[VÍDEO]: Prefeitura recolhe ônibus nos horários de pico e usuários protestam; Assista


A anunciada mudança de horários dos ônibus coletivos “para atender a demanda da população”  está trazendo transtornos para os conquistenses. De acordo com moradores do Miro Cairo e outros bairros afetados, ônibus que passavam antes às 6h da manhã, agora chegam lotados às 7h e alguns veículos foram retirados das linhas justamente nos horários de pico.

Os moradores do Miro Cairo gravaram um vídeo fazendo a denúncia e apelando para que a Câmara de Vereadores de Conquista interceda por eles. “O povo do Miro Cairo está indignado com a prefeitura. Retiraram vários horários de ônibus da linha D-39 UESB e o R-25. Não faz integração de passagem. Pedimos aos vereadores, que são os representantes do povo, para tomarem uma providência. URGENTE!!!”, apela o universitário Edvaldo Paulo Sousa, autor do vídeo feito dentro do coletivo.

Outro usuário queixou-se em um grupo de notícias do whatsapp “A Prefeitura fazendo cagada novamente, agora 14 linhas da viação Rosa sofre alteração de horários ,linhas como R-02,D-30 D-32 entre outras .. serão recolhidos veículos em horário de pico, a população irá sofre em isso e muito, classe trabalhadora mais uma vez afetada 😒 é triste , sem contar que funcionários das empresas também podem sofrer demissão por conta de menos veículos nas ruas”

VEJA O VÍDEO COM AS DENÚNCIAS DOS USUÁRIOS:

As mudanças foram anunciadas nos site da Prefeitura e começaram a valor desde quarta-feira (12) nas linhas D30, D32, D39, R01, R02, R05, R08, R13, R18, R25, R62, R63, R64 e R65. “Serão modificados (…) para melhor atendimento ao usuário do transporte publico”, disse o coordenador municipal de Transporte, Micael Silveira.

Sobre a redução dos carros, Eduardo Brito Andrade, gerente de tráfego da empresa Rosa, confirmou a redução de carros “nos entre picos, no pico estão rodando normal, não estavam, mas agora já estão”, disse na tarde desta sexta, 14.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários de Conquista – SINTRAVC – Álvaro Souza, confirmou estar recebendo queixas de rodoviários da empresa Rosa, que temem por demissões em função da redução de carros nas linhas. “Encaminhei um Ofício à Secretaria de Mobilidade Urbana cobrando explicações e estou aguardando a resposta para avaliar as medidas que serão tomadas. Nosso intuito é defender a categoria e também os usuários”, disse

A Prefeitura contratou os ônibus da Viação Rosa pelo valor de R$ 2.619.550,00 mensais e opera em caráter emergencial o LOTE 1, que era da Viação Vitória.  O motivo que levou a Secretaria de Mobilidade Urbana a retirar carros da linha ainda não foi revelado.

Em nota a Prefeitura negou a retirada de carros nos horários de picos. “A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, através da coordenação de transporte, esclarece que a informação de recolhimento de veículos nos horários de pico é improcedente. Todos os horários continuam com programação normal. Também não houve nenhuma alteração quanto à integração de bilhetagem eletrônica. Ainda segundo a coordenação, os horários estão devidamente discriminados no site da Prefeitura para acesso da população”, diz a nota.