[ARMAS]: “Nós devemos abandonar o politicamente correto”, diz Bolsonaro


Nesta segunda-feira (29), em sua primeira entrevista para a televisão (TV Record), o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, confirmou que uma de suas primeiras ações no governo será alterar o estatuto do desarmamento para “flexibilizar” a posse e o porte de arma definitivos, sem necessidade de pagamento para renovação. Para Bolsonaro, a atual exigência da Polícia Federal de que se comprovar “efetiva necessidade” para liberar a arma não se faz mais necessária. “A orientação nossa é que a efetiva necessidade está comprovada pelo estado de violência que existe hoje no Brasil. Nós estamos em guerra,todo mundo diz isso, vocês mesmo da imprensa dizem isso aí.”, disse o presidente eleito que também defendeu que a idade para se obter uma arma diminua de 25 para 21 anos.

Bolsonaro defendeu que os caminhoneiros andem armados.”Eu fico pensando, por que um caminhoneiro não pode ter a posse da arma de fogo? Coloque-se na situação de um caminhoneiro que dormiu em um (mais…)

[CONQUISTA]: Veja as fotos da comemoração da vitória de Bolsonaro na cidade


Milhares de moradores da cidade de Vitória da Conquista (BA) saíram às ruas para comemorar a vitória de Jair Bolsonaro (PSL), eleito presidente do Brasil com 55,13% dos votos válidos, o que representa 57.797.466 votos.

A comemoração foi pacífica e não houve registros de brigas. Um mini trio elétrico e 02 “paredões” fizeram a festa dos eleitores na Olívia Flores, em frente ao Shopping Boulevard. A interdição da avenida foi coordenada pela Polícia Militar com o apoio do SIMTRANS em alguns pontos.

Apesar da vitória de Bolsonaro no Brasil, em Conquista, tradicional reduto petista,  Fernando Haddad obteve mais votos, foram 100.751 (58,07%), contra 72.763 votos de Bolsonaro (41,93%). Ainda assim, houve um crescimento de Bolsonaro entre os conquistenses em relação ao primeiro turno, quando ele obteve apenas 58.938 votos (34,76%).

Na Bahia, Bolsonaro venceu em apenas 04 cidades: Luís Eduardo Magalhães, Teixeira de Freitas, Itapetinga e Buerarema. Entre as regiões do Brasil, Bolsonaro perdeu apenas no nordeste.

Veja a cobertura fotográfica da comemoração registrada pelo Blog do Caique Santos  (mais…)

Jair Bolsonaro é o novo presidente do Brasil


Com 94,44% das urnas apuradas Bolsonaro vence com 55,54% dos votos contra 44,46% de Haddad. Foi um segundo turno marcado pelo fim do ciclo de disputas entre PT e PSDB, que durou 24 anos, Bolsonaro chega ao poder após passar pelo processo eleitoral mais polarizado e conturbado da história recente do país.

No primeiro turno, Jair Bolsonaro ficou na frente com 46,03% ds votos válidos (49.276.990 votos), seguido de Fernando Haddad, que teve 29,98% (31.342.005 votos). Ciro Gomes (PDT) ficou em terceiro lugar com 12,47% (13.344.366 votos); Geraldo Alckmin (PSDB) em quarto com 4,76% (5.096.349 votos). (mais…)

Vídeo mostra confusão entre Waldenor (PT) e fiscais de Bolsonaro; PM foi acionada


Fiscal acusa petistas de crime eleitoral

Neste domingo de eleições circulou nas redes socais um vídeo em que o Deputado Federal Waldenor Pereira e outros militantes petistas aparecem em uma acalorada discussão contra fiscais de Bolsonaro na Zona Eleitoral do Colégio Paulo VI. A Polícia Militar foi chamada.

No vídeo, os fiscais de Bolsonaro acusam o Deputado e aliados de estarem cometendo crime eleitoral. “A gente é fiscal e quando a gente vê uma irregularidade a gente precisa relatar. Uma aglomeração de militantes do PT que não votam na escola fazendo boca de urna”, diz aos policiais, uma jovem com crachá, fiscal do candidato Bolsonaro. Os petistas permanecem filmando a cena e começa um “bate-boca”, enquanto o Deputado é questionado pelos policiais. O vereador Jacaré (PT) também aparece junto com o deputado e acompanha a confusão. Alguns estão com  adesivos do PT na roupa.

Em nota, a assessoria de imprensa do deputado federal Waldenor Pereira explicou que “a autoridade policial, com zelo e isenção, deu o episódio por encerrado, o que atesta que nenhum ilícito estava sendo praticado” pelos petistas e explicou que Waldenor estava acompanhando “um familiar para o exercício do voto, no colégio Paulo VI, na cidade de Vitória da Conquista, na Bahia” quando “foi abordado e filmado por fiscais da candidatura de Jair Bolsonaro, que o acusaram de supostamente estar promovendo aglomeração de pessoas, quando, na verdade, respondia os cumprimentos de populares”. Ainda segundo a nota, Waldenor concordou com a iniciativa de chamar a autoridade policiai  e permaneceu no local.

Também foi relatado por fiscais um problema na urna eletrônica de determinada Zona Eleitoral do povoado de Maria Clemência. De acordo com informações da radialista Mônica Cajaíba, o disquete não fez a leitura correta e uma mensagem na tela solicitou devolução imediata da urna ao TSE.  Até o momento o Tribunal Regional Eleitoral não emitiu nenhuma nota confirmando ou explicando o ocorrido.  Algumas Zonas Eleitorais foram prejudicadas por goteiras e alagamentos decorrentes das fortes chuvas que caíram na cidade na manhã deste domingo.

