Caminhão roubado é localizado pela PRF em Vitória da Conquista


Foto: PRF

 

A Polícia rodoviária Federal localizou na noite de domingo (18) na altura do KM 1 da BR-116 em Vitória da Conquista sudoeste baiano, um caminhão VW/24.250 CNC com registro de roubo na cidade de Barreiras no oeste da Bahia.

Durante patrulhamento da PRF, os agentes visualizaram o veículo abandonado no acostamento da rodovia. Ao se aproximarem, perceberam que o caminhão havia sido deixado no local há pouco tempo, pois estava com a chave na ignição e com motor em funcionamento.

Após consulta ao sistema de dados, os policiais verificaram que o caminhão ocorrência de roubo, registrada na cidade de Barreiras, no oeste baiano. O veículo foi encaminhado a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos de Vitória da Conquista para registro da recuperação e posterior devolução ao proprietário. (mais…)

Policiais recebem treinamento para atuar no Festival de Inverno


Foto: Divulgação SSP

 

A 77ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Vitória da Conquista) apresentará uma novidade durante o Festival de Inverno Bahia, que acontece na cidade, de 23 a 25 de agosto. Integrantes tiveram instruções com a utilização de cães para a detecção de armas e drogas.

Por determinação do Comando de Policiamento da Região Sudoeste, todos policiais da unidade foram capacitados para esta missão na quinta-feira (15), ao receberem instruções para trabalhar ao lado das cadelas Perla, uma pastor belga malinois, e Drica, uma pastor alemão.

“Na oportunidade, foram abordados temas como legislação pertinente ao tráfico de entorpecentes, apresentação e composição das principais drogas ilícitas e variações e particularidades da abordagem com cães de detecção”, contou o comandante da 77ª CIPM, major Nivaldo Góes Oliva Júnior.

Neste treinamento, os policiais se habilitaram a trabalhar com cães, em atividades com grandes públicos: “o evento inaugural será o Festival de Inverno Bahia, onde vamos atuar na área externa, dando suporte ao evento, evitando a entrada de armas e drogas”.

Novos valores (mais…)

Facções de fora da Bahia treinam criminosos no estado


Bahia tem 4 das 10 cidades mais violentas do país, segundo pesquisa do Ipea

A taxa de homicídios estimados na Bahia, em 2017, foi de 63,5 para cada 100 mil habitantes, segundo o Atlas da Violência dos Municípios. A pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), elaborada em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, foi divulgada nessa segunda-feira (5), e aponta as organizações criminosas como uma das causas da violência.

O especialista em segurança pública, o professor Luís Lourenço, do Laboratório de Estudos Sobre Crime e Sociedade (Lassos) da Universidade Federal da Bahia (Ufba), concorda. Para ele, a aliança entre as maiores organizações criminosas do país, a paulistana Primeiro Comando da Capital (PCC) e a carioca Comando Vermelho (CV), com as facções baianas é fomentada principalmente no comércio atacadista de drogas.

“Na Bahia, o PCC e CV não atuam no comércio varejista de drogas. Essa atividade é dos grupos locais. Além da droga, fornecem armas também no atacado”, explicou. Esses grupos maiores também trabalham na transferência de conhecimento entre os traficantes, formando e capacitando criminosos.

“Essas organizações grandes não atuam diretamente, mas influenciam na dinâmica. Costumam adotar o intercâmbio de conhecimentos, de maneiras, de coma fazer, agir naquele cenário. Um exemplo é quando um indivíduo é preso em um desses estados, Rio ou São Paulo, e acaba conhecendo a dinâmica local e depois retransmite tudo quando retorna ao local de origem. Ou quando alguns criminosos dessas facções (PCC e CV) são presos em outros estados, como aconteceu na Bahia há muitos anos”, disse Lourenço, que fez referência ao surgimento da primeira facção do estado no início dos anos 90, a extinta Comissão da Paz, hoje Comando da Paz (CP).

Intercâmbio
A CP surgiu na Penitenciária Lemos Brito (PLB), em Mata Escura, com a chegada do sequestrador e traficante Mário Carlos Jezler da Costa. Integrante da Falange Vermelha, que deu origem ao Comando Vermelho, ele aprendeu nas cadeias do Rio a controlar os presos.

Naquela época, os grupos eram dispersos e tinham como hábito a “ciranda da morte”, na qual sorteavam quem iria morrer para controlar a superpopulação carcerária. Os detentos matavam-se mutuamente. Então, Mário Carlos mudou isso. Organizou tudo, a partir da ideia dos presídios cariocas de que era preciso união para reivindicar melhorias e instituiu a Comissão da Paz – ponto de partida para a criação de outras organizações criminosas do estado.

