Aberta seleção para coordenação cultural na cidade


(Imagem: Divulgação)

O Instituto Ação Social Pela Música (IASPM), organização social que participa da gestão do Escolas Culturais, está contratando Coordenador de Cultura para atuar em um projeto voltado para a ocupação artística e cultural das escolas públicas baianas.

O regime de trabalho é CLT, com 40 horas semanais de trabalho e início imediato. Existe apenas uma vaga disponível para a cidade de Conquista. O processo seletivo, no entanto, busca preencher um total de 45 vagas – uma para cada cidade baiana onde o cargo está em aberto.

As inscrições serão realizadas exclusivamente através do e-mail [email protected] O currículo deve ser enviado até as 23h59 do dia 27 de janeiro. O assunto deve ser indicado como “Coordenador Cultural”, e o currículo deve indicar a cidade para a qual o candidato deseja concorrer. Também é necessário o envio de uma carta de apresentação e motivação, com até 2 páginas. A carta deve conter uma descrição sucinta da experiência na gestão ou participação em projetos culturais e/ou educacionais e informação sobre pretensão salarial, além de resposta à seguinte questão: Quais as principais dificuldades encontradas pelos grupos culturais e de arte no seu município e como enfrentá-las? Também é necessário o encaminhamento de até três documentos comprobatórios de experiências anteriores.

Requisitos necessários

O candidato interessado deve atender aos seguintes requisitos:

*Experiência comprovada em mobilização e articulação de artistas e/ou produtores culturais no território;

*Experiência comprovada em gestão e/ou participação em projetos sociais, culturais e/ou educacionais na cidade e/ou no território;

*Participação e/ou organização comprovada em atividades de formação na área de políticas públicas de cultura;

*Desejável conhecimento da legislação estadual vigente, relacionadas ao campo da cultura (lei orgânica e plano estadual de cultura);

*Disponibilidade para viagens.

O edital completo pode ser conferido aqui.

O projeto, que faz parte do Programa Educar para Transformar, é uma iniciativa conjunta das secretarias estaduais da Educação, de Cultura (Secult), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e da Casa Civil, viabilizada pelo Fundo de Combate à Pobreza. O objetivo é fortalecer e dinamizar as escolas, por meio da cultura, em benefício e com a participação da comunidade.