Prefeitura afirma que “desativação de algumas escolas na zona rural não se deu de maneira arbitrária”


Prefeitura contesta vídeo gravados por moradores.

Por meio de nota à nossa redação, a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista se defendeu da denúncia feita por moradores da Fazenda Retiro de que os mesmos foram induzidos a assinar uma petição para melhorar o transporte escolar, quando na verdade seria uma autorização para o fechamento da escola.

“A Secretaria de Educação fez a reunião com os pais dos alunos da Escola na Fazenda Retiro, Distrito do Pradoso, e a mesma está registrada em Ata. O assunto tratado foi a transferência dos alunos para a sede, onde seriam enturmados em suas respectivas séries. Foi exposta na reunião a preocupação da secretaria com a parte pedagógica e aprendizagem dos alunos. Para que não houvesse alguma dúvida pendente, a Ata foi lida e todos os presentes entenderam a situação”, diz a nota.

Ainda sobre o fechamento da escola, a nota diz que “a desativação (…) não se deu de maneira arbitrária. Ocorreu por meio de planejamento e estudos prévios de realocação dos alunos entre as unidades sedes dos distritos, com o cuidado necessário para que não houvesse qualquer tipo de prejuízo à qualidade do ensino prestado”, afirmou a PMVC.

No vídeo divulgado pelo BCS, pais de alunos denunciam que foram induzidos a assinar uma petição para melhorar o transporte escolar, quando na verdade seria uma autorização para o fechamento da escola. “A escola foi fechada ilegalmente. Ninguém sabia o que estava acontecendo. Eles vieram aqui com uma lista, para todo mundo aqui assinar, as mães, o pessoal, assinou, sem saber que era para fechar a escola, enganaram todo mundo aqui”, relata uma moradora que se identifica como Daniela.

LEIA NA ÍNTEGRA A  NOTA OFICIAL DA PREFEITURA

A Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria Municipal de Educação, informa que não faz parte do plano de ação da Secretaria Municipal de Educação a desativação infundada de escolas, tanto na zona rural, quanto na zona urbana. Inclusive, já foram realizadas, desde o início da gestão, a melhoria de diversos equipamentos existentes, a entrega de novos e, somente esse ano, já foram assinados convênios para a construção de mais duas escolas e duas creches, além das obras que já se encontram em andamento.

Esclarece, oportunamente, que a desativação de algumas escolas na zona rural não se deu de maneira arbitrária. Ocorreu por meio de planejamento e estudos prévios de realocação dos alunos entre as unidades sedes dos distritos, com o cuidado necessário para que não houvesse qualquer tipo de prejuízo à qualidade do ensino prestado.

A Secretaria de Educação fez a reunião com os pais dos alunos da Escola na Fazenda Retiro, Distrito do Pradoso, e a mesma está registrada em Ata. O assunto tratado foi a transferência dos alunos para a sede, onde seriam enturmados em suas respectivas séries. Foi exposta na reunião a preocupação da secretaria com a parte pedagógica e aprendizagem dos alunos. Para que não houvesse alguma dúvida pendente, a Ata foi lida e todos os presentes entenderam a situação.

Enfatizamos que a Rede Municipal de Ensino de Vitória da Conquista é prioridade para o Governo Municipal, que já apresenta resultados positivos, como o aumento na nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) nas séries iniciais, passando de 4,1 para 4,7, fato que reforça o compromisso e a seriedade da Administração com a educação.

Secom, 09 de setembro de 2018.