[VÍDEO]: Vanzeiros se revoltam e choram com apreensão dos veículos em Conquista


Na manhã desta quarta-feira (07), uma blitz do SIMTRANS – Sistema Municipal de Transporte, apreendeu veículos de vanzeiros, alguns pertencentes as cooperativas que já atuavam na cidade desde a gestão anterior. Carros estacionados também foram abordados e guinchados. A ação teve o suporte da Polícia Militar e homens do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO).

O prefeito alegou estar cumprindo a recomendação do Ministério Público expedida em 25 de abril deste ano, que solicitou a suspensão do Edital de Licitação Nº 001/2018 que pretendia regulamentar o Transporte Alternativo por meio das Vans na cidade e fiscalização do transporte clandestino.

A Promotora Lucimeire Carvalho Farias, Titular da 8a. Promotoria de Justiça de Vitória da Conquista , apontou entre outras irregularidades:

1- Ausência de estudo técnico preliminar de impacto no equilíbrio econômico-financeiro dos atuais contratos de concessão de transporte público coletivo.

2- Existência de pretensões indenizatórias judicializadas pelas concessionárias de transporte coletivo.

3- Concorrência desleal do transporte irregular de passageiros por automóveis do tipo “Van”.

4- Inexistência de fiscalização efetiva do transporte clandestino pelo município.

5- Possível desequilíbrio econômico-financeiro dos contratos das concessionárias de transporte coletivo.

6- Dano ao erário.

7- Violação de princípios que regem a administração pública.

8 – Ato de improbidade Administrativa.

Além disso o MP pediu ao  Prefeito Herzem Gusmão “a determinação imediata da realização dos meios necessários para uma INCONTESTE e EFETIVA fiscalização do transporte clandestino no Município de Vitória da Conquista, com a aplicação das medidas previstas no Art. 15, da Lei 968/99, para coibir a referida prática ilegal e de conhecimento público e notório, que, indubitavelmente, coloca em risco a saúde e a vida dos cidadãos conquistenses que necessitam de transporte público”

REVOLTA

A ação desta manhã gerou revolta de motoristas e familiares, uma vez que Herzem contou com o apoio destes para se eleger, sob a promessa de regulamentar esse tipo de transporte. Em um vídeo que circulou nas redes sociais (veja abaixo), uma mulher, mãe de um proprietário de van e que diz ser cunhada do vereador Bibia, se desespera, chora e vocifera contra o prefeito.

Em outro vídeo, gravado antes das eleições, Herzem aparece dizendo que “a partir de janeiro (2018) nenhum agente do SIMTRANS vai fazer apreensões de vanzeiros”. O prefeito chegou a prometer a regulamentação de até 200 vans e ainda financiamento de  através do BNDES.  Em entrevista a uma radio local, Herzem chegou a dizer que “a cidade depende dos vanzeiros” e que esses deveriam ser “tratados com água gelada, salgados e cafezinhos, já que prestam relevantes serviços à cidade”.

Ainda na manhã desta quarta, um grupo de vanzeiros ocupou o pátio da prefeitura para protestar e dialogar com o prefeito, que alegou estar cumprindo as determinações do MP.

ASSISTA ABAIXO O VÍDEO MOSTRANDO AS APREENSÕES DAS VANS E OUTRAS CENAS