Cães abandonados atacam pessoas nas ruas de Conquista; Prefeitura promete iniciar castrações


Moradores de Vitória da Conquista continuam se queixando da quantidade de cães abandonados nas ruas e até ataques destes a transeuntes. Nesta semana, um jovem foi atacado por diversos cachorros nas imediações do Posto Tigrão, em frente ao monumento ao gari. A cena foi presenciada pelo Blog do Caíque Santos.

É comum em vários pontos da cidade observarmos matilhas de cães perambulando pelo meio da rua, causando riscos de acidentes no trânsito e outros problemas. Os cães espalham lixo pelas rua, contribuindo com a proliferação de insetos – como baratas e escorpiões além de contribuírem com vários tipos de contaminação.

Estima-se que a quantidade de animais na cidade ultrapasse os 10.000 cães.

Apesar da cidade de Vitória da Conquista já ter um Centro de Serviço de Zoonoses (CSZ), a cargo de apenas uma clínica veterinária e com ações pontuais, a demanda ainda é muito alta, sendo necessária a construção de um Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). A cidade de Vitória da Conquista é a única cidade do Brasil, com mais de 300 mil habitantes, que não dispõe de um Centro de Controle de Zoonoses, o que é exigido pelo Ministério da Saúde.

A Prefeitura e alguns parlamentares chegaram a anunciar a implantação, mas até agora nada. A Prefeitura cedeu o terreno, mas falta verba. O CCZ não serve apenas para os cachorros e gatos, mas também para o controle e diagnóstico das zoonoses urbanas como dengue, raiva, leishmaniose e leptospirose.

Os órgãos semelhantes em funcionamento em várias cidades do Brasil atuam com ações de proteção animal como vacinação e castração de cães e gatos. Promove também ações de educação em saúde como a da posse responsável de animais.

Em nota ao Blog do Caíque Santos a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que realiza o trabalho de educação em saúde sobre a guarda responsável de animais, já que muitos desses cães possuem donos, mas são criados soltos nas ruas. Ainda de acordo com a nota, a SMS segue conscientizando a população para não abandonar animais e reforça que, além de ser crime, o abandono pode provocar danos irreversíveis aos animais.

A Secretaria reiterou também que possui parceria com ONG’s do município, para abrigar os animais que são recolhidos nas ruas e que está prevista, para este semestre, a retomada das castrações de cães e gatos de rua.

“A SMS orienta que sempre que uma pessoa for agredida por um animal, deve lavar o local com água e sabão, e se dirigir a uma unidade de saúde do município, onde os profissionais irão aplicar o protocolo adequado para cada situação”, encerra a nota.

Câmara esclarece que devolução de equipamentos por ex-parlamentares ocorre dentro do prazo


A Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) emitiu uma nota de esclarecimento nesta quinta-feira (29), afirmando que a devolução de equipamentos pertencentes ao Poder Legislativo Municipal pelos ex-parlamentares que deixaram de ocupar cadeiras na Casa ao final da Legislatura 2017-2019, tem ocorrido normalmente e que nenhum prazo legal foi descumprido até o momento.

A Câmara esclareceu ainda que mais de 61% do material já foi devolvido pelos ex-parlamentares, “número que vem aumentando, já que os equipamentos vem sendo entregues paulatinamente”, diz a nota.

O processo tem sido acompanhado de perto pela corregedora da Casa, vereadora Márcia Viviane de Araújo Sampaio (PT) e pelo procurador jurídico Dr. Wagner Santos Alves Dias.

ENTENDA O CASO

Durante a Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), realizada na manhã desta quarta-feira, 28, pelo Sistema de Deliberação Remota (SDR), o vereador Delegado Marcus Vinicius (Podemos) apresentou denúncia contra ex-vereadores que não realizaram a devolução de equipamentos eletrônicos no final do mandato. Sem citar nomes, ele esclareceu que mais de 100 aparelhos eletrônicos ainda não foram devolvidos à Câmara Municipal. Ele defendeu a entrega voluntaria desses itens para que os atuais parlamentares possam utilizar os equipamentos em seus mandatos.

O vereador informou ainda que está em andamento um levantamento para identificar os aparelhos que ainda não foram entregues e seus respectivos responsáveis. E afirmou também que há possibilidade dessa situação ser investigada pela Polícia Civil para que os responsáveis possam responder criminalmente. “É uma forma de moralizar o trabalho executado pelos vereadores”, justificou o vereador.

