[CONQUISTA]: Câmara de Vereadores se reúne com Ministro da Infraestrutura para tratar da duplicação da BR-116


Nesta quarta-feira, 04, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista, representada pelo presidente Luciano Gomes (PL), e pelos vereadores Fernando Jacaré (PT) e Nildma Ribeiro (PCdoB), estará em Brasília para participar de uma reunião da bancada de deputados baianos com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para tratar da duplicação da BR-116, no trecho que segue de Jequié ao município de Cândido Sales, passando pela cidade de Vitória da Conquista.

Essa é uma pauta antiga da Câmara Municipal, a qual já realizou sessão especial, audiências e várias visitas à Rodovia Santos Dumont (BR-116), com a presença de representantes da Via Bahia e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), além de outros órgãos da sociedade civil organizada, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Subseção Conquista). A instituição busca, além da duplicação, intervenções em vários trechos urbanos da rodovia e do Anel Rodoviário, construção de viadutos nos locais críticos, a exemplo das saídas para os municípios de Barra do Choça, Itambé, Brumado e também o bairro Campinhos e adjacências.

Segundo o presidente Luciano Gomes, há um ‘grito social’ pela duplicação da Rodovia Santos Dumont, não apenas por ela ser uma das mais movimentadas do país, mas pelo que ela representa para a economia dos municípios que atravessa, pelo que representa para o Nordeste e, sobretudo, pelo grande número de acidentes com vítimas fatais registrados ao longo dos anos. “Esses são o maior apelo social, o outro é a nossa indignação com o descaso da Via Bahia que só enxerga esses municípios para cobrar pedágio. Nós temos uma média de 7 a 8 mil veículos trafegando diariamente pela 116 em dias normais, as câmeras de segurança provam isso, portanto ela tem que cumprir o contrato já que a média contratual seria 6,5 mil veículos/dia”, disse.

Ainda conforme Luciano, não se pode permitir um novo aumento de pedágio como desculpa para executar as obras de duplicação. “Tiram o nosso dinheiro daqui para investir no trecho que dá acesso à cidade de Feira de Santana, porém, não querendo desmerecer Feira, Vitória da Conquista é um polo regional, um entroncamento rodoviário, e vou mais além, nós somos uma metrópole ainda não reconhecida”, afirmou.

A reunião será realizadas às 16h, e contará com a presença dos deputados baianos, além de outros órgãos e representantes da sociedade civil organizada.