[CONQUISTA]: Centro Juvenil oferece oficinas em audiovisual, ciência e tecnologia


Fotografia, robótica e até aviação são algumas das 22 oficinas gratuitas oferecidas pelos cinco Centros Juvenis de Ciência e Cultura (CJCC), unidades da Secretaria de Educação do Estado, em operação em Salvador, Senhor do Bonfim, Barreiras, Itabuna e Vitória da Conquista. As inscrições para os cursos na área de audiovisual, ciência e tecnologia estão sempre abertas.

A diretora do CJCC Salvador, Isabel Cristina das Virgens, explica que o interessado deve procurar um dos centros e apresentar “cópia de RG, comprovante de matrícula em uma escola da rede estadual e uma foto. Podem participar alunos da rede pública do 9ª ano [ensino fundamental] ao 3º ano [ensino médio]. Não existe limite de idade; temos pessoas com mais de 60 anos. Nas unidades do interior, o procedimento é o mesmo”. (mais…)

[CONQUISTA]: Secretária de Educação pede nomes de grevistas


Professores e artistas ocupam prefeitura contra a proibição de manifestação dentro de repartições púbicas

A relação entre o governo Herzem e os professores municipais é cada vez mais tensa. Após proibir os servidores de fazer manifestações dentro de repartições públicas e ameaçar cortar o ponto e até afastar os educadores grevistas, nesta quarta-feira a Secretário de Educação Selma Maria de Oliveira, assinou e encaminhou aos gestores de escolas e creches a Circular 31/2018 solicitando um relatório sobre a situação de cada unidade especificando “o nome dos profissionais efetivos e contratados que continuam em greve”.

O relatório deve ser entregue em duas cópias, uma em formato físico (papel) no gabinete da Secretária e outra em formato digital via e-mail.

Em nota enviada exclusivamente para o Blog do Rodrigo Ferraz, a Prefeitura confirmou que “monitorará as unidades de ensino durante o período em que durar a greve” e “constatada a ausência do servidor por razões da greve (…) aplicará o corte de salário correspondente aos dias não trabalhados”

O Governo Herzem ainda afirmou que “caso o movimento grevista comprometa o cumprimento legal dos 200 dias letivos, a Secretaria de Administração poderá convocar profissionais para garantir o funcionamento das unidades de ensino”

Em entrevista exclusiva ao BCS, Questionada, Ana Cristina, Presidente do Sindicato do Magistério Municipal dos Professores de Vitória da Conquista – SIMMP – disse que que “não foi ajuizada nenhuma ação que julgasse a greve ilegal. Ele não pode cortar o ponto, a não ser que ele vá descumprir a Constituição Federal”, disse.

Segundo a presidente do SIMMP, ela se reuniu com o presidente da OAB de Conquista, Ubirajara Ávila e este prometeu tomar uma posição no assunto  Também está agendado um encontro com os vereadores de Conquista no intuito de angariar apoio aos professores contra as ameaças de punição.

Em relação à ameaça da Prefeitura de punir administrativamente os que fizerem manifestações dentro da prefeitura ou outra repartição pública, Ana rebateu, “a ameaça é irregular. A invocação do 29 do RJU se refere ao profissional no exercício da função, quando você está em greve você tem sua função suspensa, então na verdade tem se utilizado de má fé. De fato ele não poderá instaurar o processo administrativo porque quem está em greve está com seu exercício suspenso”.

CLIQUE AQUI E LEIA A CIRCULAR DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

Os professores estão em greve desde o dia 21 deste mês. De acordo com  o Sindicato do Magistério Municipal dos Professores – SIMMP – para o ano de 2018, o MEC – Ministério da Educação determinou a porcentagem de 6,81% de aumento específico do Piso Nacional do Magistério, no entanto, durante as negociações da Campanha Salarial 2018, a Prefeitura de Vitória da Conquista ofereceu a proposta de reajuste de apenas 2,76%.

Neste momento as principais reivindicações da base são: reajuste do repasse anual do FUNDEB, garantido pela Lei 11.738/2008 que regulamenta o piso salarial nacional dos profissionais do magistério e o cumprimento do Plano de Carreira vigente, além da reestruturação do mesmo, que já não atende as necessidades da categoria.

