Conquista: Oposição investiga R$ 1,4 milhão em contratos da Prefeitura sem Licitação


Serviço de advocacia, contratação da Dom Cabral e mais dezenas de outras empresas foram contratadas pelo Governo Herzem Gusmão (PMDB) através da modalidade “Inexigibilidade de Licitação”, O fato chamou a atenção da Bancada de Oposição de Vereadores de Vitória da Conquista. O vereador Valdemir (PT), em entrevista exclusiva ao Blog do Caique Santos, comentou em primeira mão o documento expedido pela Secretaria de Transparência e Controle da Prefeitura de Vitória da Conquista com o relatório sobre estes contratos.

O dossiê, que ainda está sendo analisado pelos vereadores da bancada de oposição, dá conta de que quase R$ 1.400.000,00  foram comprometidos com contratos sem licitação. Sobre esse documento, o vereador Valdemir explica: “Como o papel dessa Casa é fiscalizar o Executivo, nós solicitamos (mais…)

Conquistense só discute política ofendendo quem discorda dele


Pode ser o brasileiro em geral que seja assim, pode ser o baiano, mas eu vou falar dos conquistenses. Antes de mais nada, tenho que registrar que EXISTEM, CLARO, MUITAS EXCEÇÕES, mas… Participo de mais de 20 grupos de whatsapp que discutem política, poucas vezes vi gente mais grossa e mal educada para discutir política como o tal do conquistense. Dizem que o nível cultural  dos conquistenses é um pouco acima da média dos habitantes de outras cidades nordestinas. Aparentemente, quem chega a Conquista pode ter mesmo essa sensação. Glauber Rocha, UESB, UFBA, FTC, FAINOR, MAURÍCIO DE NASSAU, UNOPAR e tantas outras instituições de ensino público e privado. A terra de Elomar, o internacional pianista Ricardo Castro, Dirlei Bonfim. A terra do Festival de Inverno, do Festival de Música da UESB. Lugar dos barzinhos mais descolados. Das livrarias.

A verdade é que Conquista é uma cidade que ainda vive de aparências. Apesar dos Shoppings, das Faculdades e Universidades, da imprensa forte, de ostentar ser uma cidade cosmopolita, quando um observador forasteiro faz uma radiografia de alguns aspectos da cultura local, revela-se um resultado que muitas vezes não é percebido pelos nativos. (mais…)

STJ condena Estado da Bahia a pagar R$ 10 mi ao ‘A Tarde’ – Rui vai recorrer


Fotos: Antonio Ibassahy (george-gianni), Paulo Souto (Roberto Viana_bocaonews), Cesar_Borges (Agência Brasil) e Rui Coisa (Carlos Casaes_AGÊNCIA A TARDE_Estadão Conteúdo)
Fotos: Antonio Ibassahy (George Gianni), Paulo Souto (Roberto Viana ), Cesar_Borges (Agência Brasil) e Rui Coisa (Carlos Casaes_AG A TARDE)

Paulo Souto e César Borges foram condenados, mas quem paga a conta é o governo Rui Costa.  A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que manteve, por unanimidade,a condenação do Estado da Bahia ao pagamento de R$ 10,7 milhões ao jornal A Tarde por conduta discriminatória. O colegiado negou recurso especial que pretendia reformar acórdão do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) e manteve a indenização que o ente estatal terá de pagar à empresa jornalística.

De acordo com a ação indenizatória, o Estado da Bahia teria discriminado o jornal na veiculação de propaganda oficial após a publicação de denúncias de irregularidades praticadas pela administração estadual. Segundo a empresa, o jornal A Tarde, mesmo sendo o de maior circulação no estado, foi sumariamente excluído de qualquer publicidade oficial depois da divulgação das reportagens.

A sentença milionária, expedida pelo ministro Og Fernandes, visa reparar os prejuízos causados à empresa entre maio de 1999 e agosto de 2003, período da veiculação das reportagens, além de indenização por danos continuados a ser apurada em liquidação. O período engloba os governos carlistas de Paulo Souto e César Borges. (mais…)

“Criminosos intolerantes disfarçados de estudantes”, acusa Salomão após depredação de outdoor


Quem conhece o militar, advogado e agora vereador David Salomão (PTC)  sabe que além dele ser fã de Bolsonaro e divulgador de uma intervenção militar no governo brasileiro para conter a corrupção, o edil não desiste fácil de uma briga. Nem teme os adversários e a impopularidade. Pois bem, agora Salomão parece comprou uma briga com uma classe que quando se mobiliza chama a atenção da comunidade: os estudantes.

