Globo e “representantes dos caminhoneiros” armam um teatro


“Uma notícia forjada com o intuito de atrair a atenção da opinião pública”, assim o dicionário define um factoide, artificio muito usado na imprensa mundial. Enquanto o Brasil aguardava o término da reunião entre governo Temer e Entidades que representam diversas categorias dos caminhoneiros, o site do Jornal O GLOBO, antes mesmo da co-irmã TV Globo, deu em primeira mão o resultado do longo encontro.

Sob a manchete “Governo e caminhoneiros chegam a acordo para trégua de 15 dias” a reportagem anunciava o fechamento de um acordo entre governo e caminhoneiros e uma ‘trégua de 15 dias” na greve dos motoristas das estradas do Brasil. Imediatamente a novidade repercutiu nos principais veículos da grande mídia e nos blogs, causando enorme revolta entre os caminhoneiros nas redes sociais, em especial nos grupos de Whatsapp.

Mesmo depois de terem entrado ao vivo na programação da TV Globo confirmando a mentira, os mesmos 03 representantes que fizeram o “ao vivo” na TV, gravaram um vídeo para as redes sociais desmentindo a informação do Jornal O GLOBO e da TV Globo. Em uma nova versão, eles afirmam que se comprometeram apenas em levar as propostas para que os caminhoneiros decidissem. Mesmo assim, se dizem “confortáveis” com as propostas e tentam convencer os caminhoneiros a aceitarem.

O vídeo está sendo compartilhado pelos caminhoneiros nas redes sociais. Muitos caminhoneiros estão chamando os sindicalistas de “traidores” e outros adjetivos.