado está saudável, é óbvio que você está mentindo […] Ele se elegeu com imagem de bom administrador e agora isso caiu por terra”, afirmou em entrevista ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, nesta quarta-feira (5).

Ribeiro acentuou ainda o petista não tem sido transparente nos projetos enviados à AL-BA para aprovar medidas que ajudem a estancar a sangria.

“Ele anuncia à imprensa corte de quase 3 mil cargos, mas depois retifica e tira apenas 200 cargos. E recria 1621. Tira os cargos de menor valor. Por que não discutir com mais transparência, por que não ouvir os servidores, por que não falar abertamente”.

Ribeiro diz acreditar que o arrocho nas costas da gestão petista pode ter impacto negativo para seus aliados nas disputas municipais de 2020.

“Quando as máscaras caem, como a gente viu agora a de Rui cair, e a população vir que foi enganada, vai saber quem fala a verdade e quem mente”.

ELEIÇÃO AL-BA – o líder da ala oposicionista também não poupou críticas à intervenção do governador nas tratativas que selaram Nelson Leal (PP) como candidato único para a presidência da Casa.

“A interferência do governador foi indevida. Ele prega imagem de democrata e republicano, mas quando diz que a eleição da AL-BA não poderia passar pela oposição, deixa cair essa máscara. A Assembleia não pode ser secretaria de estado comandada pelo governador. Deveria ser assunto tratado dentro da Assembleia”.