Outra antiga reivindicação é a  valorização dos profissionais monitores escolares e o seu desmembramento do quadro administrativo. Segundo os professores, esses profissionais exercem todas as atribuições de docência em sala de aula, são pagos pelo FUNDEB, mas não possuem Plano de Carreira próprio.

O QUE DIZ A PREFEITURA

O governo Herzem afirma que  “tem honrado com o compromisso de pagar em dia os salários dos servidores e investido no funcionalismo público, sempre garantindo o reajuste da inflação e fazendo com que os servidores não percam o seu poder de compra”.

Em nota pública a Prefeitura disse que “a paralisação causa prejuízos para os alunos da Rede Municipal de Educação, que já enfrenta índices defasados de aprendizagem, como atesta o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) dos últimos anos” e explicou os motivos que justificam o não atendimento da reivindicação de aumento de 6,81% pleiteada pelos professores. (LEIA AQUI A NOTA NA ÍNTEGRA)

 

 

 

[CONQUISTA]: Estudantes de escolas públicas apresentam projetos de iniciação científica em Maceió


Os estudantes Gabriel Costa, Alisson Lima, Renata Valença e Natasha Matos, do Centro Juvenil Centros Juvenis de Ciência e Cultura (CJCC) de Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano, estão radiantes. Eles participam da 70ª edição da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Maceió – Alagoas, com três projetos de iniciação científica de suas autorias. Os trabalhos dos alunos da rede estadual – voltados à inovação e tecnologia – foram selecionados em meio a milhares de projetos inscritos de todo o país e apresentados, no evento nacional, nesta quarta-feira (25). A SBPC termina no sábado (28).

Com o projeto de animação digital interativa, produzido no CJCC como uma ação educativa sobre sustentabilidade, a estudante Renata Valença, 16, 2º ano do curso técnico de Informática do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) de Vitória da Conquista, fala sobre este momento. “Ficamos muito felizes de termos o nosso projeto escolhido para ser apresentado em um congresso de importância nacional. Vamos mostrar um jogo interativo que dá dicas sobre o que é sustentável. Além disso, está sendo uma experiência incrível conviver com pessoas de todo o país e conhecer tantos projetos maravilhosos. É um aprendizado que levaremos para a vida toda”, revela. (mais…)

[ZAP DO LEITOR]: Empresa coloca um “boi” em cima do piso tátil


Um de nossos leitores enviou a foto da réplica de um “boi” que uma empresa de Conquista colocou exatamente em cima do piso tátil. Segundo o internauta, que preferiu não ter o nome divulgado, a foto é “um registo de desrespeito à mobilidade urbana em Vitória da Conquista”. O foto foi tirada na Avenida Franklin Ferraz no bairro Candeias.

Os pisos táteis são feitos de uma forma padronizada que permite às pessoas que têm alguma deficiência visual se orientarem nos mais diversos espaços e assim se locomoverem sozinhas, com a autonomia e a segurança necessárias para tanto.

Esta orientação se dá por meio do contato da bengala branca com os dois padrões de pisos táteis existentes, que têm as funções de alertar (formas circulares) sobre desníveis, rampas, escadas, obstáculos, perigos, pontos de serviços entre outras situações, e direcionar (formas longilíneas) as pessoas, conduzindo-as por determinado trajeto.

Implantação do piso tátil é obrigação
Desde 2004, a Associação Brasileira de Normas Técnicas apresentou a norma NBR 9050, que contém todas as especificidades dos pisos táteis, tanto no que diz respeito aos locais de sua aplicação, como também aos padrões de produção, com as medidas, tamanhos, cores, entre outras especificações. Há, ainda, leis como o Estatuto da Pessoa com Deficiência, que desde 2015, impõe o uso de pisos táteis no mobiliário urbano e em locais privados de uso coletivo.

ZAP DO LEITOR – Se você também tem uma foto, vídeo ou informação que acha importante ser divulgada, envie seu material para nosso ZAP: 77 98871-5699

 

[CONQUISTA]: Professores decidem continuar greve e ocupam ruas do Centro


Mesmo com a ameaça de corte dos dias parados, os professores decidiram na tarde desta quarta-feira (25) manter a greve e continuar com os protestos. Após reunião na Câmara de Vereadores para discutir os rumos do movimento, os docentes ocuparam mais uma vez as ruas da cidade.

