Sem voto impresso em 2022, vamos ter problema pior que os EUA, diz Bolsonaro


O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o voto impresso nas eleições 2022 nesta quinta-feira (7). “Basicamente, qual foi o problema, a causa dessa crise toda? Falta de confiança no voto. Lá o pessoal votou e potencializaram o voto pelos correios por causa da tal da pandemia e houve gente que votou três, quatros vezes. Mortos votaram. Foi uma festa lá “, afirmou, a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. “Se nós não tivermos o voto impresso em 22, uma maneira de auditar o voto, nós vamos ter problema pior que os Estados Unidos”, disse.

A declaração ocorre um dia depois da invasão do Congresso dos EUA por simpatizantes do presidente Donald Trump onde quatro pessoas morreram e 52 foram presas. Nesta madrugada, o Congresso americano confirmou a vitória do democrata Joe Biden na eleição presidencial.

No Brasil, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcoumbre (DEM-AP), se manifestaram sobre o episódio. “Fica cada vez mais claro que o único caminho é a democracia, com diálogo e respeitando a Constituição”, disse Maia. Já Alcolumbre contestou o ato em Washington: “tentativa clara de insurreição e de desprezo ao resultado das eleições”.

Fontes: Gazeta do Povo e Estadão

Prefeito de cidade baiana reduz salário em 90% e vai para posse montado em boi; veja vídeo


O prefeito da cidade de Jacobina, no norte da Bahia, baixou um decreto reduzindo o próprio salário em cerca de 92%. Até dezembro deste ano, Tiago Dias (PC do B) vai receber apenas um salário mínimo, e não a remuneração de R$ 15 mil do cargo.

O gestor, que é agricultor, também chamou atenção ao ir para a posse montado em um boi. De acordo com ele, a redução foi uma medida tomada para dar exemplo ao trabalhador, já que a maioria das pessoas de Jacobina também sobrevivem com um salário mínimo.

“Eu tomei algumas decisões já na pré-candidatura, e uma delas foi que eu iria reduzir o salário do prefeito para o mínimo. Pela sensibilidade que o homem público tem que ter, de que o trabalhador é trabalhador. 90% das pessoas em Jacobina e em outros estados do Brasil sobrevivem com um salário mínimo, diferente do prefeito. Eu tenho aqui carro à disposição, combustível à disposição, assessoria à disposição. Estou bem à frente do trabalhador e da trabalhadora nesse ponto. Então a gente tem que dar o exemplo”, disse ele.

No decreto publicado na segunda-feira (4), apenas o prefeito teve salário reduzido. Tiago Dias disse ainda que não chegou a mencionar a redução salarial que pretendia na campanha política.

“Não falei em campanha sobre o decreto, para não ser demagogo. E fiz quando tive à disposição o Diário Oficial, para publicar a decisão dessa medida. Estou realizado, contente e feliz. Porque o homem público, o prefeito, ele não está nem acima e nem abaixo do trabalhador e da trabalhadora, tem que estar lado a lado. Não adianta no discurso a gente colocar que está trabalhando para o povo, se não viver como o povo vive”, argumentou. (mais…)

Câmara realiza sessão extraordinária para dar posse ao prefeito Herzem Gusmão


 

Será realizada na próxima sexta-feira, 08, através do Sistema de Deliberação Remota-SDR, uma sessão extraordinária, a partir das 14h30, para dar posse ao prefeito Herzem Gusmão, reeleito no último dia 29 de dezembro de 2020.

A sessão foi solicitada pelo prefeito, conforme disposto nós arts. 27, II e 31, II da Lei Orgânica do Município e nos arts 133, II e seguintes da resolução 048/2008, do Regimento Interno da Casa Legislativa, através de requerimento protocolado na câmara no dia 05 de janeiro de 2021.

A sessão será realizada de forma virtual, devido as condições de saúde do prefeito, que se encontra em tratamento da Covid-19.