De acordo com informações do Blog do Rodrigo Ferraz , na tarde dessa quarta-feira (04), um grupo de crianças estudantes, de posse de uma escada e com a ajuda de um homem adulto, depredou o outdoor alugado pelo vereador na entrada da Universidade Estadual do Sudoeste (mais…)

Deputado do PT aciona PGR para investigar fundão de Huck e Abílio


O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) protocolou na tarde desta terça-feira (3) uma representação à Procuradoria Geral da República (PGR) pedindo que o órgão investigue e se posicione sobre a legalidade da criação de fundos privados com finalidade de apoiar candidatos na eleição do ano que vem.

A peça cita nominalmente o Fundo RenovaBR, iniciativa divulgada há menos de uma semana e que reúne grandes empresários do país, com manifesto interesse em selecionar pré-candiatos para financiá-los com uma bolsa mensal de R$ 5 mil mensais no período que antecede o início da campanha, além de fornecer gratuitamente assessoria de imprensa, consultoria e anúncio pago em redes sociais. Na petição, o deputado sugere que seja requerido junto à Justiça a suspensão imediata da criação do Fundo RenovaBR e pede que sejam notificados os empresários Eduardo Mufarej e Abílio Diniz, que coordenam o grupo. (mais…)

COM ÁUDIO: Solla diz que gestão de Herzem é um “desastre” e chama PMDB de “quadrilha”


Em Vitória da Conquista para participar da 1ª Conferência de Vigilância em Saúde e para reuniões com aliados políticos e militantes, o Deputado Federal Jorge Solla concedeu uma entrevista exclusiva ao nosso blog. Como é de seu costume, Solla soltou o verbo e não deixou de falar sobre a gestão do Prefeito Herzem Gusmão, que ele chama de “desastre”.

Saúde em Conquista – Para Solla os 9 meses de gestão de Herzem Gusmão já representa tempo suficiente para que se chegue a conclusões. “Nós já estamos próximos de finalizar 9 meses da atual gestão, uma gravidez inteira, tempo suficiente para criar fluxos e processos administrativos, para não permitir essa situação de desabastecimento (…) Há diversas unidades, tanto básicas como especializadas, SAMU, toda a rede municipal de saúde de Conquista está sofrendo bastante (…) por falta de abastecimento, falta de insumos e falta de prioridades para a saúde”, afirmou. Para o Deputado petista, a atual gestão não consegue criar nada novo na saúde, nem dar continuidade nas ações que já estavam funcionando plenamente.

Eleições para Governo da Bahia 2018 – Questionado se uma possível candidatura de ACM Neto representaria preocupação para os petistas Solla acredita que os últimos escândalos de corrupção envolvendo Gedel, aliado de Neto, maculou sua futura candidatura. “O cenário para ACM Neto fica mais difícil, toda a Bahia sabe que o sonho de Gedel era ser Senador, na dobradinha com ACM Neto governador, e toda a Bahia se pergunta, será que esse dinheiro não era caixa já para uma campanha eleitoral para o próximo ano, para tentar viabilizar compra de votos e outros expedientes com vistas a ganhar uma eleição para governador, senador e deputados do PMDB? Está muito claro essa quadrilha do PMDB”, acusa Solla

OUÇA A ENTREVISTA COMPLETA:

José Raimundo pode não ser mais o candidato do PT – Questionado se o nome do deputado ainda será o candidato do PT para a prefeitura de Conquista, o deputado federal disse que falar sobre isso agora é “precipitado demais” e que é muito cedo para falar em nomes. “Vamos ter que aguardar ainda mais 3 anos (…) e até lá o Partido dos Trabalhadores e os partidos aliados vão ter oportunidade de construir a melhor alternativa”, pontuou sobre o próximo pleito municipal.