Com cartazes, carro de som e gritos de protestos, os educadores desfilaram pelas ruas reivindicando direitos trabalhistas e denunciando falta de merenda nas escolas e perseguições contra servidores públicos por parte da gestão Herzem Gusmão.

De acordo com  o Sindicato do Magistério Municipal dos Professores – SIMMP – para o ano de 2018, o MEC – Ministério da Educação determinou a porcentagem de 6,81% de aumento específico do Piso Nacional do Magistério, no entanto, durante as negociações da Campanha Salarial 2018, a Prefeitura de Vitória da Conquista ofereceu a proposta de reajuste de apenas 2,76%.

Neste momento as principais reivindicações da base são: reajuste do repasse anual do FUNDEB, garantido pela Lei 11.738/2008 que regulamenta o piso salarial nacional dos profissionais do magistério e o cumprimento do Plano de Carreira vigente, além da reestruturação do mesmo, que já não atende as necessidades da categoria.

Outra antiga reivindicação é a  valorização dos profissionais monitores escolares e o seu desmembramento do quadro administrativo. Segundo os professores, esses profissionais exercem todas as atribuições de docência em sala de aula, são pagos pelo FUNDEB, mas não possuem Plano de Carreira próprio.

O QUE DIZ A PREFEITURA

O governo Herzem afirma que  “tem honrado com o compromisso de pagar em dia os salários dos servidores e investido no funcionalismo público, sempre garantindo o reajuste da inflação e fazendo com que os servidores não percam o seu poder de compra”.

Em nota pública a Prefeitura disse que “a paralisação causa prejuízos para os alunos da Rede Municipal de Educação, que já enfrenta índices defasados de aprendizagem, como atesta o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) dos últimos anos” e explicou os motivos que justificam o não atendimento da reivindicação de aumento de 6,81% pleiteada pelos professores. (LEIA AQUI A NOTA NA ÍNTEGRA)

LEI DA MORDAÇA

Uma polêmica foi instaurada depois que a administração municipal proibiu os professores de fazer protestos dentro de repartições públicas. O Sindicato dos Bancários, a Bancada de oposição da Câmara de Vereadores, Deputados petistas e o PSOL de Conquista divulgaram nota de repúdio ao que chamam de “Lei da mordaça”.

 

 

Viação Vitória retoma circulação dos ônibus aos poucos e opera com 12 veículos


De 80 veículos na frota, 74 foram lacrados.

A Viação Vitória, que opera o transporte público de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, está retomando a circulação dos ônibus aos poucos. Nesta quarta-feira, 25 de julho de 2018, a empresa informou que está operando com 12 veículos.

A empresa possui 80 veículos, mas apenas 12 operam em três linhas da cidade. São elas a R01- Vila Serrana- Centro, R25 – Miro Cairo – Centro e R61 Primavera-Centro.

Em 18 de julho, um decreto publicado pelo prefeito Herzem Gusmão Pereira determinou que o transporte público do município está em situação de emergência.

Na ocasião, 74 ônibus da Viação Vitória haviam sido impedidos de circular na cidade por irregularidades. Entre os problemas, foram encontrados pneus carecas, falta de sinalização, mau estado no tacógrafo e em outras peças.

 

Jessica Marques – Diário do Transporte

[CONQUISTA] Vídeo flagra carro da Secretaria do Meio Ambiente descartando lixo em área de preservação ambiental


Um vídeo gravado por um morador de Vitória da Conquista mostra um veículo pertencente à Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura descartando lixo no Parque Municipal da Serra do Periperi, área de preservação ambiental.

Por meio de nota enviada ao BCS a Secretaria de Meio Ambiente, lamentou o ocorrido, disse que o descarte foi “indevido” e  “tão logo tomou ciência do ocorrido, a Secretaria afastou o funcionário e já tomou as medidas necessárias para apuração dos fatos, podendo o mesmo responder por crime ambiental (Lei 9.605/1998 e Lei municipal 1.410/2007)”

A Prefeitura disse ainda que “todos os funcionários são orientados e preparados em relação à preservação do meio ambiente, como o descarte de resíduos” e,que já está providenciando a remoção imediata do resíduo ali deixado.

