Vitória da Conquista adere à suspensão de atividades não essenciais até segunda-feira (1º)


Vitória da Conquista vai seguir o novo decreto estadual anunciado pelo Governo da Bahia nesta manhã (25), que suspende todas as atividades não essenciais a partir das 17h dessa sexta-feira (26), até 5h de segunda-feira (1º/03).

Na tarde de hoje, o governador da Bahia, Rui Costa, conversou com a prefeita em exercício, Sheila Lemos, e pediu a colaboração do Município no cumprimento do novo dispositivo. A gestora municipal se comprometeu a seguir as medidas restritivas até segunda-feira (1º), quando a eficácia dessas restrições será avaliada pelo Comitê Gestor de Crise da Prefeitura Municipal.

PREFEITA DE CONQUISTA HAVIA DITO QUE NÃO IRIA ADERIR AO LOCKDOWN

A prefeita de Vitória da Conquista em exercício, Sheila Lemos, em entrevista a uma rádio local, afirmou que não aceitaria o lockdown na cidade. “Nós não vamos fazer o lockdown porque entendemos que isso não é a resolução do problema. Para resolver o problema é vacinação, a população se conscientizar, e é abrir leitos para quando a pessoa precisar, que tenha o leito disponível”, disse a prefeita em exercício ao ser questionada pelo radialista Humberto Pinheiro.

“A gente entende que o lockdown não vai fazer o vírus recuar, nós passamos por isso no ano passado, no mês de março, nós passamos no mês de abril, no mês de maio, com todo o comércio fechado, só os serviços essenciais funcionando e o vírus foi se propagando. Vitória da Conquista não entende que o lockdown é solução para [conter] o avanço do coronavirus”, disse Sheila.

A prefeita disse ainda que não acreditava que o governado iria decretar lockdown no estado. “Ele sabe que isso não vai resolver o problema. Ele não vai fazer isso”.

Na semana passada, a prefeita também disse que a cidade não ia obedecer à ampliação do horário do toque de recolher, mas no dia seguinte, mudou de ideia.