Grupo JCA e Viação Águia Branca se unem e formam empresa com foco na venda de passagens on line


O Grupo JCA, que reúne empresas como Auto Viação 1001, Catarinense e Cometa, e o Grupo da Viação Águia Branca, duas gigantes rodoviárias, anunciaram oficialmente na manhã desta quinta-feira, 10 de setembro de 2020, a união para a formação de uma joint venture.

Será a BusCo que terá operação independente e o foco na venda de passagens on line.

De acordo com nota oficial ao Diário do Transporte, cada uma das partes terá 50% de participação e a conclusão do negócio depende da permissão de órgãos reguladores de concorrência.

Ambas empresas continuaram atuando de forma independente, mas em parceria na cobertura da joint venture. Também não significa que uma empresa comprou a metade da outra. Trata-se de uma união especificamente para esta nova empresa, a BusCo.

De acordo com o Dicionário Formal Financeiro, “joint venture é um acordo entre duas ou mais empresas que estabelece alianças estratégicas por um objetivo comercial comum, por tempo determinado. As companhias concordam em unir seus recursos para o desenvolvimento de um negócio conjunto e dividem os resultados, sejam eles lucros ou prejuízos. Os recursos oferecidos pelas empresas podem ser capital financeiro, matéria-prima, tecnologia ou até mesmo mão de obra, conforme os termos das joint ventures.

Ambas empresas operam rotas de grande movimento no País e concorrem em muitas delas, como que possui a maior demanda no mercado rodoviário, a Rio de Janeiro / São Paulo

Veja nota na íntegra:

Com um histórico similar de pioneirismo no transporte rodoviário de passageiros e com o objetivo de explorar oportunidades no mercado brasileiro, o Grupo JCA e a Viação Águia Branca se uniram para constituir uma joint venture denominada BusCo.

A nova empresa atuará na prestação de serviços de transporte terrestre interestadual de passageiros dentro do Brasil, através de linhas regulares, e terá como canal principal de distribuição sua plataforma de vendas online, que comercializará somente passagens de ônibus relativas aos mercados operados pela própria BusCo.

A BusCo será uma sociedade por ações de capital fechado e será detida, direta ou indiretamente, pela JCA e pela Viação Águia Branca, na proporção de 50% (cinquenta por cento) cada. O fechamento da operação ocorrerá após a obtenção das aprovações necessárias, incluindo das autoridades regulatórias e concorrenciais.