 

OAB faz manifesto contra agressão sofrida por advogada e divulga vídeo da ocorrência


Na última segunda-feira (26), ocorreu na Sede da Ordem dos Advogados do Brasil Subseção de Vitória da Conquista, uma reunião extraordinária e híbrida sobre a violação de Prerrogativas e a agressão física e moral à advogada Ellen Silva Félix, ocorrida na noite de quinta-feira (22), por volta das 22h30, no Distrito Integrado de Segurança Pública (DISEP). O encontro teve como objetivo apresentar aos advogados da Subseção, soluções práticas deliberadas pela Diretoria contra o soldado da Polícia Militar autor da agressão, bem como, as demais autoridades presentes no Plantão Policial. Participaram da reunião o Presidente da Seccional, Fabrício Castro, o Presidente da Caixa de Assistência dos Advogados da Bahia (CAAB), Luiz Augusto Coutinho, os Ex-Presidentes da Subseção de Vitória da Conquista, Gutemberg Macêdo, Ubirajara Ávila e Ivalmar Garcez, o Presidente da OAB-Conquista, Ronaldo Soares, a Conselheira Estadual da OAB-BA, Luciana Silva, a Presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas, Naiara Marques Braga, a Procuradora de Defesa das Prerrogativas, Camila Requião, a Presidente da Comissão dos Direitos da Mulher, Suilane Novais Lima, e demais representantes. (mais…)

Campanha PT Solidário acontece neste sábado (1) em Vitória da Conquista


De acordo com pesquisa divulgada pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan), 116, 8 milhões de pessoas estão em situação de insegurança alimentar no país. Pensando nisso, o Partido dos Trabalhadores lançou a campanha PT Solidário, uma mobilização para arrecadar alimentos em todo os Estados do país.
A coleta de alimentos é uma ação complementar da luta do Partido dos Trabalhadores pela retomada do auxílio emergencial de R$ 600,00 e por empregos. Em Vitória da Conquista, a ação é realizada pelo Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores. A ação de arrecadação será no próximo sábado, 1º de maio, dia do Trabalhador, na Praça da Escola Normal, a partir das 09h. A coleta será por meio de Drive Thru, ou seja, as pessoas podem deixar as doações passando de carro pelo local. A ação visa garantir maior segurança dos voluntários neste momento de pandemia.
“Quem tem fome, não pode esperar. Para auxiliar neste momento em que tantas famílias passam fome no país, a gente pede que as pessoas contribuam com alimentos, agasalhos, brinquedos, livros e esperamos contar com os moradores de Vitória da Conquista. A mensagem que queremos deixar neste momento para a população brasileira é de esperança”, explica o presidente do Diretório Municipal do PT, Isaac Bonfim.
O movimento PT Solidário envolve militantes, dirigentes nacionais, estaduais e municipais do Partido dos Trabalhadores (PT). A Campanha PT Solidário continua por tempo indeterminado e pretende ajudar milhões de brasileiros que passam fome ou sofrem de insegurança alimentar.

Sindicato dos Ambulantes fala sobre agressão a casal com deficiência visual


Foto ilustrativa

 

O Sindicato dos Ambulantes de Vitória da Conquista, através de uma nota de esclarecimento, lamentou a agressão a um casal de deficientes visuais, ocorrida na manhã da terça-feira, (27) envolvendo ambulantes que são donos de barracas. De acordo com o Blog do Leo Santos, a guarnição da 77° CIPM recebeu uma informação para averiguar uma situação de agressão a um casal de deficiente visual. No local as vítimas relataram para a polícia , que estavam trafegando pelo o piso tátil quando foram impedidas de prosseguir, por existir várias barracas instaladas por cima do piso.

Ainda de acordo com o relato, a vítima teria pedido que fosse retiradas as barracas do local, pois era direito deles, como deficientes visuais, ter o caminho de piso táctil libre. Por não serem atendidos, o casal resolveu retirar as barracas por conta própria, momento em que ambos foram agredidos, com murros e chutes.

A mulher teve um ferimento no nariz e o homem foi jogado ao chão. Com a chegada da polícia , ninguém foi capaz de passar informações do ocorrido.

Confira a íntegra da nota do ‘Sindicato dos Ambulantes de Vitória da Conquista:

O Sindicato dos Ambulantes de Vitória da Conquista lamenta o ocorrido na manhã de ontem (27) envolvendo um casal com necessidade especial (deficientes visuais) e um camelô. Embora tenha havido esse infeliz episódio, que está sendo investigado pela autoridade policial, não se pode criminalizar todas as pessoas que exercem a atividade de camelôs. No máximo, pode servir como indicativo de aprendizagem de Camelôs para que possamos nos organizar melhor e evitar determinados infortúnios que não são nada críveis aos olhos da lei e da própria sociedade consciente de seus direitos e deveres.