 

 

Governo de Rui Costa tem aprovação de 86% em Salvador, indica levantamento Babesp


O governador Rui Costa tem aprovação de 86% na capital baiana, de acordo com pesquisa Babesp encomendada pelo Bahia Notícias. O levantamento também indica que, entre os entrevistados, 10,6% desaprovam a administração do petista e 3,4% não souberam responder. Em outro questionamento feito pelo instituto de pesquisa, prevaleceu a opção ‘regular’ para classificar a administração de Rui, com 59,1%. A segunda alternativa mais escolhida foi ‘boa’, com 24,1%. A opção ‘ruim’ teve 5,9%, pouco mais do que a porcentagem de eleitores que consideram a administração ótima, com 4,6%. Por último, a alternativa ‘péssima’ ficou com 2,6% e 3,7% das pessoas não souberam responder. O Babesp entrevistou 1001 eleitores na cidade de Salvador. A margem de erro da pesquisa é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com o número BA-01593/2016. (Bahia Notícias)

Prefeitura instaura Sindicância para apurar sumiço de chaves da Contabilidade


O Secretário Municipal de Administração Gildásio Oliveira resolveu instaurar uma Sindicância para apurar “irregularidades ocorridas em 18 de abril de 2017, relacionadas ao desaparecimento das chaves do setor de Contabilidade, bem como a utilização da sala do setor de Contadoria  após o horário de expediente, consoante Comunicação Interna n.º 092/2017, oriunda da Secretaria Municipal de Finanças e Execução Orçamentária e documentos anexos”, diz parte da  Portaria N. 1.416/2017, publicada nesta terça-feira (19) no Diário Oficial

A Sindicância terá o prazo de 30 dias, contados da publicação da portaria (19/09), podendo ser prorrogada por igual período.

 

 

 

Ex-Coordenador de Marketing da SECOPA emite Nota de Esclarecimento


O ex-Coordenador de Marketing da SECOPA, Marcos A. de Oliveira, emitiu uma Nota de Esclarecimento após a divulgação de uma notícia veiculada pela Assessoria de Imprensa do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) e repercutida na imprensa da Bahia, dando conta de que o gestor teria que devolver o valor de R$ 313.420,06, em razão das irregularidades apontadas pelos auditores da 5ª Coordenadoria de Controle Externo (CCE),

Na Nota, Marcos, afirma que “não houve unanimidade” na decisão sobre a prestação de contas e que ainda cabe recurso. “Infelizmente, em Vitória da Conquista, algumas pessoas mal intencionadas tentam transformar um debate técnico-administrativo em questão política, na verdade para desviar a atenção dos desmandos do Governo Temer e da gestão municipal perdida na desorganização e incompetência (…) Tenho segurança técnica da legalidade dos meus atos e consciência tranquila . Estou Confiante que a essa decisão injusta será revertida e a verdade prevalecerá”, diz parte da Nota.

 

Leia na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE A DECISÃO DO TCE QUANTO A IMPUTAÇÃO DE DÉBITO COORDENAÇÃO DE MARKETING DA SECOPA

O processo em questão (4386/15), relaciona-se ao contrato de adequação do Estádio para a Copa do Mundo. Neste contrato, o próprio TCE apontou duas questões, primeiro que havia um erro na planilha (mais…)

Opinião: Comunicação social. O que esperar dela?


Por André Ferraro

“Melhor culpar a comunicação por não conseguir falar só das coisas boas, e esconder todas essas ruins. Resolver os problemas é muito mais difícil que falar. Ou como diria minha avó: destruir é fácil, difícil mesmo é construir” – Ferraro

Culpar a comunicação pelas agruras de um governo é mais velho que a democracia. Os profissionais da área se deparam com isso todos os dias. João Henrique, por exemplo, o tenebroso ex-prefeito de Salvador, trocou sua equipe pelo menos 5 vezes durante seus mandatos. Acreditava religiosa e messianicamente que suas pequenas ações faziam um grande governo, como afirmava no slogan. Não tinha pesquisa que o convencesse do contrário. Deu no que deu: o pior governo da história da capital, junto com o do radialista Fernando José.

Se a cidade está cheia de buracos, se falta merenda, se faltam médicos e remédios, se não tem pneu ou asfalto, se a coleta de lixo ficou cara, se ônibus velhos circulam e quebram a todo instante, ou se o burocrata empoderado causa a morte de alguém por falta de ambulância, o que fazer? Pra quê complicar e reconhecer os problemas? Ora, melhor culpar a comunicação por não conseguir falar só das coisas boas, e esconder todas essas ruins. Resolver os problemas é muito mais difícil que falar. Ou como diria minha avó: destruir é fácil, difícil mesmo é construir. (mais…)