Conquistenses mentem para conseguir fazer teste de Covid-19 e congestionam ‘Call Center’, diz Secretária de Saúde


O presidente da Câmara Municipal, vereador Luciano Gomes (PCdoB), convocou para esta terça-feira (21) uma reunião, em caráter de urgência, com o Comitê Municipal de Gestão de Crise da Covid-19 da Prefeitura Municipal, para discutir o agravamento da pandemia no município.

A Secretaria Municipal de Saúde registrou desde domingo (19) até agora, 8 falecimentos de pacientes diagnosticados com Covid-19 e mais de 400 novos contaminados nos últimos 03 dias. A Câmara havia proposto que a reunião fosse em formato ‘on-line’ e com a presença do prefeito Herzem Gusmão, mas não teve o pedido atendido.

De acordo com as informações divulgadas pelo site da Câmara de Vereadores, na visão da secretária de saúde, Ramona Cerqueira, Vitória da Conquista tem um cenário tranquilo e o aumento que vem sendo registrado é “gradual”. A representante e defensora da política de saúde do governo Herzem no combate à Covid-19, disse ainda que a inoperância do Call Center de atendimento da prefeitura, relatada por muitos cidadãos nos últimos dias, deve-se ao congestionamento de linhas provocado por pessoas que mentem para conseguir fazer o teste da covid-19. Os representantes do governo municipal prometeram ampliar em mais 12 linhas telefônicas o Call Center Covid-19.

Ramona disse ainda que Centro de Atenção à Covid-19 implantado pela Prefeitura está vazio, mas não detalhou o motivo e nem qual o protocolo que a Prefeitura utiliza para determinar a internação de uma pessoa. Na última quinta-feira (16), uma mulher de apenas 43 anos morreu em casa, de Covid-19. De acordo com uma amiga da família, a vítima passou o dia na UPA, mas não foi internada e nem mesmo o teste da covid-19 foi feito, sendo realizado apenas após a morte da jovem senhora, ainda assim, por insistência dos familiares.

“A secretária Ramona Cerqueira afirmou que Vitória da Conquista tem um cenário tranquilo, diferente de outros municípios. De acordo com ela, o aumento que vem sendo registrado é gradual. Ramona afirmou que o Call Center de atendimento da prefeitura tem sido congestionado por pessoas que mentem para conseguir fazer o teste. Ela falou de dificuldades encontradas pela equipe da Secretaria de Saúde, mas salientou que o Centro de Atenção à Covid-19 implantado pela Prefeitura está vazio” – Site da Câmara de Vereadores.

O presidente da Câmara, Luciano Gomes, disse que todas as quartas serão feitas reuniões para mais esclarecimentos, mas não confirmou se a comunidade e imprensa vão poder acompanhar ‘online’ e participar com perguntas, nem se o prefeito comparecerá na próxima. “A Câmara precisa dar uma resposta à sociedade, precisamos cumprir o nosso papel institucional de fiscalizar a prefeitura e de saber quais são as ações que precisam ser tomadas”, comentou.

O Legislativo tem voz cada vez menos forte dentro do ‘Comitê de Representação Civil’, que é formado em sua maioria por pessoas escolhidas pelo governo Herzem. Na semana passada, a ex-Secretária de Saúde de Conquista e vereadora Viviane Sampaio, retirou-se do ‘Comitê’ alegando que o mesmo não tem poder algum de decisão e é apenas consultivo (só opina).

Os secretários também foram questionados sobre problemas enfrentados pela população nos últimos meses por causa da Covid-19, como aglomerações no transporte público e nas agências Itaú, banco que recentemente passou a atender os servidores da prefeitura. Os edis também questionaram a pouca disponibilidade de testes rápidos e celeridade nos resultados, a necessidade de barreiras nas vias de acesso ao município e fiscalização em bares e também na zona rural.

O secretário Kairan Rocha ressaltou que existem barreiras na BA’s de acesso à cidade a partir da utilização de estrutura do posto da Polícia Rodoviária Estadual e que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) é a única que pode se responsabilizar pela BR-116. Sobre as filas que os servidores tem enfrentado no Banco Itaú, disse que o mesmo foi notificado pela prefeitura. Alertado pelos vereadores sobre o risco de continuarem a disputa política com o governo Rui Costa durante a pandemia, o secretário  revelou que o Executivo municipal ‘tentou diálogo’ para melhorar a relação com o Governo do Estado, mas não deu detalhes.