Encerrado o prazo legal para votação nas eleições presidenciais 2018, a sociedade espera ansiosa os primeiros resultados de uma das disputas mais inesquecíveis da historia do Brasil. A divulgação dos primeiros resultados serão divulgados a partir das 19 horas.

Ex-PGR Rodrigo Janot declara voto em Haddad: ‘Não apoio incentivo à violência’


Foto: MOISES SILVA-Agência O Globo

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, responsável por conduzir as investigações da Operação Lava-Jato que atingiram frontalmente o PT, declarou voto no candidato petista Fernando Haddad na noite deste sábado. Mais cedo, o relator do Mensalão, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa anunciou apoio ao petista .

Janot usou suas redes sociais neste sábado para compartilhar manifestações de apoio de diversas personalidades feitas a Haddad nos últimos dias, como do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa e do cantor Paulinho da Viola e, por fim, declarou seu voto ao petista, ironizando as acusações que recebia de atuar com preferências partidárias durante sua gestão na PGR. (mais…)

Datafolha: Bolsonaro aparece com 55% dos votos válidos; Haddad tem 45%


Em pesquisa Datafolha divulgada na noite deste sábado, véspera do segundo turno da eleição presidencial, Jair Bolsonaro (PSL) aparece com 55% dos votos válidos, contra 45% para Fernando Haddad. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Votos válidos
– Jair Bolsonaro (PSL): 55%

– Fernando Haddad (PT): 45% (mais…)

Ciro Gomes diz que não vai se posicionar no segundo turno


Foto: Thiago Gadelha / AFP

Apesar dos enfáticos apelos do PT a Ciro Gomes por um apoio neste segundo turno, o candidato derrotado do PDT decidiu não se posicionar na disputa. Em um vídeo divulgado nas redes sociais neste sábado, 27, Ciro disse que não vai se posicionar neste momento “por uma razão muito prática”, que não revelou, mas que quer “preservar um caminho” para que a população possa ter “uma referência”.

“Minha consciência me aponta a necessidade de preservar um caminho em que a população brasileira possa ter amanhã uma referência para enfrentar os dias terríveis que, imagino, estão se aproximando”, continuou o pedetista no vídeo de dois minutos, gravado em um apartamento. Na sexta-feira, o presidente do PDT, Carlos Luppi, disse ao Estado que Ciro gravaria um vídeo em apoio ao petista. (mais…)

Marina Silva declara ‘voto crítico’ a Haddad


(foto: Leo Cabral/AFP)

A candidata da Rede, Marina Silva, declarou nesta segunda-feira, 22, “voto crítico” no candidato do PT, Fernando Haddad, no segundo turno da eleiçãocontra Jair Bolsonaro, do PSL.

“Diante do pior risco iminente, de ações que, como diz Hannah Arendt, ‘destroem sempre que surgem’, ‘banalizando o mal’, propugnadas pela campanha do candidato Bolsonaro, darei um voto crítico e farei oposição democrática a uma pessoa que, ‘pelo menos’ e ainda bem, não prega a extinção dos direitos dos índios, a discriminação das minorias, a repressão aos movimentos, o aviltamento ainda maior das mulheres, negros e pobres, o fim da base legal e das estruturas da proteção ambiental, que é o professor Fernando Haddad”, disse Marina em nota. Marina ficou em oitavo lugar no primeiro turno, com 1% dos votos.

Fonte: Correio Braziliense

OAB emite nota após vídeo de Eduardo Bolsonaro dizendo que basta “um soldado e um cabo” para fechar o STF


Após a circulação de um vídeo nas redes sociais em que o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), diz que basta “um soldado e um cabo” para fechar o Supremo Tribunal Federal, a Ordem dos Advogados do Brasil emitiu um comunicado afirmando que defender a Corte é “obrigação do Estado” e ressaltando a importância de preservar os valores democráticos do País. O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, disse ao Estado que “não se tem respeito pelas instituições pátrias”.

“O mais importante tribunal do país tem usado a Constituição como guia para enfrentar os difíceis problemas que lhe são colocados, da forma como deve ser. É obrigação do Estado defender o STF”, diz o comunicado assinado pelo presidente nacional da entidade,
O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia.

A nota da OAB destaca a importância do STF e seu trabalho no momento de crise vivido pelo País e afirma que a separação entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciário é “condição” para a existência do estado democrático de direito. “Sem a separação entre os Poderes também não é possível haver a transparência que a sociedade exige dos agentes públicos”. (mais…)

Haddad escreve “Carta Aberta ao Povo de Deus” com textos bíblicos


Amizade com católicos e antipatia dos evangélicos

A luta de Haddad para retirar votos de Bolsonaro e convencer os indecisos e os que vão votar nulo de que essa eleição é a escolha entre a Democracia e a Ditadura não tem trégua e nem limites. Desta vez, o socialista Haddad, que se esforça em aparentar um professor estadista, tenta desmitificar a fama da esquerda de ser a favor do aborto e de pregar que “a religião é o ópio do povo”.

Depois de ver o sucesso que o Cabo Daciollo e Bolsonaro tiveram entre os cristãos, em especial os pentecostais, citanto versículos bíblicos como mote de suas campanhas, o candidato petista Fernando Haddad, que agora quer dissociar sua imagem da do “Deus” Lula, fez uma “.Carta Aberta ao Povo de Deus”.

Na Carta, afirma que ele é vítima de “Fake News” pregadas pelos adversários que acusam o PT de ter posições tolerantes e favoráveis ao “comunismo, ideologia de gênero, aborto, incesto, fechamento de Igrejas, perseguição aos fiéis, proibição do culto”. E usa um texto bíblico: “Ó Deus, a quem louvo, não fiques indiferente, pois homens ímpios e falsos, dizem calúnias contra mim, e falam mentiras a meu respeito.” (Salmos 109:1-2) (mais…)