MATÉRIA RETIFICADA EM 07 DE JANEIRO, A PEDIDO DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA CÂMARA

A Câmara Municipal de Vitória da Conquista, vem por meio desta, explicar que a sessão extraordinária convocada para a próxima sexta-feira, 08, pelo presidente da Casa, será realizada com o objetivo de deliberar sobre o pedido de posse virtual do Senhor Herzem Gusmão, reeleito ao cargo de prefeito de Vitória da Conquista, no último dia 29 de novembro de 2020.

O motivo da deliberação para a posse virtual se dá devido às condições de saúde de Herzem, que se encontra em tratamento da Covid-19, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

A sessão foi solicitada pelo presidente da Câmara, conforme disposto nos Arts. 27, II, e 31, II da Lei Orgânica do Município, e nos Arts. 133, II e 135 da Resolução 048/2008, do Regimento Interno da Casa Legislativa, através de requerimento protocolado na Câmara no dia 05 de janeiro de 2021, subscrito pelo Sr. Herzem Gusmão.

A sessão Deliberativa será realizada na próxima sexta-feira, 08, através do Sistema de Deliberação Híbrida (SDH), a partir das 14h30.

Conquista: Vereadores impedem que advogado faça juramento e tome posse no lugar de Herzem


Advogado Ademir Ismerim iria fazer o juramento no lugar de Herzem

Na tarde desta sexta-feira (1º) foi realizada, no auditório do Centro Municipal de Atenção Especializada (Cemae), a solenidade de posse do Prefeito, Vice-Prefeita e dos 21 vereadores de Vitória da Conquista eleitos para o mandato 2021-2024. A cerimônia, conduzida pela Câmara de Vereadores, seguiu os protocolos de prevenção a pandemia do coronavírus e contou com um número limitado de convidados, em respeito as medidas de distanciamento social.

Ainda hospitalizado na cidade de São Paulo para o tratamento da Covid-19, o prefeito reeleito Herzem Gusmão não pode comparecer à posse. O comando da gestão municipal foi passado da Prefeita em exercício, Irma Lemos, para a vice-prefeita eleita, Sheila Lemos. A vice-prefeita deve atuar no cargo de prefeita por 10 dias, podendo ser prorrogado, de acordo a decisão da Câmara Municipal.

Confusão – O evento foi marcado por atrasos, discussões e constrangimento. O estopim das discussões entre vereadores da oposição e o presidente da sessão solene, Luis Carlos Dudé, se deu quando foi anunciado que o advogado procurador do prefeito, Ademir Ismerim, tomaria posse em seu lugar e até mesmo faria o juramento solene.

O vereador Andresson Ribeiro Alves (PCdoB) foi o primeiro a se levantar e interromper a sessão, reclamando que a atitude do procurador, com a anuência do presidente da sessão, não tinha respaldo legal, uma vez que o prefeito estava outorgando poder para que o advogado Ismerim assumisse a prefeitura em seu lugar. Logo em seguida, o vereador Chico Estrella (PTC), também se levantou em protesto e a sessão foi suspensa.

Vereador Andresson (PCdoB) interrompe sessão. Foto: Blog do Sena

 

“A gente não pode permitir que um advogado tome posse e faça um juramento no lugar do prefeito eleito que está com covid, nós temos uma vice prefeita que obrigatoriamente tem que assumir, foi por isso que a bancada de oposição se levantou quando percebemos que quem iria fazer o juramento e assumir a prefeitura de Conquista era o advogado Ademir Ismerim”, explicou Chico Estrella.

Após muita discussão, chegou-se ao consenso de que a vice-prefeita faria o juramento e  assumiria no lugar de Herzem e posteriormente uma sessão deliberativa na Câmara de Vereadores votará pela ampliação do prazo de 10 dias para a posse, caso seja necessário.