Os representantes do prefeito prometeram que serão abertos 3 pontos fixos para a realização de testes rápidos: Centro Glauber Rocha para atender a Zona Oeste, Posto Régis Pacheco, Zona Leste e um local será ainda escolhido na Urbis VI. Não foram informadas as datas de funcionamento destes postos e nem quantos testes serão disponibilizados.

Ramona e Kairan disseram ainda R$ 7 milhões enviados pelo Governo Federal foram utilizados na compra de equipamentos e na contratação da Santa Casa de Misericórdia. A prefeitura já recebeu 32 milhões de reais para ações da Covid-19.

Participaram da reunião, além do presidente da Casa, Luciano Gomes (PCdoB), a presidente da Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus criada pela Câmara, Nildma Ribeiro (PCdoB), os vereadores Cícero Custódio (PT), Professor Cori (PT), Danillo Kiribamba (PCdoB) e Fernando Jacaré (PT). Também fazem parte da Comissão vereadores da Situação, como Dudé e Jorge Bezerra, que não compareceram. Demais vereadores também poderiam ter participado, se tivessem interesse.

O Ministério Público da Bahia instaurou na última quinta-feira (17) um processo administrativo visando apurar se existe de fato um protocolo da Secretaria de Saúde com os critérios, parâmetros e padrões eficientes e eficazes para determinar quando um paciente deve ser internado. De acordo com denúncias de moradores da cidade, a Prefeitura retarda ao máximo a realização de testes de Covid-19, enquanto o paciente não apresentar uma substancial piora do estado. O prazo para a prefeitura explicar o protocolo vence nesta quarta-feira (22).

Os dados dos óbitos também dão a entender que os contaminados estão sendo internados quando o caso já está grave demais, muitos morrem em 24 ou 48 horas, porém essa dúvida será sanada com o detalhamento do protocolo.

 Blog do Caique Santos com informações da Câmara de Veradores

 

 

 

Prefeitura confirma mais 02 mortes e 130 novos casos de Covid-19 nesta terça (21); Confira boletim


O número de conquistenses mortos continua a aumentar. Depois de 8 mortos no último final de semana, nesta terça-feira (21), mais 02 pessoas perderam a vida por conta da pandemia que se alastra na cidade. Um homem de 74 anos, morador do bairro Jurema, portador de Doença Cardiovascular e Diabetes Melito; foi internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no dia 19 de julho, onde veio a óbito hoje.  Outro homem, de 39 anos, morador do bairro Urbis VI, estava internado desde o dia 21 de junho no Hospital São Vicente e veio a óbito nesta terça. A Prefeitura diz que ele era “portador de Obesidade”.

O total de óbitos chega agora a 35. Em 24 horas, 130 novos casos foram confirmados, agora são 342 moradores doentes e com o vírus ativo, destes, apenas 25 estão internados e 317 em isolamento. Existem 573 pacientes aguardando resultado laboratorial de exame RT-PCR. Desde o início das notificações de casos suspeitos no município, em 27 de fevereiro, até esta terça (21), foram confirmados 1.733 casos de pessoas que se infectaram pela Covid-19 no município.

A Câmara Municipal realizou na manhã desta terça-feira (21) uma reunião com os membros do Comitê de Gestão de Crise da Covid-19, criado pela Prefeitura Municipal por conta do repentino aumento do número de óbitos desde o último domingo (19).

A secretária Ramona Cerqueira afirmou que Vitória da Conquista “tem um cenário tranquilo” e disse que o aumento de infectados e mortes que vem sendo registrado “é gradual”. A Secretária do Governo Herzem disse que conquistenses estão mentindo para conseguir fazer o teste de covid-19 e que por isso o ‘Call Center’ de atendimento da prefeitura tem ficado congestionado.

Os representantes do prefeito Herzem prometeram que mais 12 linhas telefônicas serão instaladas e que abrirão 3 pontos fixos para a realização de testes rápidos: Centro Glauber Rocha para atender a Zona Oeste, Posto Régis Pacheco, Zona Leste e um local será ainda escolhido na Urbis VI. Não foi informado datas de funcionamento destes postos e nem quantos testes serão disponibilizados.