A Secretaria de Meio ambiente disse ainda que o descarte foi de “plantas, gramas e folhas”

Em dezembro do ano passado várias famílias que moravam no local foram despejadas pela Prefeitura por estarem ocupando área de preservação ambiental

VEJA O VÍDEO:

 

Prefeitura diz que espera “bom senso dos professores” e pede o fim da greve


A Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista emitiu uma nota se posicionando sobre a greve dos professores municipais. No comunicado, a gestão Herzem diz que “tem honrado com o compromisso de pagar em dia os salários dos servidores e investido no funcionalismo público, sempre garantindo o reajuste da inflação e fazendo com que os servidores não percam o seu poder de compra”.

Na nota a Prefeitura diz que “a paralisação causa prejuízos para os alunos da Rede Municipal de Educação, que já enfrenta índices defasados de aprendizagem, como atesta o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) dos últimos anos” e explica os motivos que justificam o não atendimento da reivindicação de aumento de 6,81% pleiteada pelos professores.

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA

Desde que assumiu a Prefeitura, em janeiro de 2017, a atual gestão tem honrado com o compromisso de pagar em dia os salários dos servidores e investido no funcionalismo público, sempre garantindo o reajuste da inflação e fazendo com que os servidores não percam o seu poder de compra. (mais…)

‘Lua de Sangue’: Maior eclipse lunar do século poderá ser visto na Bahia


O maior eclipse lunar do século XXI poderá ser visto do Brasil na próxima sexta-feira, 27. O fenômeno, também conhecido como Lua de sangue, começa às 16h30 – o eclipse total vai durar cerca de uma hora e meia, segundo o Observatório Nacional. É o último eclipse total da Lua que poderá ser observado do Brasil neste ano, o próximo acontece em janeiro de 2019.

Na parte leste do país, onde ficam estados como Rio de Janeiro e Bahia, a Lua nascerá durante a fase total do eclipse. No oeste, entretanto, os brasileiros vão observar a Lua em sua fase parcial.

O Observatório Nacional recomenda que as pessoas busquem um local onde é possível ver o céu perto do horizonte a leste.

A partir das 18h13, a Lua sai da sombra mais escura – o movimento marca o início do eclipse parcial, que vai até as 19h19. Depois, começa a fase penumbral, quando a Lua entra em sua sombra mais clara. A Lua de sangue termina às 20h29. (mais…)

[CONQUISTA]: Vereadores de oposição emitem nota contra “Lei da Mordaça” da Prefeitura


Após a Prefeitura encaminhar à presidente do Sindicato Municipal do Magistério Público – SIMMP –  o Ofício 097/2018 proibindo manifestações de “apreço ou desapreço no interior de qualquer um dos recintos das repartições públicas do município de Vitória da Conquista” sob pena de sanções administrativas, vereadores da bancada de oposição soltaram uma nota manifestando “indignação com a forma autoritária e truculenta com a qual a atual administração vem tratando o movimento dos professores municipais que se encontram em greve”.

Na semana passada, o Sindicato dos Bancários emitiu uma nota de repúdio pelo mesmo motivo.

O QUE DIZ A PREFEITURA – Sobre a proibição de manifestações dentro de repartições públicas a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista informou por meio de nota que “respeita o direito à greve e às manifestações. Entretanto, orienta que elas não ocorram dentro das repartições públicas municipais, como forma de preservar a ordem pública, garantir a continuidade dos serviços públicos e o atendimento à população” e disse que “a medida está amparada pelo artigo 129 do Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Municipais (Lei Complementar nº 1.786/11)”.

De acordo com informações obtidas pelo nosso blog, amanhã (24), os professores irão fazer uma manifestação na porta da Prefeitura.

Os professores deflagraram greve desde o último sábado (21).

Segue a nota:

NOTA PÚBLICA – NÃO À IMPOSIÇÃO DA “LEI DA MORDAÇA”

A Bancada dos vereadores da que constituem a oposição ao atual governo
municipal na Câmara vem a público manifestar indignação com a forma autoritária e
truculenta com a qual a atual administração vem tratando o movimento dos professores
municipais que se encontram em greve, tendo chegado ao absurdo de ameaçar aplicar
sanções disciplinares contra servidores pelo simples exercício do direito de
manifestação. (mais…)