[Conquista]: Ônibus já estão operando com biometria facial para coibir uso indevido da gratuidade


Imagem meramente ilustrativa

 

A cena comum de pessoas no terminal com dezenas de cartões nas mãos oferecendo o uso mediante pagamento deverá ter um fim definitivo no transporte público de Vitória da Conquista. A Associação das Empresas do Sistema de Transporte Coletivo Urbano de Vitória da Conquista (Atuv) deu início à implantação da biometria facial, que irá complementar o uso do bilhete eletrônico municipal (BEM) nos ônibus coletivos da cidade. O projeto tem como objetivo combater o uso indevido dos bilhetes e prejuízos no sistema que venham a recair sobre seus beneficiários.

Após 5 meses de testes, cinco veículos que fizeram parte do projeto piloto já estão operando com o sistema

O contrato será assinado com a empresa Prodata e a prefeitura promete implementar nos próximos 30 dias a tecnologia. De acordo com o coordenador de transporte público urbano e interventor da Atuv, Micael Silveira, “a biometria facial irá coibir o uso indevido da gratuidade e meia passagem, para que haja uma garantia do fornecimento desses direitos a quem realmente precisa”, explica.

Após 5 meses de testes, cinco veículos que fizeram parte do projeto piloto já estão operando com o sistema. “Se houver alguma inconsistência na leitura dos dados, o cartão será bloqueado e o usuário será encaminhado para uma auditoria da Atuv”, ressalta Micael.