Ramona e Kairan disseram que R$ 7 milhões enviados pelo Governo Federal foram utilizados na compra de equipamentos e na contratação da Santa Casa de Misericórdia. A prefeitura já recebeu 32 milhões de reais para usar na pandemia, porém a quantidade de testes-rápidos tem sido insuficientes.

 

 

 

 

[Covid-19/VCA]: Prefeitura retoma testagens com novo lote de 10 mil testes rápidos; Confira os Grupos Prioritários


OPINIÃO: A Prefeitura deveria exigir que os empresários realizassem, ainda que com recursos privados, testes rápidos com todos colaboradores que não podem exercer a função em ‘home office’. Herzem recebeu 32 milhões para gastar com a Covid-19, mas parece ser insuficiente para comprar quantidades de testes e realizá-los em locais de maior concentração de pessoas como a Lauro de Freitas e Feirinha do Domingo do Bairro Brasil, por exemplo. Pode ser também apenas mais um caso de falta de gestão inteligente, tantas vezes flagrada em seu primeiro governo.

A Governo Herzem retomou nesta segunda-feira (20) o fundamental trabalho de testagem para detecção da Covid-19 em Vitória da Conquista. Essa etapa, utiliza um lote recém adquirido de 10 mil testes rápidos para a detecção da Covid-19. Horários, locais e detalhes sobre essa ação não foram divulgados para a imprensa.

A Prefeitura afirma que os testes são aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e que o novo lote será aplicado de acordo com a Nota Técnica 54/2020, da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e o Plano de Testagem do Município.

Grupos prioritários:

*pacientes com quadro clínico-epidemiológico compatível com Covid-19;

*profissionais de segurança pública e de saúde em atividade;

*contato domiciliar de profissional de saúde ou de segurança pública em atividade;

*pessoas com 60 anos ou mais, residentes em instituições de longa permanência de idosos, ou portadores de comorbidades de risco para complicação de Covid-19.

A IMPORTÂNCIA DA TESTAGEM EM MASSA

Sem uma ampla cobertura dos testes, não é possível traçar a evolução epidemiológica e temporal da pandemia. Os testes permitem a identificação dos indivíduos contaminados, orientando-os e a suas famílias e pessoas de seu círculo de contato para medidas de isolamento e de testagem, evitando novas cadeias de contágio.

Ademais, do ponto de vista dos formuladores de políticas de saúde e tomadores de decisão, o mapeamento da adequação da capacidade de carga do sistema nos estados e municípios depende do cálculo diário do número casos confirmados e dos óbitos atribuídos à covid-19. Sem uma testagem ampla, não podemos confiar nessas duas estatísticas, essenciais para o monitoramento da pandemia.

Em Vitória da Conquista, a Prefeitura diz que foram realizados 14.200 testes rápidos, até o momento.

Além dos testes rápidos, a Prefeitura segue com os exames laboratoriais RT-PCR para os pacientes que se enquadram nos critérios estabelecidos pela Nota Técnica COE Saúde Nº 54 de 8 de abril de 2020 (atualizada em 04 de junho de 2020)

Com informações do (Nexo Jornal) e Secretaria de Comunicação da Prefeitura. 

Câmara quer reunião de urgência com prefeitura para discutir agravamento da pandemia em Vitória da Conquista


O presidente da Câmara Municipal, vereador Luciano Gomes (PCdoB), solicitou uma reunião, em caráter de urgência, com o Comitê Municipal de Gestão de Crise da Covid-19 da Prefeitura Municipal para discutir o agravamento da pandemia no município. A Secretaria Municipal de Saúde registrou, neste domingo (19), seis falecimentos de pacientes diagnosticados com Covid-19 nas últimas 24 horas.

A Câmara propôs que a reunião seja realizada nesta terça-feira (21), em formato on-line. A direção da Casa quer também a presença do prefeito Herzem Gusmão. De acordo com o ofício “o momento exige um debate aprofundado sobre a real situação que estamos vivendo e a presença do gestor se faz necessária. São muitas mortes e muitos infectados, precisamos agir em conjunto para que o resultado seja satisfatório”.

