Prefeitura realiza inspeção em bares e restaurantes para coibir aglomerações


A Prefeitura Municipal tem intensificado as ações de fiscalização com a finalidade de coibir aglomerações indevidas. Na noite deste sábado (13), a Vigilância Sanitária, o Setor de Posturas e a Polícia Militar participaram de uma ação conjunta para vistoriar bares e restaurantes da cidade.

Desde que iniciada a terceira fase de reabertura das atividades, em julho de 2020, bares e restaurantes de Conquista puderam retomar suas atividades, desde que cumprissem rigorosamente os protocolos de segurança contra a Covid-19. Entendendo as necessidades do setor, o Governo Municipal, até então, não retrocedeu para um novo fechamento.

Para Zuza Moreno, proprietário de um dos estabelecimentos visitados, o segmento dos bares envolve uma imensa quantidade de colaboradores. “Não apenas a minha, mas são muitas as famílias que têm este trabalho como sustento. Acho que é muito importante a gente seguir os protocolos, para que continuemos abertos, e cabe a nós buscar a adequação necessária e os cuidados com a pandemia”, declara Zuza.

O proprietário de bar Nevton Pereira destaca que há certa dificuldade com o comportamento de alguns clientes, mas a Prefeitura tem prestado apoio e orientação. “Sofremos muito em 2020 com o fechamento e estamos totalmente dispostos a acatar as medidas, para que não fechemos novamente as portas. A Administração Municipal está fazendo sua parte, e creio que chegaremos em um ponto de equilíbrio”, ressalta Nevton.

Segundo o coordenador da Vigilância Sanitária, Maico Mares, as blitzes começaram nesta semana e irão durar por mais 60 dias. “Nosso objetivo é fazer com que os decretos municipais e estaduais sejam cumpridos, assim como os parâmetros sanitários para estes estabelecimentos. A população tem nos apoiado, mas reforçamos o apelo para que todos ajudem a manter os cuidados necessários com a pandemia”, afirma Maico.

A operação da Vigilância Sanitária conta ainda com o apoio do Procon e tem sido intensificada neste mês, apesar do adiamento do feriado de carnaval . Neste sábado, de um total de 42 inspeções, 33 estabelecimentos foram notificados, com uma interdição total e duas interdições parciais