A sessão foi retomada e o presidente incumbiu o advogado Ismerim de comunicar a decisão: “Chegamos a um entendimento de que Sheila tomará posse e que como essa é uma sessão solene e não deliberativa, o presidente convocará um sessão para deliberar se o Herzem tomará posse por procuração ou não, e aí vocês vão decidir o que quiser. Se ele não tomar posse por procuração, o que a lei orgânica diz é que ele tem 10 dias pra isso. Se por acaso vencer os 10 dias e Deus não quiser e se infelizmente ele não voltar para o convívio de Conquista, haverá um pedido, por parte de mim, que sou o procurador dele, para ampliar esse prazo. Eu acho que diante da pandemia, nenhum vereador é contra, porque nós estamos passando por um momento muito complicado. Em nenhum momento, como procurador, eu iria assinar qualquer documento administrativo pelo prefeito, inclusive nós protocolamos a procuração com o pedido de afastamento de Herzem. A vice-prefeita Sheila iria assumir aqui nesta sessão, logo após a leitura do termo”, explicou Ademir Ismerim.

Vice-prefeita presta juramento

Após prestar o juramento e assinar o termo de posse, a já empossada declarou: “Agradeço a minha mãe, vice prefeita, Irmã Lemos e em especial ao prefeito Herzem Gusmão a oportunidade de exercer o cargo de uma das mais importantes cidades da Bahia. Quero reforçar que o poder executivo continuará comprometido a trabalhar junto a Câmara de Vereadores para o progresso de Vitória da Conquista”.

Também estiveram presentes na sessão a primeira-dama, Luci Gusmão, e a mãe do Prefeito, Dona Zilda Gusmão, que receberam homenagens da atual vice-prefeita e da anterior, Irma Lemos. “Hoje para mim é um dia de muita alegria onde eu pude passar o cargo para minha filha Sheila. Gostaria de agradecer as presenças da primeira-dama e da mãe do nosso prefeito, que está em recuperação e logo retornará para comandar nossa cidade”, complementou Irma.

Ao fim da cerimônia, foram empossados os secretários que irão compor o executivo municipal. Veja os nomes e os respectivos cargos:

MARCOS ANTÔNIO DE MIRANDA FERREIRA, Chefe do Gabinete Civil e Secretário Municipal de Comunicação;
ADRIANO GAMA BORGES, Secretário Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer;
ANA CLÁUDIA OLIVEIRA PASSOS, Secretária Municipal de Meio Ambiente;
CARLOS MURILO PIMENTEL MÁRMORE, Secretário Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural;
CLÁUDIO RIBEIRO CARDOSO, Secretário Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico;
ESMERALDINO CORREIA SANTOS, Secretário Municipal de Educação;
GEANNE DE CÁSSIA OLIVEIRA DA SILVA, Secretária Municipal de Governo;
DIÊGO GOMES ROCHA, Secretário Municipal de Transparência e Controle;
JACKSON APOLINÁRIO YOSHIURA, Secretário Municipal de Mobilidade Urbana;
JONAS SOUZA SALA, Secretário Municipal de Finanças e Execução Orçamentária;
JOSÉ ANTÔNIO DE JESUS VIEIRA, Secretário Municipal de Infraestrutura Urbana;
KAIRAN ROCHA FIGUEIREDO, Secretário Municipal de Administração;
LUIS PAULO SOUSA SANTOS, Secretário Municipal de Serviços Públicos;
MICHAEL FARIAS ALENCAR LIMA, Secretário Municipal de Desenvolvimento Social;
RAMONA CERQUEIRA PEREIRA, Secretária Municipal de Saúde;
NADJARA LIMA RÉGIS, Procuradora Geral do Município;
DIEGO GOMES DE AZEVEDO FEITOSA, Diretor-geral da Fundação Pública de Saúde;
IVONE FERRAZ GONÇALVES, Ouvidora Geral do Município;
SILVANA DE CÁSSIA ALVES, diretora-presidente da Emurc;
ANTONIO ROBERTO PEREIRA  BRAGA, Comandante da Guarda Civil Municipal.

 

 

 

Vereadores definem composição da Mesa Diretora para o biênio 2021-2022


Durante a sessão solene de posse realizada no auditório do CEMAE nesta sexta-feira, 1º, os vereadores recém-empossados da 21ª legislatura escolheram, em votação secreta, a Mesa Diretora da Câmara Municipal para o biênio 2021-2022.
Duas chapas pleitearam a administração da Casa:
A Chapa 1 contou com Luís Carlos Dudé (MDB) para a presidência, Hermínio Oliveira (PODEMOS) e Orlando Filho (PRTB) como 1º e 2º vice-presidentes, Nelson de Vivi (DEM) e Nildo Freitas (PSC) como 1º e 2º secretários respectivamente.
A Chapa 2 teve o vereador e presidente da Câmara no biênio 2019-2020, Luciano Gomes (PCdoB), Chico Estrela (PTC) e Valdemir Dias (PT), como 1º e 2º vice-presidentes, respectivamente, e Viviane Sampaio (PT) e Ricardo Babão (PCdoB) como 1º e 2º secretários.
Por 13 votos a 8, os parlamentares decidiram eleger a Chapa 1 para administrar a Câmara no biênio 2021-2022.
Em sua primeira fala como presidente da Casa, o vereador Luís Carlos Dudé agradeceu a sua família, assessores e apoiadores, saudou os novos colegas de parlamento e lembrou de sua trajetória até ali.
“Faço uma saudação ao meu saudoso pai, um homem de 1,60, pedreiro, mestre de obras da Prefeitura de Vitoria da Conquista, um dos fundadores do Bairro Alegria, meu pai, Ariomar Pacheco de Oliveira, Seu Bai, e a minha querida rainha que diuturnamente reza pela cidade e por mim, Dona Geni, que agora está com a minha família acompanhando a  solenidade. Eles me deram régua e compasso para que eu chegasse até aqui. Fui vendedor de cocada, engraxei sapatos, vendi picolé, peguei carrego na feira, trabalhei de sol a sol. Em 1989, quando Antônio Gomes Dantas foi o presidente da Câmara, ele me chamou para ser o office boy e eu trabalhei no seu mandato, depois fui para a gestão de Dr. Murilo Mármore na prefeitura, e hoje estou aqui”, comentou.

Câmara empossa os 21 vereadores e vice-prefeita em sessão solene


Imagem Câmara empossa os 21 vereadores e vice-prefeita em sessão solene

Câmara empossa os 21 vereadores e vice-prefeita em sessão solene

Na tarde desta sexta-feira, 1º, foi realizada a sessão solene de posse dos 21 vereadores, prefeito e vice-prefeita eleitos em novembro de 2020. O evento, que aconteceu no Centro Municipal de Atenção Especializada (CEMAE), também foi marcado pela eleição da nova Mesa Diretora da Câmara e o início dos trabalhos legislativos para o biênio 2021-2022.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, a solenidade adotou rígido protocolo de prevenção com aferição de temperatura, distanciamento social e álcool em gel em diversos pontos das dependências do Cemae. Os eleitos levaram apenas dois convidados. A população acompanhou a transmissão da sessão ao vivo nas redes sociais e pela Web Rádio Câmara.

A abertura do evento foi presidida pelo vereador e então presidente, Luciano Gomes (PCdoB), que esteve à frente da Câmara no biênio 2019-2020. Em seu discurso, o parlamentar ressaltou importantes feitos da sua gestão à frente da Casa do Povo.

“Agradeço pelo apoio, porque os meus colegas vereadores me permitiram bater todos os recordes da Câmara Municipal. Essa foi a gestão que deu o maior aumento da história para o servidor da Câmara, que fez a maior devolução da história para a Prefeitura e neste caso, com o compromisso de que os recursos fossem aplicados no combate à Covid-19. Também recebeu a maior nota em transparência atribuida pelo TCM, colocamos o Memorial Câmara em funcionamento. É uma gestão que trabalhou incansavelmente e entrega à população a Rádio Câmara FM 90.3, que implantou a energia solar na Câmara, uma economia de mais de 100 mil reais por ano. Além disso, estamos encerrando essa gestão sem deixar um centavo de débito, deixando crédito em todos os contratos e já estamos preparando a devolução de aproximadamente 50 mil reais para a prefeitura, recursos economizados durante o ano de 2020”, comentou.

Na sequência, a vereadora mais votada do último pleito, Lúcia Rocha (MDB) – com 4.104 votos – conduziu o juramento dos parlamentares.

Farão parte desta legislatura: Adinilson Pereira (MDB), Alexandre Xandó (PT), Augusto Cândido (PSDB), Bibia (MDB), Chico Estrela (PTC), Dinho dos Campinhos (PP), Dr. Andreson (PCdoB), Fernando Jacaré (PT), Hermínio Oliveira (PODEMOS), Ivan Cordeiro (PTB), Lúcia Rocha (MDB), Luciano Gomes (PCdoB), Luis Carlos Dudé (MDB), Marcus Vinícius (PODEMOS), Nelson de Vivi (DEM), Nildo Freitas (PSC), Orlando Filho (PRTB), Ricardo Babão (PCdoB), Subtenente Muniz (AVANTE), Valdemir Dias (PT) e Viviane Sampaio (PT).

Eleição da Mesa Diretora 

Por 13 votos a 8, a chapa formada por Luis Carlos Dudé (presidente), Hermínio Oliveira (1º vice-presidente), Orlando Filho (2º vice-presidente), Nelson de Vivi (1º secretário) e Nildo Freitas (2º secretário) foi escolhida para comandar a Câmara pelo biênio 2021-2022.

Posse do Executivo 

Impossibilitado de participar da solenidade por estar se recuperando da Covid-19 no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo-SP, o prefeito eleito Herzem Gusmão (MDB) nomeou como procurador o advogado Ademir Ismerim Medina para fazer o juramento de posse em seu nome e conduzir a vice-prefeita Sheila Lemos (DEM) ao exercício da administração municipal, mas este procedimento foi rejeitado pela Bancada de Oposição que evocou a Lei Orgânica, Art. 66, para que fosse empossada apenas a vice-prefeita, a qual fica no exercício de gestora até que o prefeito possa tomar posse.

Após a posse de Sheila Lemos, a então prefeita em exercício, Irma Lemos (PTB), fez a transição de cargo, em ato simbólico, segurando a bandeira de Vitória da Conquista junto com a nova gestora em exercício.

Devidamente empossados, os vereadores deverão escolher nos próximos dias as lideranças (de Governo, da Situação e da Oposição), além da composição das comissões temáticas. A sessão preparatória da nova legislatura acontece no próximo dia 03 de fevereiro.

ELEIÇÕES 2020: MPE investiga candidaturas ‘laranjas’ no PRTB de Vitória da Conquista


Pelo menos 25 candidatos do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro – PRTB e 01 do Patriota, do município de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, estão sendo investigados pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). Uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIEJ) foi aberta pelo MPE e apura a existência de candidaturas “laranjas” e “fantasmas” de mulheres. A ação foi ajuizada pelo promotor eleitoral da 39ª Zona, José Junseira Almeida de Oliveira e acusa os réus de ação fraudulenta e abuso de poder, por burlarem a cota de gênero, que exige um mínimo de 30% de mulheres candidatas.

O BCS solicitou por whatsapp um posicionamento do presidente do diretório municipal do PRTB, o vereador e ex-candidato a prefeito David Salomão, mas até a publicação dessa matéria não obtivemos resposta.

Segundo o promotor José Junseira, o PRTB registrou pelo menos 02 candidaturas artificiais de mulheres “laranjas” que tiveram seus nomes indevidamente inseridos na lista de candidatos de uma coligação, para burlar deliberadamente a legislação eleitoral que estabelece um percentual mínimo de 30% de mulheres candidatas, conforme expressamente exigido por lei.

“Note-se que o PRTB só pôde registrar candidatos ao cargo de vereador nas eleições municipais deste ano de 2020 porque fraudou a cota de gênero, indicando no seu DRAP 25 candidatos, sendo 17 homens e 08 mulheres. Mas, na verdade, 02 dessas mulheres, quais sejam, JAQUELINE ROCHA SANTOS e FABIANA LIMA LOPES, só figuraram na lista para, formal e fraudulentamente, atenderem a legislação eleitoral quanto a cota de gênero, pois, efetivamente, não concorreram, sendo suas candidaturas, portanto, fictícias. Enfim, caso não tivesse fraudado a cota de gênero, o PRTB sequer teria podido participar das eleições proporcionais, o que revela típico caso de abuso de poder político-partidário”, disse o Promotor Junseira.

(mais…)

PT de Conquista, Zé Raimundo e Coligação perdem ação contra Blog do Caíque Santos e Correio*


O Juiz Eleitoral Cláudio Augusto Daltro de Freitas julgou como “improcedente” o Processo Judicial Número:  0600271-86.2020.6.05.0041 movido contra o Blog do Caíque Santos, Blog do Leo Santos e Correio da Bahia, pela Coligação “A Conquista do Futuro”, Diretório Municipal do PT de Vitória da Conquista e o deputado e candidato derrotado Zé Raimundo. Nosso blog foi acusado de reproduzir uma “matéria tendenciosa (…) com intuito de prejudicar o processo eleitoral e interferir no direito de sufrágio”, além de divulgação irregular de pesquisa eleitoral. Os advogados do PT pediram punição “em seu máximo valor” aos veículos de imprensa.

“O conteúdo da matéria em questão,(…) não se vislumbra a divulgação de qualquer pesquisa, mas apenas traz uma coluna opinativa do jornalista já citado que, havia tomado conhecimento de que pesquisas (sem citar quais) teriam apontado virada nas eleições nas cidades de Feira de Santana e Vitória da Conquista, frise-se fato que inclusive foi confirmado no pleito do dia 29 de novembro” – Dr.  Ronnie Petterson, advogado de defesa do Blog do Caíque Santos.

A matéria havia sido retirada do ar no dia 28 de novembro, no mesmo dia da Liminar conseguida pelo PT, determinando a imediata censura do comentário do jornalista político Jairo Costa, do Correio da Bahia, em que fala, entre outros assuntos, sobre “sondagens internas” que  apontavam para uma virada de candidatos a prefeito em Conquista e Feira, sem citar dados. Ainda assim, nosso blog teve que constituir um advogado para formular a defesa.

O PT pedia que a ação fosse julgada procedente “condenando-se os representados (imprensa) com a sanção imposta no artigo 17 da Resolução do TSE nº 23.600/2019, em seu valor máximo, de modo a coibir novas condutas”. De acordo com o artigo 17, o “valor máximo” significa multa no valor de R$ 53.205,00 (cinquenta e três mil, duzentos e cinco reais) a R$ 106.410,00 (cento e seis mil, quatrocentos e dez reais).

 

“O que o Blog do Caíque Santos fez, como sempre o faz em questões de interesse da comunidade local, foi reproduzir na íntegra, sem qualquer corte ou maculação, a Coluna Satélite, de opinião do articulista Jairo Costa Junior, que seu interior, conforme pode ser conferido acima, não traz qualquer ilegalidade ou irregularidade que pudesse ensejar tal representação” – Dr.  Ronnie Petterson, advogado de defesa do Blog do Caíque Santos.

O MPE – Ministério Publico Eleitoral, através da Promotora Carolina Alves Bezerra Gomes, manifestou pela improcedência da representação contra os Blogs do Caique, Leo Santos e Jornal Correio*, “uma vez que os elementos reunidos não demonstram a ocorrência de divulgação de pesquisa eleitoral, na acepção técnico-científica do termo, nos moldes da legislação em vigor”, diz o MPE.

“Nos trilhos do entendimento firmado pela jurisprudência de nossos tribunais, a divulgação de mera sondagem, que carrega, em si, a característica da informalidade e ausência de rigor, não caracteriza pesquisa de opinião pública, de modo a permitir o devido enquadramento da conduta no art. 33 da Lei das Eleições. Assim, diante da menção de dados informais e genéricos, desprovidos de rigor metodológicos e critérios científicos, não é possível caracterizar a divulgação em debate enquanto pesquisa eleitoral propriamente dita, em sua acepção técnica, não passando, pois, de mera enquete ou sondagem” – Promotora Carolina Alves – MPE

Na Sentença proferida na última segunda-feira, após o parecer do MPE, o Juiz Eleitoral, afirmou que “numa análise mais acurada (…) vê-se que não não houve a ocorrência de divulgação de pesquisa eleitoral, na acepção técnico-científica do termo, nos moldes da legislação em vigor, já que na divulgação em questão, sequer foi informado dados da suposta pesquisa, cujos requisitos são formais e detalhados, como preceituam os arts. 2º e 10 da Resolução TSE 23.600/2019, assim como não houve informação de que aquela divulgação tratava-se de uma pesquisa eleitoral e, como tal, assim pudesse ser entendida pelo público do periódico e dos sites dos Demandados”.

“Não há que se falar em divulgação de pesquisa eleitoral, mas apenas uma nota jornalística, em que o articulista informa que sondagens internas indicavam tendência de vitória de candidatos oposicionistas (em nível estadual) nas duas cidades onde ocorreu o segundo turno na Bahia, sendo ato de ofício de jornalista, no livre exercício de sua atividade, corolário da liberdade de expressão e de imprensa, assegurando o sigilo de sua fonte e se prestando a informar apenas a tendência de vitória de determinados candidatos, não havendo irregularidades”, afirmou o Juiz Eleitoral Claudio Daltro.

 

Bolsonaro mantém popularidade e aprovação é de 38%


O presidente Jair Bolsonaro, usando um chapéu de vaqueiro, discursa durante inauguração do aeroporto de Vitória da Conquista, na Bahia

 

A alta na taxa de aprovação do governo Jair Bolsonaro registrada pela primeira vez em agosto se mantém estável pelo quinto mês seguido, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira, 15, pela XP Investimentos em parceria com o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe). O levantamento de dezembro aponta 38% de avaliação “boa ou ótima”. Esse índice foi de 37% em agosto e chegou a 39% em setembro e outubro, variando sempre dentro de margem de erro, que é de 3,2 pontos porcentuais.

A pesquisa também mostra estabilidade em relação à reprovação do governo. Neste mês, esse índice de “ruim e péssimo” ficou em 35% – mês passado foi de 34% e, em agosto, de 37%. Já a fatia que considera a gestão Bolsonaro “regular” está em 25%. Foram entrevistadas 1 mil pessoas, por telefone, entre 7 e 9 de dezembro e em todo o território nacional.

A análise por região do País, no entanto, mostra variações nas taxas. No Nordeste, por exemplo, Bolsonaro saltou de 28% de aprovação, em agosto, para 34% agora. O mesmo se revela, de acordo com a pesquisa, em cidades médias, com até 200 mil habitantes. Nesse cenário, a avaliação “boa ou ótima” cresceu de 35% para 48% no mesmo período. (mais…)

Folha de S. Paulo diz que Hérzem tem viés bolsonarista, mas está fora da ‘ala raiz’


Foto: Alan Santos / PR / Reprodução

 

Uma matéria da Folha de S. Paulo traz um perfil de prefeitos de cidades importantes da Bahia que possuem viés bolsonaristas, são da Direita, mas estão fora da ‘ala raiz’, entre eles, o prefeito Herzem Gusmão (MDB) de Vitória da Conquista.

Confira abaixo:

O resultado das urnas na eleição municipal deste ano aponta para uma predominância de prefeitos com viés bolsonarista em cidades médias do país. Esses, porém, estão fora da chamada “ala raiz” de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Em geral, são prefeitos filiados a partidos de centro-direita, como MDB, DEM, PSD e PL, mas que fizeram campanha fortemente aparados por movimentos conservadores e pastores de igrejas neopetencostais. Apesar de não terem recebido apoio público do presidente, fazem elogios públicos a Bolsonaro e mimetizam seu discurso de defesa da família, combate à violência e crítica aos partidos de esquerda. Em alguns casos, transformaram a eleição em uma espécie de luta do bem contra o mal. (mais…)