“O aumento dos casos em Vitória da Conquista é preocupante. Nós queremos saber quais medidas a prefeitura está tomando para conter esse crescimento. Nossa preocupação é muito grande, por isso estamos acompanhando de perto a situação e cobrando as informações, que é o nosso papel. Não estamos aqui para criar situações de conflito ou alarmar as pessoas. Prezamos pelo diálogo e construção de saídas coletivas”, afirma Luciano.

Nuvem de gafanhotos pode chegar ao Brasil nesta quarta-feira (22)


A nuvem de gafanhotos que se formou no sul do continente latino-americano está se deslocando em direção ao Brasil. Um relatório do governo argentino informou que a infestação de insetos se deslocou 33 quilômetros nos últimos dois dias devido ao calor excessivo.

Com isso, a nuvem está distante do Brasil por cerca de 122 quilômetros, conforme informou a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) do Rio Grande do Sul informou nesse domingo (19). As informações são do site G1.

A expectativa é que a nuvem chegue no Brasil até esta quarta-feira (22), conforme o chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Seapdr, Ricardo Felicetti. Embora não representem um risco direto para os seres humanos, os gafanhotos podem, em grupo, causar grandes prejuízos econômicos, devorando plantações em questões de horas. (mais…)

[Covid-19/VCA]: ‘Comitê de Representação Civil’ montado por Herzem não apita nada


As estranhas e incoerentes decisões que estão sendo tomadas pelo tal ‘Comitê de Representação Civil e Institucional’, montado pelo prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, não são democráticas. A revelação foi feita pela ex-Secretária de Saúde, enfermeira e representante da bancada de oposição, Viviane Sampaio.

A parlamentar abandonou o Comitê depois das declarações públicas do prefeito Herzem Gusmão e do secretário de Administração de Vitória da Conquista, Kairan Rocha, na quinta-feira (16), mantendo a abertura do comércio de Conquista, em detrimento do aumento de casos, óbitos e ocupação de UTI´s.

“Esse Comitê só foi instituído em 6 de maio, quase dois meses após o início das medidas de isolamento na cidade. Mesmo sendo previsto em situações de crise como é o enfrentamento de uma pandemia, a Prefeitura só instituiu esse comitê após a pressão e as cobranças do Conselho Municipal de Saúde e da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores e, em nenhum momento, o comitê foi deliberativo, apenas consultivo”, revelou Viviane.

 

MP vai apurar falta de protocolo da Prefeitura no tratamento precoce da Covid-19


O Ministério Público da Bahia instaurou na última quinta-feira (17) um processo administrativo visando apurar se existe de fato um protocolo da Secretaria de Saúde com os critérios, parâmetros e padrões eficientes e eficazes para determinar quando um paciente deve ser internado. De acordo com denúncias de moradores da cidade, a Prefeitura retarda ao máximo a realização de testes de Covid-19, enquanto o paciente não apresentar uma substancial piora do estado.

Os dados dos óbitos também revelam que os contaminados estão sendo internados quando o caso já está grave demais, muitos morrem em 24 ou 48 horas.

Um caso acontecido na última quinta-feira (16) é um triste exemplo do que pode estar ocorrendo. A morte de uma mulher de apenas 43 anos por Covid-19, ocorreu dentro de sua própria casa, no bairro Campinhos/Loteamento Jatobá. De acordo com o depoimento de uma amiga da vítima, ela nem chegou a ser internada. Passou o dia na UPA e foi liberada. Chegando em casa morreu. “O caso dela era de internamento, fizeram o raio-x e o pulmão estava todo comprometido”, afirma a amiga da família.

Ainda de acordo com a fonte, o teste para saber se a mulher estava com coronavírus só foi realizado depois da morte e ainda assim por exigência da família da vítima. No laudo do SAMU, a causa da morte teria sido registrada como pneumonia e insuficiência respiratória.

A coleta de amostra para exame laboratorial RT-PCR foi feita pós-morte e o resultado foi liberado na sexta-feira (17), com resultado detectável para a infecção. O boletim divulgado pela Secretaria de Comunicação do governo Herzem, afirma que a vítima tinha como fator de risco a ‘obesidade’, informação que quem conheceu a vítima nega ser verídica.

Até a tarde deste domingo (19) a Prefeitura não realizou testes de covid com a família da falecida.

