Paulo Gustavo, 42 anos, mais uma vítima da covid-19; O sorriso está de luto


Morre “Dona Hermínia”

 

Era impossível não sorrir com o talento do ator e humorista Paulo Gustavo. Ele que tanto nos alegrou, une o país na tristeza. O sorriso está de luto. A inteligência também. Foi embora um artista, pai de família, o filho de Déa Lúcia. Foi-se nosso humor.

Mais um brasileiro morto pelo coronavirus, bem no dia em que registramos 411.854 irmãos brasileiros também mortos em pouco mais de 01 ano. Estes também perderam a batalha, em uma guerra onde você pode ser o próximo a morrer. Ou alguém que você gosta muito.

A morte de Paulo Gustavo pode ser um mote, para que a sociedade comece, de fato, punir os gestores públicos comprovadamente responsáveis por muitas mortes no nosso país. Sua morte deve servir para muitas reflexões.

O humorista Paulo Gustavo morreu, nesta terça-feira (4/5), aos 42 anos, vítima de Covid-19. Há quase dois meses, o comediante, um dos mais famosos do Brasil, lutava contra as complicações da doença causada pelo novo coronavírus. Ele deixa o marido, Thales Bretas, e dois filhos, Romeu e Gael. A família ainda não divulgou informações sobre o sepultamento.

O Brasil registrou 3.025 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou nesta terça-feira (4) 411.854 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 2.361. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -15%, indicando tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes do vírus.

IRREVERSÍVEL – “Após a constatação da embolia gasosa disseminada ocorrida no último domingo, em decorrência de fístula brônquio-venosa, o estado de saúde do paciente vem deteriorando de forma importante. Apesar da irreversibilidade do quadro, o paciente ainda se encontra com sinais vitais presentes”, informou o boletim divulgado à imprensa na noite de hoje.

O quadro do ator e comediante se agravou repentinamente no domingo (2/5), quando houve piora acentuada do nível de consciência e dos sinais vitais. Ele sofreu embolia e lesões cerebrais. “Novos exames demonstraram ter havido embolia gasosa disseminada, incluindo no sistema nervoso central, em decorrência de uma fístula bronquíolo-venosa. Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade”, informou o boletim médico divulgado pela assessoria.

LUTA – Paulo Gustavo foi internado no dia 13 de março em um hospital no Rio de Janeiro. Oito dias depois, o humorista precisou ser intubado. No mesmo mês, a família comunicou que o quadro clínico do ator havia se agravado, motivo pelo qual foi necessário o tratamento de Oxigenação por Membrana Extracorpórea (Ecmo). Os boletins médicos das semanas seguintes apontaram uma evolução no quadro de Paulo, que chegou a passar uma semana sem complicações – período em que interagiu com o marido.

FILHOS – Paulo Gustavo e Thales Bretas realizaram o sonho de se tornarem pais em agosto de 2019. O ator, que faleceu nesta terça-feira (4/5) em decorrência do Covid-19, deixa Romeu e Gael, de apenas um ano de idade. Os meninos foram gerados através de barriga de aluguel, após inseminação artificial, e nasceram nos Estados Unidos.

Cada criança é filho biológico de um dos dois: Gael de Paulo e Romeu de Thales. “A gente fez alguns embriões [com óvulos da mesma doadora]: cinco com o meu sêmen e cinco com o do Thales, e inseminou um em cada barriga. O Gael tem um fogo como eu. E Romeu é igual ao Thales, romântico, chora”, contou ele, em entrevista a Sabrina Sato no YouTube.

SUCESSO NO CINEMA NACIONAL – Em 2013, o texto de Minha Mãe é Uma Peça foi adaptado para o cinema. Além de se tornar uma das maiores bilheterias do país, o filme deu incrível popularidade à personagem dona Hermínia e ao comediante.

O longa ganhou duas novas versões: em 2016 e 2019. Minha Mãe é Uma Peça 3, por exemplo, virou a maior bilheteria do cinema nacional, arrecadando R$ 144 milhões, em janeiro de 2020 – a quantia chegou a R$ 200 milhões no período em que os drive-ins exibiram o filme durante a primeira fase da pandemia

Além de cinema e teatro, Paulo Gustavo se tornou um sucesso na televisão. No Multishow, o ator emplacou o programa 220 Volts (2011-2016). Em 2013, ao lado de Marcus Majella e Samantha Schmütz, lançou Vai Que Cola, uma sitcom brasileira que acompanhava uma família do subúrbio do Rio de Janeiro.

Também no Multishow, o humorista criou o programa A Vila. O último trabalho de Paulo Gustavo na televisão foi o especial de Natal 220 Volts, exibido pela Rede Globo.

 

Minha Mãe é Uma Peça 2: a Dona Hermínia de cada signo!

DONA HERMÍNIA ARIANA 

Alguém viu a paciência dela por aí? Arianos se identificam?

DONA HERMÍNIA TAURINA

Ciúme até do ex-marido… Coisa de taurinos, né?

DONA HERMÍNIA GEMINIANA

Mudar de opinião… Quem nunca, né, geminianos?

DONA HERMÍNIA CANCERIANA

Dramática? Imagina! Isso é nem coisa dos cancerianos…

DONA HERMÍNIA LEONINA

Aquela humildade (Só que não) que os leoninos têm. #tátudosempreótimo

DONA HERMÍNIA VIRGINIANA

E aquela organização virginiana? Afinal, quem coloca ordem na coisa toda?

DONA HERMÍNIA LIBRIANA

Sociável, cupido… A cara de libra!

DONA HERMÍNIA ESCORPIANA

Ela tem aquela sinceridade escorpiana. Falou, levou, né?

DONA HERMÍNIA SAGITARIANA

Será que ela aguenta esse pique sagitariano? #dabocaprafora

DONA HERMÍNIA CAPRICORNIANA

Parece que tem uma calculadora na cabeça, né não, capricornianos?

DONA HERMÍNIA AQUARIANA

Aquarianos adoram questionar na reunião de condomínio, né não? #senãoforcausarnemvou

DONA HERMÍNIA PISCIANA

Assim como os piscianos, ela pode se fazer um pouco de vítima quando não recebe a dedicação de volta…

Ficha técnica (Fonte: ancine)

Minha Mãe é Uma Peça 2

Sinopse: A mãe mais divertida do Brasil tornou-se apresentadora de TV, ficou famosa, mudou de endereço, de status econômico… mudou quase tudo, só não mudou a si mesma. Dona Hermínia continua hilária, irreverente e muito preocupada com os problemas da família: Marcelina e Juliano resolvem conquistar a liberdade e sair de casa. Garib, chega com o neto, e para completar, a irmã Lucia Helena, que mora há anos em Nova York, resolve fazer uma longa visitinha.

Produção: Migdal Filmes/Diamond Back Entretainment
Coprodução: Paramount/Universal/Downtown/Paris/Globo Filmes
Direção: César Rodrigues
Roteiro: Fil Braz e Paulo Gustavo
Distribuição: Downtown/Paris
Gênero: Comédia
Lançamento no mercado de exibição: 22/12/2016