Prefeitura opera transporte público com ônibus da Viação Rosa


A Prefeitura de Vitória da Conquista, na Bahia, está operando o transporte público com oito ônibus da Viação Rosa. A mudança ocorreu nesta quarta-feira, 12 de junho de 2019.

Segundo informações da Prefeitura, com a chegada dos veículos, a cobrança de passagem nas cinco linhas assumidas pela administração municipal retorna. O valor da tarifa é de R$ 3,80.

Passaram pela mudança as linhas do Lote 01, que vinham sendo executadas de forma emergencial com ônibus da Viação Novo Horizonte e com gratuidade. São elas a R03 (Pradoso/Centro), R04 (Santa Marta/Centro), R06- Senhorinha (Cairo/Centro), R17 (Lagoa das Flores/Centro) e D42 (Lagoa das Flores/Uesb).

A administração municipal informou ainda que os veículos passaram por vistorias da equipe técnica da Secretaria de Mobilidade Urbana e são adaptados para o acesso de cadeirantes. Com isso, a cobrança das passagens volta a ser feita aos passageiros, que não ocorria com o serviço prestado pela Nova Horizonte.

O valor cobrado pelas passagens, segundo a Prefeitura, irá custear a operação das linhas que estão sob responsabilidade da administração municipal.

HISTÓRICO

Em agosto do ano passado, a Prefeitura e a Cidade Verde firmaram um contrato tácito, por conta do cancelamento do contrato com a segunda permissionária que atuava na cidade, a Viação Vitória. Com isso, a Cidade Verde, que já operava as linhas do Lote 02, assumiu também o Lote 01 do transporte coletivo de Vitória da Conquista.

Neste mês de abril, a Cidade Verde abandonou cinco linhas do Lote 01. Como se trata de um serviço essencial para a população, a Prefeitura entrou com uma ação imediata para garantir a sua continuidade, contratando a Viação Novo Horizonte para cobrir os bairros que ficaram desassistidos.

Essas cinco linhas passaram a ser assumidas pela Administração Municipal e iniciam um processo de transição, que terá continuidade nas próximas semanas. A Prefeitura informou que gradualmente vai passar a operar todas as linhas do Lote 01, que ainda vêm sendo executadas pela Cidade Verde.

“Há ainda a previsão de se iniciar um processo de otimização em todas as linhas do sistema nas próximas semanas; para garantir uma oferta de serviço coerente com a demanda ou o recolhimento de veículos quando a demanda for menor do que a oferta, garantindo economicidade para o sistema e melhor atendimento para o usuário”, disse o coordenador de Transporte Público da Prefeitura, Micael Silveira, em nota.

Fonte: Diário do Transporte