[OPERAÇÃO FACTUM]: Justiça concede prisão domiciliar para Carlos Bramont


A Justiça concedeu a Antônio Carlos Bramont o pedido de Habeas Corpus para substituir a prisão preventiva pela domiciliar. O juiz atendeu a apelação nesta quinta-feira (28).

Bramont foi preso pela Polícia Federal na operação “Factum”, no dia 03 de abril deste ano. Os advogados de Bramont tentaram conseguir sua liberdade outras vezes, mas os recursos foram negados.

Bramont é acusado de cobrar uma “taxa de agilização” para a realização rápida de atos cartorários, tanto de particulares e como também de corretores de imóveis e despachantes. Ele foi indiciado pela prática dos crimes de corrupção passiva, associação criminosa, tráfico de influência, falsidade ideológica e uso de documento falso e vai responder em liberdade.