[CONQUISTA]: Em vídeo professora denuncia escassez de merenda escolar, ‘Só batata doce’


Uma professora da escola municipal Zulema Cotrim, no bairro Felícia, gravou um vídeo denunciando a falta de merenda na extensão da escola. “Hoje é só batata seca, nem um cafezinho as crianças tem direito nesta escola. Só batata doce, uma pedaço de batata para as crianças merendarem hoje aqui”, reclama.

Por meio de nota, a Secretaria de Educação Municipal disse que irá verificar a situação das merendas em toda a rede.

De acordo com o Sindicato do Magistério Municipal Público de Conquista (SIMMP) ,os problemas referentes a merenda escolar na rede municipal de Vitória da Conquista persistem há meses. Há cerca de duas semanas, não há leite nas creches. As refeições das crianças, no que se refere ao café da manhã e jantar, principalmente nas creches integrais, estão se resumindo a bolacha com suco ou café puro, denuncia o sindicato.

O secretário municipal de educação, o Coronel Esmeraldino de Correia, sustenta em entrevistas, que a rede municipal dispõe de nutricionistas e as crianças estão sendo bem cuidadas. Esmeraldino também havia garantido que na segunda-feira (04), o abastecimento de leite já seria normalizado, mas os professores dizem que as crianças ainda continuam, em algumas escolas, tomando o café puro.

O leite, por ser rico em fonte de cálcio e proteína, é essencial na nutrição das crianças em fase de desenvolvimento físico e mental, pois contribui para a aprendizagem. Nas creches, ele é usado como componente de várias refeições ao longo do dia, como mingau e vitaminais. O SIMMP alerta que uma alimentação saudável nas unidades de ensino é um direito básico dos educandos e a não garantia ou ausência de algum alimento é considerado crime.

Recentemente, em entrevista a uma rádio, o Secretário Esmeraldino cometeu um ato falho ao chamar a merenda escolar de “ração”, causando um mal estar. “Temos nutricionista que consegue fazer a ração, o alimento balanceado”, disse.