CazAzul recebe lançamento de videoarte e pocket show de Balaio nesta quarta-feira, 23



O Curta Cuarta, projeto da CazAzul Teatro Escola divulgou a programação desta quarta-feira, dia 23 de maio, que acontece a partir das 19h. A entrada é gratuita. O projeto receberá o lançamento do videoarte “Habitar”, que traz a representação coreográfica da repressão do feminino, com as performances de Shirley Ferreira e Ricardo Fraga e música autoral de Balaio.

A programação conta também com a performance de dança “Com-partilha” de Shirley Ferreira; exibição do documentário “Compor-se”, direção de Nathan Soares; e com a exposição fotográfica “Corpos em Possibilidades”, assinada pela fotógrafa Rebeca Reis. Para o encerramento da noite, o evento contará com o pocket show de Balaio.

A CazAzul Teatro Escola fica localizada na TV. Otávio Santos, n 60, Recreio.

Confira mais detalhes das atrações:

Performance “COM-PARTILHA” – A coreografia agrega a força musical de Elza Soares e traz em cena quatro dançarinas performers, sendo três delas ciborgues, que dialogam com presença física da quarta dançarina. A performance traz a reflexão sobre as redes sociais, a representação do sujeito, o compartilhar e a distante igualdade entre os sexos.

Performer Shirley Ferreira;

Videoarte “HABITAR” – Traz as performances de Shirley Ferreira e Ricardo Fraga com música autoral de Balaio Bonfim. O curta metragem traz para a representação coreográfica da repressão do feminino, onde pode estar presente tanto em um corpo com genitália feminina como com uma genitália masculina, e ao fundo relatos que misturem a ficção e histórias colhidas ao ser lançada a questão “A quem pertence o corpo que Habito?”.

– Habitar é um vídeo da Ato3 Produções Artísticas e Editoriais LTDA ;

Documentário “COMPOR-SE” – conta com a direção de Nathan Soares e trata sobre a dificuldade em inserir a música autoral no campo musical de uma cidade como Vitória da conquista, trazendo em evidência o jovem Gabriel Bonfim, mais conhecido como “Balaio”.

Exposição Fotográfica: “Corpos em possibilidades” – Da fotógrafa Rebeca Reis, o ensaio tem como objetivo ampliar o olhar para a construção subjetiva do corpo. Corpos diferentes que trazem nas suas subjetividades a potência de se reinventarem a partir do encontro com o próximo e consigo mesmo.

Balaio – Baiano, natural de Vitória da Conquista, Balaio segue em carreira solo desde 2016, depois de integrar a banda de pop rock Grão Bordô. Suas influências sonoras vão desde a música regional ao rock internacional, fazer uma verdadeira mescla de ambos estilos apenas com a sua voz e seu violão. Balaio já fez turnê pela região sudoeste da Bahia, além de ter se apresentado em João Pessoa (PB).