Decisão sobre ‘lockdown’ em Salvador será anunciada na manhã desta quinta-feira (25)


O Prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM) e o governador da Bahia, Rui Costa (PT) estão reunidos na manhã desta quinta-feira (25) para decidir sobre um possível lockdown na cidade de Salvador. A decisão será anunciada às 11h da manhã de hoje.

Nesta terça-feira (23), O secretário municipal da Saúde de Salvador, Léo Prates, afirmou em entrevista à CNN Rádio, que a capital baiana deve entrar em lockdown se não houver a colaboração da população nas medidas de combate ao novo coronavírus.

“Nós temos limites”, alertou o secretário. “Eu considero que a gente está caminhando a passos largos para um lockdown aqui na cidade, porque nós não permitiremos perder nenhuma vida por inação do poder público.”

GUANAMBI É A PRIMEIRA CIDADE A DECRETAR LOCKDOWN

Na noite desta quarta-feira (24), a secretária de Saúde Roberta Mota, fez o anúncio à imprensa. “Não estamos fora de um contexto, quem tem acompanhado as informações da Bahia e do Brasil percebe que este não é o cenário apenas de Guanambi. Este é um cenário que precede o colapso do sistema de saúde”, disse.

O prefeito de Guanambi é Nilo Coelho (DEM)

Ainda de acordo com a gestora, nas últimas semanas a cidade tem tido o que ela chamou de “uma piora expressiva no aumento do número de casos”, principalmente nos últimos dez dias. Na cidade, 3.595 pessoas testaram positivo para a doença desde o início da pandemia. Deste total, 3.432 são considerados curados e 23 óbitos foram registrados

 PREFEITA DE CONQUISTA  DISSE QUE NÃO VAI ADERIR AO LOCKDOWN

A prefeita de Vitória da Conquista em exercício, Sheila Lemos, em entrevista a uma rádio local,  garantiu que não haverá lockdown na cidade.“Nós não vamos fazer o lockdown porque entendemos que isso não é a resolução do problema. Para resolver o problema é vacinação, a população se conscientizar, e é abrir leitos para quando a pessoa precisar, que tenha o leito disponível”, disse a prefeita em exercício ao ser questionada pelo radialista Humberto Pinheiro.

“A gente entende que o lockdown não vai fazer o vírus recuar, nós passamos por isso no ano passado, no mês de março, nós passamos no mês de abril, no mês de maio, com todo o comércio fechado, só os serviços essenciais funcionando e o vírus foi se propagando. Vitória da Conquista não entende que o lockdown é solução para [conter] o avanço do coronavirus”, disse Sheila.

A prefeita disse ainda que não acredita  que o governador vá decretar lockdown no estado. “Ele sabe que isso não vai resolver o problema. Ele não vai fazer isso”, vaticinou.

Um ‘lockdown’, ou em português ’bloqueio total ou confinamento, é um protocolo de isolamento que geralmente impede o movimento de pessoas ou cargas.