Lourenço pontua que, apesar das influências, as facções baianas ainda estão longe de terem uma organização como o PCC e o CV. “Aqui tem funcionado a estratégia de enfrentamento da polícia e, com a captura ou morte das lideranças, tem surgido mais grupos. O segundo no escalão ascende e forma grupo dentro de um mesmo grupo, o que era para ser coeso, torna-se disperso e resulta em disputa interna por territórios, o que não acontece no PCC e CV, tornando-os fortes”, disse.

Tomando como referência o massacre da cadeia de Altamira, no Pará, quando 62 presos morreram no último dia 30, durante confronto entre facções criminosas que disputam território dentro da unidade prisional, o Comando Classe A (CCA) e o Comando Vermelho, Lourenço comentou que na Bahia a violência nas unidades prisionais quase não existe se comparado com outros estados. Porém, essa rivalidade é expressa de outra forma.

“Aqui, esses conflitos são acentuados nos bairros por disputa por bocas-de-fumo. Os números estão aí. Não é à toa que as cidades baianas têm estado no ranking das mais violentas do país”, explicou. (mais…)

Bolsonaro compara divulgação de mensagens a crime de receptação


Foto: FABIO MOTTA/ESTADÃO/DIVULGAÇÃO

 

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) comparou nesta quarta-feira (31) ao crime de receptação a publicação de reportagens com base em diálogos vazados do ministro Sergio Moro e de procuradores da força-tarefa da Lava Jato.

O site The Intercept Brasil, do qual o jornalista Glenn Greenwald é fundador, tem publicado desde 9 de junho reportagens com base nestes diálogos. Veículos como a Folha de S.Paulo tiveram acesso ao material recebido pelo site e também têm publicado reportagens.

Bolsonaro, por sua vez, já afirmou que, em seu entender, Greenwald cometeu um crime e que “talvez pegue uma cana aqui no Brasil”. O presidente e sua equipe, no entanto, nunca especificaram que crime o jornalista teria cometido. (mais…)

Nenê Constantino é intimado pela Justiça para cumprir pena por homicídio


(foto: Cadu Gomes/CB/D.A Press – 28/3/07)

O juiz João Marcos Guimarães Silva, do Tribunal do Júri de Taguatinga, no Distrito Federal, intimou para cumprimento de pena os quatro réus condenados pela morte do líder comunitário Márcio Leonardo de Sousa Brito, em 2001. Entre eles está o empresário de ônibus e ex-dono da Gol Linhas Aéreas Nenê Constantino, de 86 anos.

Nove meses depois da condenação em segunda instância do empresário, a Justiça determinou a expedição da guia para o início do cumprimento da pena.

A determinação da Justiça para a execução imediata da pena será avaliada pela Vara de Execuções Penais. Conforme publicado pelo Correio Braziliense, a defesa espera que Constantino, condenado a 21 anos e 7 meses de prisão por homicídio, fique em prisão domiciliar.

Segundo a decisão, publicada nesta segunda-feira, 29 de julho de 2019, todos devem se apresentar à Justiça em até 48 horas após a entrega da intimação aos advogados. Caso não compareçam, passam a ser considerados foragidos.

A família Constantino é dona do Grupo Áurea, hoje Grupo Comporte, composto por  empresas de transportes de passageiros (sujeito a alterações): Breda Transportes e Serviços S/A., BR Mobilidade Baixada Santista S/A – SPE, Empresa Auto Ônibus Manoel Rodrigues S/A., Empresa Cruz de Transportes Ltda., Empresa Princesa do Norte S/A., Expresso Maringá do Vale S/A., Expresso União Ltda., Turb – Transporte Urbano S/A., Viação Luwasa Ltda., Viação São Paulo São Pedro Ltda., Viação Piracicabana Ltda.. (mais…)

Polícia investiga suspeita de tortura em asilo em Santa Luzia, 10 idosos mortos


Uma funcionária de um asilo “COLHENDO VIDAS PRA VIDA”, investigado pela Polícia Civil, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, disse que dez idosos morreram no local.

A instituição fica no bairro Barreiro do Amaral e foi interditada pela Prefeitura, durante ação conjunta com a Polícia Civil de Minas Gerais. A dona do asilo e uma filha dela foram presas por suspeita de torturar e agredir idosos acamados. Um cuidador ainda é procurado pela polícia.

A funcionária que relata as mortes na instituição não quis se identificar. A Polícia Civil, que deu início às investigações nesta semana, informou que confirma dois óbitos e disse que os outros casos serão apurados. Uma das mortes ocorreu na semana passada, após um idoso ser internado com quadro de desnutrição. (mais…)

Estado autoriza novo concurso para Polícia Militar e Corpo de Bombeiros


O Governo da Bahia autorizou a realização de novo concurso público para provimento de vagas nos quadros da Polícia Militar da Bahia (PMBA) e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA). O anúncio foi realizado pelo governador Rui Costa na noite desta terça-feira (23), durante o #PapoCorreria, transmitido pelas redes sociais.

A autorização, assinada pelo governador no último dia 19, dá início aos trâmites legais para a realização do certame, que prevê duas mil vagas para a Polícia Militar e 500 para o Corpo de Bombeiros. Serão 1 mil policiais e 250 bombeiros com ingresso em 2020 e mais 1 mil policiais e 250 bombeiros com ingresso em 2021.

A medida integra as diretrizes da administração estadual para reforço e valorização da segurança pública no estado. O último concurso público para as duas corporações, realizado em 2017, ofertou 2.750 vagas e teve 3.438 candidatos aptos ao término das provas objetiva e discursiva

 

PF detém quatro suspeitos de invadir telefone de Sergio Moro


Policiais federais detiveram nesta terça-feira (23), no estado de São Paulo, quatro suspeitos de acessar, sem autorização, o telefone celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Os detidos também são suspeitos de terem interceptado e divulgado parte das comunicações do ministro.

Em nota, a Polícia Federal se limitou a informar que os quatro suspeitos foram detidos em caráter temporário nas cidades de Araraquara, São Paulo e Ribeirão Preto e integram uma organização criminosa que pratica crimes cibernéticos. Também foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão.

A operação foi batizada de Spoofing, expressão relativa a um tipo de falsificação tecnológica, que procura enganar uma rede ou uma pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informação é confiável quando, na realidade, não é.

Ainda de acordo com a PF, as investigações seguem para que sejam apuradas todas as circunstâncias dos crimes praticados. Procurado, o ministro Sergio Moro ainda não se pronunciou sobre o assunto.

A assessoria da PF informou que, por ora, não fornecerá detalhes a fim de não atrapalhar as investigações.

No começo de junho, o Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que hackers tinham tentado invadir o telefone celular de Moro. De acordo com a pasta, o ministro só percebeu a tentativa no dia 4 de junho, quando recebeu uma ligação do seu próprio número. Após a chamada, Moro recebeu novos contatos por meio do aplicativo de mensagens Telegram, que o ministro afirma que já não usava há cerca de dois anos. Imediatamente, o ministrou abandonou a linha e acionou a Polícia Federal.

Dias depois, trechos de mensagens que o ministro trocou com procuradores da força-tarefa da Lava Jato, do Ministério Público Federal (MPF), passaram a ser divulgados por veículos de imprensa, principalmente, pelo site The Intercept Brasil. Segundo o site, os arquivos foram entregues por uma fonte anônima.

Com Agência Brasil

 

[CONQUISTA]: Ex-candidato a vereador é preso por extorsão e tráfico


 

O cabeleireiro João Carlos dos Santos Lima, conhecido em Vitória da Conquista como ‘Tayrone do Jegue’ foi preso por extorsão e associação para o tráfico. Os investigadores da DTE prenderam Tairone do Jegue no momento em que este recebia de um pai de um usuário de substância entorpecente o valor de R$ 10.200,00, exigido ilegalmente, mediante grave ameaça, como pagamento de uma suposta dívida de drogas.

 

 

Tayrone foi preso no interior do seu salão, localizado no bairro Alto Maron.  Os homens da DRACO fizeram o flagrante no exato momento que a vítima estava pagando a suposta dívida que o filho, já falecido, teria contraído com traficantes.

As investigações confirmaram que o ex-candidato a vereador mandou várias mensagens ameaçadoras pelo celular para vítima, inclusive de pessoas assassinadas e fotos do próprio Tayrone junto com diversos políticos e personalidades da cidade, como forma de mostrar sua influência, intimidar a vítima para que esta não procurasse a polícia e pressioná-la a pagar o valor exigido ilegalmente .

O acusado foi apresentado na DTE, onde foi interrogado e confessou a autoria da extorsão, sendo autuado em flagrante delito pelos crimes descritos e encaminhado para o Conjunto Penal, onde ficará preso à disposição  da Justiça.

Tayrone foi candidato a vereador pelo PHS.

Fonte : DRACO/ DTE – Vitória da Conquista.

Homem armado assalta farmácia de Vitória da Conquista; veja imagens


Um assaltante foi flagrado pelas câmeras de segurança de uma farmácia, em Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, no último domingo (14). Nas imagens é possível ver o suspeito mostrando a arma às mulheres. Assustadas, elas passam o dinheiro do caixa para o assaltante.

O delegado titular da delegacia de furtos e roubos de Vitória da Conquista, Arilano Botelho, informou que o crime ainda não foi registrado.

Veja vídeo:

Fonte: BNews
(colocar matérias de outros veículos sem citar a fonte é desonesto. Leitor, jogue no Google para saber a real fonte).