[PODCAST]: Passageiros relatam incêndio em coletivo da Cidade Verde; “Só vi o fogaréu subindo”, diz idosa


Um princípio de incêndio no ônibus 1546 da empresa Cidade Verde deixou passageiros em pânico na manhã desta quarta-feira (04). O fato ocorreu por volta do meio dia na avenida Régis Pacheco, em frente a Cabral & Souza. O corpo de bombeiros foi acionado e impediu a propagação de chamas. A Polícia Militar e agentes do Simtrans deram apoio aos bombeiros, interditado a avenida e isolando o o local.

Em entrevista exclusiva ao BCS, o motorista do ônibus confirmou que houve chamas no lado de fora do coletivo. “Rapaz, foi um susto mesmo, quando a gente viu, o veículo foi tomado de chamas na lateral, mas a gente teve a agilidade de agir rapidamente e com o extintor conseguimos apagar as chamas”, disse.

OUÇA NO PLAYER ABAIXO A ENTREVISTA COM O MOTORISTA (PROGRAMA ‘RÁDIO CHOFER’ – MELODIA FM)

De acordo com os passageiros, o ônibus começou a pegar fogo enquanto estava em movimento. “Quando eu olhei pro lado pelo vidro, só vi o fogaréu subindo, do meu lado”, disse Dona Ivani, uma idosa que estava no coletivo. “Nós estávamos na frente e o fogo foi na frente”, relatou outra passageira.

Dona Ivani e outros passageiros reclamaram da ação dos policiais do Esquadrão Falcão. De acordo com testemuhas, um dos Policiais usou de palavrões e grosseria verbal com a senhora. “Ele tinha que me respeitar, pois sou uma ‘véia’ de idade”, reclamou a passageira. “Ele empurrou a senhora, eu fui reclamar com ele e ele mandou eu entrar dentro do ônibus de novo (…) pra morrer torrada”, disse com revolta, outra usuária do transporte público, que não quis ter o nome divulgado.

OUÇA NO PLAYER ABAIXO AS ENTREVISTAS COM PASSAGEIROS (PROGRAMA ‘RÁDIO CHOFER’ – MELODIA FM)

De acordo com um bombeiro que estava no local, a causa pode ter sido por conta do rompimento de um pequeno duto, na parte superior do pneu esquerdo dianteiro. Ainda de acordo com o bombeiro, que preferiu não gravar entrevista, apenas a perícia poderá afirmar se o incidente foi ocasionado por falta de manutenção no veículo e os todos os detalhes relevantes

Rompimento de pequeno duto pode ter sido a causa, diz Bombeiro

 

O QUE DIZ A PREFEITURA

O Blog do Caique Santos entrou em contato com o diretor da agência de publicidade responsável pela assessoria de imprensa da empresa Cidade Verde, mas até o momento da nossa postagem não recebemos nenhuma nota sobre o ocorrido

Por meio de nota, a Prefeitura disse que “o veículo vai passar por inspeções da Coordenação de Transportes, através da equipe de vistorias, para apurar as causas do incidente”. Ainda na nota, o governo municipal disse que “todos os veículos são inspecionados de seis em seis meses por técnicos do Município” e “apenas são autorizados a entrar em circulação quando todos os quesitos de segurança estão de acordo”.

A prefeitura informou que vai enviar uma equipe até a garagem da empresa para fazer a perícia ainda solicitar que os responsáveis se manifestem sobre o fato.

CONFIRA AS FOTOS EXCLUSIVAS DO BCS: