Revista Veja: Bem avaliado, Rui Costa supera Bolsonaro em cenário presidencial na Bahia


Revista Veja: O governador da Bahia, Rui Costa (PT), que está em seu segundo mandato e enfrenta um momento crítico no estado com o avanço da pandemia, segue bem avaliado pela população, segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 20 e 24 de março

A gestão do petista é aprovada por 68,5% dos entrevistados e desaprovada por 26,8%. Entre os consultados, 55,1% consideram a administração de Rui Costa ótima ou boa, enquanto 24,2% a avaliam como regular – 18,5% consideram o desempenho ruim ou péssimo

 

Governador do PT tem governo aprovado por 68,5% e aparece à frente do presidente, cuja gestão é rejeitada por 59,2% dos baianos, segundo o Paraná Pesquisas

A boa avaliação permite ao petista aparecer à frente do presidente Jair Bolsonaro em sondagem para a eleição presidencial de 2022 – o nome do petista surgia com frequência como presidenciável no partido, mas o quadro mudou após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ter recuperado os seus direitos políticos e se tornado o candidato mais natural do partido para a corrida ao Planalto.

Segundo o levantamento, Rui Costa teria 28,5% dos votos contra 25% de Bolsonaro em uma hipotética corrida presidencial – a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, o que deixa ambos em condição de empate técnico.

Já o ex-presidente Lula venceria Bolsonaro com alguma facilidade (40,4% a 24,7%) no estado, que é um dos que mais reprovam o governo Jair Bolsonaro. Segundo o Paraná Pesquisas, a gestão do presidente tem a desaprovação de 59,2% entre os baianos. Quando a pergunta é sobre a classificação que dão à gestão, 50,7% a consideram ruim ou péssima (veja quadros abaixo)

Senado

A boa avaliação de Rui Costa também o torna favorito na corrida pela vaga ao Senado que estará em disputa em 2022.  O petista tem 45,5% das intenções de voto contra 9% do atual senador Otto Alencar (PSD) — que terá que renovar o mandato –, 7,3% do ex-deputado federal José Ronaldo (DEM) e 4,3% do deputado federal Cacá Leão (PP).

A única má notícia para o PT na Bahia é a pesquisa para o governo do estado, na qual o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) lidera com mais de 25 pontos de diferença para o senador Jaques Wagner (PT), segundo o Paraná Pesquisas – leia a reportagem aqui.

 

 

[ÁUDIO]: Herzem não detalha estado de saúde: “Faremos um bom governo”, diz


Vitória da Conquista, BA

Após o crescimento dos rumores de que o prefeito Herzem Gusmão (MDB) estaria enfrentando “uma agressiva doença pulmonar”, ampliados pela escassez de boletins médicos, nesta segunda-feira (08), o ex-radialista enviou aos conquistenses um áudio, em que garante que ele, a vice-prefeita em exercício Sheila Lemos (DEM) e todo seu secretariado, estão exercendo o governo em pleno alinhamento de ideias e ações. “Faremos um bom governo”, disse com voz bem afetada pela doença.

Informou ainda que a prefeita Sheila Lemos “está indo à Brasilia”, mas não menciona a pauta da visita.

Saúde

Com uma foto fazendo positivo, Herzem não dá detalhes sobre exatamente o percentual em que seu pulmão continia afetado e nenhum laudo mais específico ainda foi divulgado. “É uma doença onde sabemos que precisamos ter paciência, demora a recuperação”. O que se sabe é que ele não está mais doente de covid-19, mas sim tratando a sequela deixada nos pulmões.

OUÇA A FALA COMPLETA:

Mulher que torcia pelo Palmeiras é morta a facadas pelo marido corintiano após título da Libertadores


Uma mulher de 34 anos foi morta a facadas pelo próprio marido após uma discussão envolvendo a final da Libertadores, conquistada pelo Palmeiras, no sábado, 30, na rua Rubens de Souza Araújo, no bairro São Domingos, em São Paulo.

Segundo a Polícia Civil, a vítima, Érica Fernandes Ceschini, que torcia para o alviverde, foi atingida por golpes de faca depois de um desentendimento com o companheiro, o corintiano Leonardo Ceschini, durante a comemoração do título, na madrugada de domingo, 31.

Em depoimento às autoridades, o suspeito afirmou ter sido golpeado primeiro pela vítima fatal e agiu em legitima defesa. Com ferimentos no abdômen, Leonardo foi encaminhado ao Hospital do Mandaqui, onde foi escoltado pela polícia, após ter sido autuado por homicídio qualificado.

Versão da Família

Pelas redes sociais a família de Érica questiona a versão dada pelo marido à Polícia. “Agora aproveito este momento para esclarecer algumas dúvidas. Minha irmã Érica foi brutalmente assassinada pelo meu cunhado. Ele desferiu golpes de faca nas costas e pernas de minha irmã após já tê-la agredido fisicamente. Então, após ter percebido a gravidade dos próprios atos, ele mesmo se esfaqueou para alegar legítima defesa. Não acreditem nas primeiras versões divulgadas na imprensa e redes sociais, porque em primeiro momento foi divulgado apenas a versão dele para se livrar das penalidades que provavelmente sofreria. Agora, que nós família da minha amada irmã, estamos sabendo aos poucos do real ocorrido pelos fatos que estão aparecendo”, afirmou a familiar de Érica

O caso foi registrado na 33° Delegacia de Polícia (DP) da cidade de Pirituba.

Fontes: A TARDE e ABCDJornal

Paraná Pesquisas: Bolsonaro lidera em todos os cenários na corrida presidencial para 2022


Revista Veja – O presidente Jair Bolsonaro lidera com índices superiores a 30% das intenções de voto os três cenários de primeiro turno para a eleição presidencial de 2022 projetados em levantamento exclusivo feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 22 e 26 de janeiro.

Embora o presidente tenha oscilado negativamente em relação à sondagem feita em dezembro, ele ainda segue líder fora da margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Foi a primeira pesquisa feito pelo instituto após o fim do pagamento do auxílio emergencial e a primeira após o início da vacinação, dois temas que tinham potencial para desgastar Bolsonaro.

No cenário mais provável da disputa, Bolsonaro lidera com 30,5% das intenções de voto, seguido pelo ex-ministro Sergio Moro (12%), Ciro Gomes, do PDT (10,6%), Fernando Haddad, do PT (9,5%) e Luciano Huck (8,1%), todos empatados dentro da margem de erro.

O cenário mais favorável a Bolsonaro é aquele em que Moro não disputa, no qual o presidente aparece com 33,7% contra 12,1% de Ciro na segunda colocação – a diferença entre eles é de mais de 20 pontos.

á a simulação mais apertada de primeiro turno é quando Bolsonaro enfrenta o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – nesse caso, a vantagem cai para menos de 14 pontos (31% a 17,3%. Vale lembrar que o petista está impedido de concorrer porque foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa após ser condenado em segunda instância em processo da Operação Lava Jato – ele ainda tenta reverter a situação.

Segundo turno

Em um eventual segundo turno, Bolsonaro lidera em quatro dos cenários, mas empata tecnicamente com Moro (39,1% a 37,6%). Os dois se tornaram desafetos depois que o então ministro da Justiça e Segurança Pública deixou o cargo acusando o presidente de tentar interferir politicamente na Polícia Federal. O ex-juiz da Lava Jato, que agora está trabalhando para a iniciativa privada, nunca assumiu ser candidato. Nesse cenário, com dois contendores mais à direita do espectro político, é registrado o maior percentual de pessoas que dizem que irão votar em branco, nenhum ou anular o voto (18,5%).

Como ocorre no primeiro turno, o cenário mais apertado para Bolsonaro é aquele em que ele enfrenta Lula, quando consegue uma diferença de apenas sete pontos percentuais (42,4% a 35,7%). A simulação mais tranquila para o presidente é quando ele enfrenta João Doria – a distância entre eles é de mais de 15 pontos percentuais (44,9% a 29,4%).

Após polêmica com leite condensado, Portal da Transparência fica fora do ar


O Portal da Transparência do governo federal, meio pelo qual a administração presta contas dos gastos públicos, ficou fora do do ar entre a noite de terça-feira, 26, e o começo da manhã desta quarta, 27. O portal se tornou inacessível após os gastos do Executivo com alimentos – incluindo os R$ 15 milhões pagos em leite condensado – virarem centro do debate público e motivarem pedidos de investigação de parlamentares.

Internautas relataram indisponibilidade da plataforma nas redes sociais pelo menos desde as 22h30 da terça-feira. O Portal continuava fora do ar até por volta das 08h desta quarta. Apesar disso, o site principal do governo federal continuou funcionando normalmente no período, assim como a plataforma de ministérios como o da Economia e das Relações Exteriores. (mais…)

Eleições 2022: Bahia pode ter polarização entre ACM Neto (DEM) x Jaques Wagner (PT)


A disputa pelo governo da Bahia em 2022 pode ter frente a frente dois pesos pesados da política no estado: o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) e o senador e ex-governador Jaques Wagner (PT).

Wagner tende a ser o candidato do atual governador, Ru Costa (PT), que não pode concorrer à reeleição. Já ACM Neto disse ser um nome “gabaritado” para concorrer ao governo, apesar de não se colocar como candidato, segundo o jornal A Tarde.

Outros nomes cotados são os dos deputados federais Pastor Sargento Isidório (Avante) e Lídice da Mata (PSB). Isidório foi candidato a prefeito de Salvador. Mais experiente no cenário político, Lídice já foi vereadora, deputada federal e estadual e prefeita da capital baiana e já concorreu ao governo.

Já o PSD pode lançar o senador Otto Alencar, presidente do partido na Bahia, ou apoiar um nome de partidos aliados – como o do atual vice-governador, João Leão (PP).

Fonte: Gazeta do Povo

Sem voto impresso em 2022, vamos ter problema pior que os EUA, diz Bolsonaro


O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o voto impresso nas eleições 2022 nesta quinta-feira (7). “Basicamente, qual foi o problema, a causa dessa crise toda? Falta de confiança no voto. Lá o pessoal votou e potencializaram o voto pelos correios por causa da tal da pandemia e houve gente que votou três, quatros vezes. Mortos votaram. Foi uma festa lá “, afirmou, a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. “Se nós não tivermos o voto impresso em 22, uma maneira de auditar o voto, nós vamos ter problema pior que os Estados Unidos”, disse.

A declaração ocorre um dia depois da invasão do Congresso dos EUA por simpatizantes do presidente Donald Trump onde quatro pessoas morreram e 52 foram presas. Nesta madrugada, o Congresso americano confirmou a vitória do democrata Joe Biden na eleição presidencial.

No Brasil, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcoumbre (DEM-AP), se manifestaram sobre o episódio. “Fica cada vez mais claro que o único caminho é a democracia, com diálogo e respeitando a Constituição”, disse Maia. Já Alcolumbre contestou o ato em Washington: “tentativa clara de insurreição e de desprezo ao resultado das eleições”.

Fontes: Gazeta do Povo e Estadão

Prefeito de cidade baiana reduz salário em 90% e vai para posse montado em boi; veja vídeo


O prefeito da cidade de Jacobina, no norte da Bahia, baixou um decreto reduzindo o próprio salário em cerca de 92%. Até dezembro deste ano, Tiago Dias (PC do B) vai receber apenas um salário mínimo, e não a remuneração de R$ 15 mil do cargo.

O gestor, que é agricultor, também chamou atenção ao ir para a posse montado em um boi. De acordo com ele, a redução foi uma medida tomada para dar exemplo ao trabalhador, já que a maioria das pessoas de Jacobina também sobrevivem com um salário mínimo.

“Eu tomei algumas decisões já na pré-candidatura, e uma delas foi que eu iria reduzir o salário do prefeito para o mínimo. Pela sensibilidade que o homem público tem que ter, de que o trabalhador é trabalhador. 90% das pessoas em Jacobina e em outros estados do Brasil sobrevivem com um salário mínimo, diferente do prefeito. Eu tenho aqui carro à disposição, combustível à disposição, assessoria à disposição. Estou bem à frente do trabalhador e da trabalhadora nesse ponto. Então a gente tem que dar o exemplo”, disse ele.

No decreto publicado na segunda-feira (4), apenas o prefeito teve salário reduzido. Tiago Dias disse ainda que não chegou a mencionar a redução salarial que pretendia na campanha política.

“Não falei em campanha sobre o decreto, para não ser demagogo. E fiz quando tive à disposição o Diário Oficial, para publicar a decisão dessa medida. Estou realizado, contente e feliz. Porque o homem público, o prefeito, ele não está nem acima e nem abaixo do trabalhador e da trabalhadora, tem que estar lado a lado. Não adianta no discurso a gente colocar que está trabalhando para o povo, se não viver como o povo vive”, argumentou. (mais…)


Câmara realiza sessão extraordinária para dar posse ao prefeito Herzem Gusmão


 

Será realizada na próxima sexta-feira, 08, através do Sistema de Deliberação Remota-SDR, uma sessão extraordinária, a partir das 14h30, para dar posse ao prefeito Herzem Gusmão, reeleito no último dia 29 de dezembro de 2020.

A sessão foi solicitada pelo prefeito, conforme disposto nós arts. 27, II e 31, II da Lei Orgânica do Município e nos arts 133, II e seguintes da resolução 048/2008, do Regimento Interno da Casa Legislativa, através de requerimento protocolado na câmara no dia 05 de janeiro de 2021.

A sessão será realizada de forma virtual, devido as condições de saúde do prefeito, que se encontra em tratamento da Covid-19.

MATÉRIA RETIFICADA EM 07 DE JANEIRO, A PEDIDO DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA CÂMARA

A Câmara Municipal de Vitória da Conquista, vem por meio desta, explicar que a sessão extraordinária convocada para a próxima sexta-feira, 08, pelo presidente da Casa, será realizada com o objetivo de deliberar sobre o pedido de posse virtual do Senhor Herzem Gusmão, reeleito ao cargo de prefeito de Vitória da Conquista, no último dia 29 de novembro de 2020.

O motivo da deliberação para a posse virtual se dá devido às condições de saúde de Herzem, que se encontra em tratamento da Covid-19, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

A sessão foi solicitada pelo presidente da Câmara, conforme disposto nos Arts. 27, II, e 31, II da Lei Orgânica do Município, e nos Arts. 133, II e 135 da Resolução 048/2008, do Regimento Interno da Casa Legislativa, através de requerimento protocolado na Câmara no dia 05 de janeiro de 2021, subscrito pelo Sr. Herzem Gusmão.

A sessão Deliberativa será realizada na próxima sexta-feira, 08, através do Sistema de Deliberação Híbrida (SDH), a partir das 14h30.

Conquista: Vereadores impedem que advogado faça juramento e tome posse no lugar de Herzem


Advogado Ademir Ismerim iria fazer o juramento no lugar de Herzem

Na tarde desta sexta-feira (1º) foi realizada, no auditório do Centro Municipal de Atenção Especializada (Cemae), a solenidade de posse do Prefeito, Vice-Prefeita e dos 21 vereadores de Vitória da Conquista eleitos para o mandato 2021-2024. A cerimônia, conduzida pela Câmara de Vereadores, seguiu os protocolos de prevenção a pandemia do coronavírus e contou com um número limitado de convidados, em respeito as medidas de distanciamento social.

Ainda hospitalizado na cidade de São Paulo para o tratamento da Covid-19, o prefeito reeleito Herzem Gusmão não pode comparecer à posse. O comando da gestão municipal foi passado da Prefeita em exercício, Irma Lemos, para a vice-prefeita eleita, Sheila Lemos. A vice-prefeita deve atuar no cargo de prefeita por 10 dias, podendo ser prorrogado, de acordo a decisão da Câmara Municipal.

Confusão – O evento foi marcado por atrasos, discussões e constrangimento. O estopim das discussões entre vereadores da oposição e o presidente da sessão solene, Luis Carlos Dudé, se deu quando foi anunciado que o advogado procurador do prefeito, Ademir Ismerim, tomaria posse em seu lugar e até mesmo faria o juramento solene.

O vereador Andresson Ribeiro Alves (PCdoB) foi o primeiro a se levantar e interromper a sessão, reclamando que a atitude do procurador, com a anuência do presidente da sessão, não tinha respaldo legal, uma vez que o prefeito estava outorgando poder para que o advogado Ismerim assumisse a prefeitura em seu lugar. Logo em seguida, o vereador Chico Estrella (PTC), também se levantou em protesto e a sessão foi suspensa.

Vereador Andresson (PCdoB) interrompe sessão. Foto: Blog do Sena

 

“A gente não pode permitir que um advogado tome posse e faça um juramento no lugar do prefeito eleito que está com covid, nós temos uma vice prefeita que obrigatoriamente tem que assumir, foi por isso que a bancada de oposição se levantou quando percebemos que quem iria fazer o juramento e assumir a prefeitura de Conquista era o advogado Ademir Ismerim”, explicou Chico Estrella.

Após muita discussão, chegou-se ao consenso de que a vice-prefeita faria o juramento e  assumiria no lugar de Herzem e posteriormente uma sessão deliberativa na Câmara de Vereadores votará pela ampliação do prazo de 10 dias para a posse, caso seja necessário.

A sessão foi retomada e o presidente incumbiu o advogado Ismerim de comunicar a decisão: “Chegamos a um entendimento de que Sheila tomará posse e que como essa é uma sessão solene e não deliberativa, o presidente convocará um sessão para deliberar se o Herzem tomará posse por procuração ou não, e aí vocês vão decidir o que quiser. Se ele não tomar posse por procuração, o que a lei orgânica diz é que ele tem 10 dias pra isso. Se por acaso vencer os 10 dias e Deus não quiser e se infelizmente ele não voltar para o convívio de Conquista, haverá um pedido, por parte de mim, que sou o procurador dele, para ampliar esse prazo. Eu acho que diante da pandemia, nenhum vereador é contra, porque nós estamos passando por um momento muito complicado. Em nenhum momento, como procurador, eu iria assinar qualquer documento administrativo pelo prefeito, inclusive nós protocolamos a procuração com o pedido de afastamento de Herzem. A vice-prefeita Sheila iria assumir aqui nesta sessão, logo após a leitura do termo”, explicou Ademir Ismerim.

Vice-prefeita presta juramento

Após prestar o juramento e assinar o termo de posse, a já empossada declarou: “Agradeço a minha mãe, vice prefeita, Irmã Lemos e em especial ao prefeito Herzem Gusmão a oportunidade de exercer o cargo de uma das mais importantes cidades da Bahia. Quero reforçar que o poder executivo continuará comprometido a trabalhar junto a Câmara de Vereadores para o progresso de Vitória da Conquista”.

Também estiveram presentes na sessão a primeira-dama, Luci Gusmão, e a mãe do Prefeito, Dona Zilda Gusmão, que receberam homenagens da atual vice-prefeita e da anterior, Irma Lemos. “Hoje para mim é um dia de muita alegria onde eu pude passar o cargo para minha filha Sheila. Gostaria de agradecer as presenças da primeira-dama e da mãe do nosso prefeito, que está em recuperação e logo retornará para comandar nossa cidade”, complementou Irma.

Ao fim da cerimônia, foram empossados os secretários que irão compor o executivo municipal. Veja os nomes e os respectivos cargos:

MARCOS ANTÔNIO DE MIRANDA FERREIRA, Chefe do Gabinete Civil e Secretário Municipal de Comunicação;
ADRIANO GAMA BORGES, Secretário Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer;
ANA CLÁUDIA OLIVEIRA PASSOS, Secretária Municipal de Meio Ambiente;
CARLOS MURILO PIMENTEL MÁRMORE, Secretário Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural;
CLÁUDIO RIBEIRO CARDOSO, Secretário Municipal de Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico;
ESMERALDINO CORREIA SANTOS, Secretário Municipal de Educação;
GEANNE DE CÁSSIA OLIVEIRA DA SILVA, Secretária Municipal de Governo;
DIÊGO GOMES ROCHA, Secretário Municipal de Transparência e Controle;
JACKSON APOLINÁRIO YOSHIURA, Secretário Municipal de Mobilidade Urbana;
JONAS SOUZA SALA, Secretário Municipal de Finanças e Execução Orçamentária;
JOSÉ ANTÔNIO DE JESUS VIEIRA, Secretário Municipal de Infraestrutura Urbana;
KAIRAN ROCHA FIGUEIREDO, Secretário Municipal de Administração;
LUIS PAULO SOUSA SANTOS, Secretário Municipal de Serviços Públicos;
MICHAEL FARIAS ALENCAR LIMA, Secretário Municipal de Desenvolvimento Social;
RAMONA CERQUEIRA PEREIRA, Secretária Municipal de Saúde;
NADJARA LIMA RÉGIS, Procuradora Geral do Município;
DIEGO GOMES DE AZEVEDO FEITOSA, Diretor-geral da Fundação Pública de Saúde;
IVONE FERRAZ GONÇALVES, Ouvidora Geral do Município;
SILVANA DE CÁSSIA ALVES, diretora-presidente da Emurc;
ANTONIO ROBERTO PEREIRA  BRAGA, Comandante da Guarda Civil Municipal.