Diante desse fato, informamos que o dirigente sindical está ciente e acompanhando o caso. No entanto, achou prudente se colocar na condição de ouvinte para evitar qualquer mal-entendido que promova a criminalização ou quaisquer retaliações à categoria. Neste sentido, esteve reunido hoje (28) com os dois deficientes visuais e sua advogada, Dra. Genivalda de Jesus Sampaio e o advogado Dr. Jaime Amorim, consultor de trânsito para ouvir os dois lados da versão acerca do fato ocorrido.

Com base nessa escuta, avaliou-se a necessidade de aguardar o desenrolar do fato que ocasionou o Boletim de Ocorrência. Portanto, há de ser considerar o percurso dos tramites. O rito instaurado pela autoridade policial assegurará o direito a ampla defesa das duas partes, sobretudo daquela em situação de maior risco e múltiplas vulnerabilidades. Portanto, é prudente evitar quaisquer juízos de valores sobre o caso e aguardar, pois ainda está na parte inicial de instauração do inquérito policial.

Portanto, o Sindicato dos Ambulantes orienta a categoria evitar comentários que expresse juiz de valor sobre o assunto, sob o risco de ser intimado pela autoridade policial a prestar esclarecimentos. Aproveitando a oportunidade, sugere a categoria de Camelôs que tire algum aprendizado dessa infeliz situação, sobretudo neste momento em que o Poder Público Municipal pretende realizar eugenia social, retirando à força todos os ambulantes da Terminal da Lauro de Freitas. Sigamos lutando pelos nossos direitos de sobreviver honestamente e manter nossas famílias vivas.

Saudações fraternas!
Roberto Barbosa
Sindicato dos Ambulantes de Vitória da Conquista – Bahia, Brasil

Embasa esclarece sobre água com cor escura em alguns bairros; Leia nota


Foto ilustrativa

 

Através de uma ‘Nota de Esclarecimento’,  a  Embasa – Empresa Baiana de Águas e Saneamento – falou sobre a água com coloração escura em alguns bairros. Segundo a empresa, o problema foi registrado após a interrupção do sistema de abastecimento na última terça (27) para realização de serviço de interligação de novas adutoras durante as obras de ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Vitória da Conquista (SIAA).

A Embasa explicou que após a conclusão do serviço, o aumento na vazão da adutora provocou a liberação de materiais incrustados na tubulação, alterando ligeiramente a coloração da água. Como as tubulações estão sujeitas ao acúmulo de materiais oriundos da reação da água com o aço nas suas paredes internas a velocidade da água provocou um atrito com as paredes da tubulação e consequentemente a remoção desta carga inorgânica.

De acordo com a Embasa, o problema registrado na água fornecida em pontos isolados da rede distribuidora de Vitória da Conquista foi corrigido com a realização do procedimento padrão de descargas.

Por fim, a Embasa ressaltou que a água fornecida na cidade é submetida a rigoroso controle de qualidade nos laboratórios da empresa e os resultados, que são documentos públicos e à disposição da comunidade, atendem aos parâmetros de potabilidade estabelecidos pela Portaria de Consolidação Nº5/2017 (Anexo XX) do Ministério da Saúde, que determina os índices de cor, turbidez, cloro residual e bacteriológico.

Em caso de observação de alguma alteração nas características da água distribuída, os moradores devem acionar a Embasa pelo teleatendimento gratuito 0800-0555195, pela Agência Virtual (Aplicativo e Site) ou pela ferramenta Whatsapp pelos números de (77) 3422-8255 e (71) 99613-2858.

Entrevista: Imunologista tira dúvidas sobre a segunda dose da vacina contra o coronavirus; Ouça o áudio


Dr. Jefferson Russo Victor

 

Em entrevista exclusiva ao Programa Rádio Chofer (Melodia FM 87,9), o Dr. Jefferson Russo Victor, imunologista, biomédico e professor do curso de Medicina da Universidade Santo Amaro – Unisa, respondeu diversas questões relacionadas aos imunizantes contra o coronavírus. Entre as questões, o jornalista Caíque Santos questionou-o sobre situações em que pessoas receberam doses de vacinas diferentes, a primeira sendo a Coronavac e a segunda a da AstraZeneca.

Segundo dados recentemente divulgados pelo Ministério da Saúde, 1,5 milhão de pessoas não se apresentaram para tomar a segunda dose da vacina contra o coronavirus. Neste cenário, especialistas apontam que pode haver uma redução significativa na eficácia do programa de vacinação que, por sua vez, tem o objetivo de controlar a doença. “A segunda dose não é um simples reforço. Trata-se de parte essencial do ciclo de imunização, e é importante que as pessoas entendam isso. Sem ela, a imunização terá sua eficácia reduzida”, afirma o Dr. Jefferson Russo Victor, imunologista, biomédico e professor do curso de Medicina da Universidade Santo Amaro – Unisa.

