STF decide limitar foro privilegiado


O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por unanimidade, na tarde desta quinta-feira (03), pela restrição do foro privilegiado de deputados e senadores. A votação foi iniciada na tarde de quarta (02).

Dos 11 votos, oito defendem a proposta feita pelo ministro Luís Roberto Barroso em tirar do Supremo os crimes cometidos fora do mandato e aqueles que não são ligados ao cargo. Os três últimos votos, no entanto, optaram pela proposta do ministro Alexandre de Moraes, em manter todos os processos de crimes cometidos durante o mandato no STF, independentemente da relação com a atividade parlamentar.

Na quarta foi divulgada uma pesquisa realizada pelo Ibope, encomendada pela Avaaz, uma rede de mobilização internacional, que mostrava que 78% dos eleitores são a favor da retirada do benefício. Do número total, 12% dos brasileiros votaram pela manutenção do foro e 10% não souberam responder. (Varela Notícias)