Policlínica: Troca de farpas e indiretas entre Herzem e Rui cria “policlima”


O governador Rui Costa (PT) e o prefeito de Vitória da Conquista (BA), Herzem Gusmão (PMDB), voltaram a trocar farpas. Depois de provocar Gusmão ao dizer em seu programa na internet que “tem gente que nasceu para ser radialista e tem gente que nasceu para cuidar das pessoas”, agora o petista aumentou o tom. O motivo seria as declarações que Herzem deu ao Blog do Anderson, em que condicionava o recebimento da futura Policlínica à possibilidade de indicar o diretor do consórcio.

A entrevista – Em sua fala, o prefeito não chega a condicionar nada de forma explícita, mas ressalta o tempo inteiro que o fato de Vitória da Conquista ser a maior cidade do sudoeste da Bahia e entrar com uma maior parcela de recursos, faz com que a cidade tenha o direito de indicar o comando. “O governo do Estado impõe que a administração seja do governo do Estado. Vitória da Conquista que vem perdendo tanto, recentemente perdeu a superintendência do Banco do Brasil, ia perdendo [uma agência dos] Correios, nós reagimos. Ia perdendo a gerência de habitação para Itabuna…E não é justo que Vitória da Conquista, por ser a maior cidade do sudoeste da Bahia, que ela não tenha pelo menos o direito de indicar o gestor da Policlínica”, exigiu o prefeito.

Partidarizar a saúde – Herzem afirma que não quer partidarizar os assuntos ligados à saúde e cita como exemplo o fato de buscar para seu governo a profissional da área, Ceres Almeida, antes atuando na Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). “Nós queremos afastar a política partidária na saúde (…) A prefeitura foi buscar uma técnica do governo do estado. A Dra. Ceres, é da Sesab, eu fui lá, pedi a liberação dela, Dr, Fábio concedeu nosso pedido(…) é hoje nossa secretária, que eu conheci depois das eleições, denota que não queremos partidarizar as ações de saúde, se eu quisesse eu iria indicar alguém politicamente ligado a mim ou a outro partido”, argumentou Gusmão. O prefeito ainda mitigou a iniciativa do Governo do Estado em relação à construção da Policlínica. “Não é difícil implantar uma Policlínica, uma UPA, difícil é mantê-las”, afirmou Herzem.

A Resposta de Rui – Em um vídeo divulgado no Youtube, gravado durante a assinatura da ordem de serviço para a construção do Hospital Metropolitano, em Lauro de Freitas, o governador chegou a gritar de forma irritadiça, que a política “é lugar para quem gosta de gente” e insinuou que o prefeito do PMDB estaria entre os que “só pensam nos seus negócios e nos negócios dos seus amigos”.

Pelo visto, as eleições 2018 já começaram. Os principais atores mostram o tom da campanha eleitoral, que promete ser movimentada. 

Veja o vídeo (Youtube – Canal Blog do Rodigo Ferraz):