O prazo que o MP deu para que a Prefeitura preste os devidos esclarecimentos vence nesta quarta-feira.

 

.

[Conquista]: Mulher de 43 anos com Covid-19 que morreu em casa buscou ajuda no hospital; Teste da Covid-19 só foi realizado após a morte


Um caso acontecido na última quinta-feira (16) é um triste exemplo do que está ocorrendo  com outros moradores da cidade de Vitória da Conquista. De acordo com denúncias de moradores da cidade, a Prefeitura retarda ao máximo a realização de testes de Covid-19, enquanto o paciente não apresentar uma substancial piora do estado.

A morte de uma mulher de apenas 43 anos por Covid-19, ocorreu dentro de sua própria casa, no bairro Campinhos/Loteamento Jatobá. De acordo com o depoimento de uma amiga da vítima, ela nem chegou a ser internada. Por não ser considerada caso de covid pela prefeitura ela buscou a UPA e após passar o dia no hospital, foi liberada. Chegando em casa morreu. “O caso dela era de internamento, fizeram o raio-x e o pulmão estava todo comprometido”, afirma a amiga da família.

Ainda segundo a fonte consultada pelo Blog do Caique Santos, o teste para saber se a mulher estava com coronavírus só foi realizado depois da morte e ainda assim por exigência da família. No laudo do SAMU, a causa da morte teria sido registrada como pneumonia e insuficiência respiratória.

A coleta de amostra para exame laboratorial RT-PCR foi feita pós-morte e o resultado foi liberado na sexta-feira (17), com resultado detectável para a infecção. O boletim divulgado pela Secretaria de Comunicação do governo Herzem, afirma que a vítima tinha como fator de risco a ‘obesidade’, informação que quem conheceu a vítima nega ser verídica.

Até a tarde deste domingo (19) a Prefeitura não realizou testes de covid com a família da falecida.

MP investiga  – O Ministério Público da Bahia instaurou na última quinta-feira (17) um processo administrativo visando apurar se existe de fato um protocolo da Secretaria de Saúde com os critérios, parâmetros e padrões eficientes e eficazes para determinar quando um paciente deve ser internado.O prazo que o MP deu para que a Prefeitura preste os devidos esclarecimentos vence nesta quarta-feira.

 

.

[Conquista]: Herzem mantém abertura do comércio; Final de semana registra 8 mortos de Covid-19


Governo Herzem: Política de combate ao coronavírus perigosa. Número de mortos aumenta.

 

Os comerciantes e muitos conquistenses que querem o comércio aberto, “morra quem morrer”, podem ficar tranquilos. Mesmo com 8 mortes em 48 horas e 255 novos infectados com a Covid-19 em 3 dias,o prefeito Herzem Gusmão assinou, na tarde deste domingo (19), o Decreto 20.397 que mantém a quarta fase da retomada gradual das atividades econômicas.

O Decreto renova as medidas já estabelecidas anteriormente como a prorrogação do regime de teletrabalho para o serviço público essencial e a obrigatoriedade do uso de máscaras.

De acordo com o Comitê de Gestão de Crise o protocolo de reabertura poderá ser modificado “para melhor adequá-lo à realidade epidemiológica vivenciada pelo nosso Município”, mas mesmo diante dos trágicos números do final de semana, o Comitê segue entendendo que a realidade continua a mesma de 30 dias atrás.

Acesse aqui o Decreto Completo.

Vitória da Conquista: 8 pais e mães de famílias mortos neste final de semana pela Covid-19


Desastrosa política do Governo Herzem: 8 mortos em um fim de semana (Foto ilustrativa)

 

A política de combate ao coronavírus defendida pelo governo Herzem parece cada vez mais letal. Neste final de semana 8 pais e mães de famílias perderam suas vidas. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) registrou no sábado, 02 mortes e neste domingo (19), 06 falecimentos de pacientes diagnosticados com Covid-19. Ao todo, são 33 óbitos registrados em Vitória da Conquista.

Segundo o Boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, foram registrados 1.620 casos confirmados de infecção pela Covid-19 no município. Desse total, 1.210 pessoas recuperaram-se da doença e 377 seguem em recuperação (30 internados e 347 em tratamento domiciliar). (mais…)