Ouça a entrevista completa.

Escuta Protegida: Unicef levará experiência de Vitória da Conquista para outros países


A experiência de Vitória da Conquista na implementação da Lei de Escuta Protegida de Crianças e Adolescentes vítimas ou testemunhas de violência, pode ser utilizada como referência pelo Unicef para países lusófonos (Portugal, Guiné-Bissau, Angola, Cabo Verde, Brasil, Moçambique, Timor Leste, São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial). A apresentação da experiência conquistense foi feita em reunião em Brasília, ontem (27), pelo secretário municipal de Desenvolvimento Social, Michael Farias, que estava acompanhado do Procurador Geral do Município, Edvaldo Ferreira Júnior.

Paola Babos, representante adjunta do Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no Brasil, e Rosana Vega, chefe de Proteção à Criança do Unicef, se surpreenderam com os resultados obtidos, considerando a realidade nacional. Além disso, o Unicef assumiu o compromisso de apoiar a impressão do livro sobre a história de implementação da lei no município, como também, dos manuais que tratarão sobre os fluxos e protocolos para o atendimento integrado desse público.

Para Michael o encontro foi estratégico para aproximar a Prefeitura de Vitória da Conquista dessa importante instituição internacional, que ofertará apoio técnico e financeiro visando efetivar os novos parâmetros trazidos pele Lei de Escuta Protegida. “Isso demonstra também que a gestão municipal está no caminho certo, que prioriza a infância e adolescência” destacou Michael.

Contran prorroga prazo para motorista realizar exame toxicológico periódico


Órgão de trânsito estabeleceu novos prazos para realização do teste. Confira tabela

ALEXANDRE PELEGI

Por meio Deliberação publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 28 de abril de 2021,  o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) prorrogou os prazos para a realização do exame toxicológico periódico para o condutor habilitado nas categorias C, D e E.

Esse assunto estava causando preocupação para muitas empresas e motoristas profissionais que atuam em atividade remunerada, que alegavam que o prazo de 30 dias não seria suficiente para que todos possam realizar novo exame para regularizar a situação. Relembre:

As novas datas divulgadas agora pelo Contran surgiram, segundo comunicado do governo federal, “de amplo debate dentro do Fórum Permanente para o Transporte Rodoviário de Cargas (Fórum TRC), com a Associação Brasileira de Toxicologia (ABTOX) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF)“.

Pela nova deliberação o Contran estabelece novos prazos, escalonados ao longo do ano de 2021, de modo a permitir que o motorista categorias C, D e E possa realizar o exame com segurança, pra si próprio e para os funcionários dos postos de coleta dos laboratórios credenciados. (mais…)

Covid-19: pessoas com comorbidades serão imunizadas a partir de maio


Em maio começa uma nova fase da vacinação contra a covid-19 no país. O foco agora são as pessoas com doenças pré-existentes como problemas cardíacos e do pulmão, hipertensão arterial e diabetes que podem oferecer risco de agravamento da doença. Veja a relação completa de comorbidades do Ministério da Saúde.

Para garantir a vacinação desse grupo, o Ministério da Saúde explica que é importante que essas pessoas estejam pré-cadastradas no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações ou em alguma unidade de saúde do SUS.

Mas, quem não tiver a inscrição vai poder tomar a vacina. Para isso, é preciso apresentar no momento da imunização, um comprovante da comorbidade, como exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica.

A convocação desse grupo será de acordo com a idade, dos mais velhos aos mais jovens. Então os primeiros a serem convocados serão as pessoas de 55 a 59 anos, depois de 50 a 54 anos, e assim por diante.

Desde o início da campanha de vacinação, no dia 18 de janeiro, já foram distribuídas mais de 53 milhões de doses de vacinas covid-19, alcançando aproximadamente 30 milhões de pessoas.

Até o momento foram vacinados os seguintes grupos prioritários: Trabalhadores de saúde; pessoas acima de 60 anos que morem em abrigos, pessoas com mais de 18 anos com deficiência que também morem em abrigos. Idosos a partir de 65 anos, povos indígenas, quilombolas e a população ribeirinha.

Além das Forças de segurança e salvamento e Forças Armadas as pessoas com mais de 60 anos estão sendo vacinadas conforme o calendário de cada estado, mas estão garantidas ainda nessa primeira fase de vacinação.

Agência Brasil