[Conquista]: Mulher de 43 anos com Covid-19 que morreu em casa buscou ajuda no hospital; Teste da Covid-19 só foi realizado após a morte


Um caso acontecido na última quinta-feira (16) é um triste exemplo do que está ocorrendo  com outros moradores da cidade de Vitória da Conquista. De acordo com denúncias de moradores da cidade, a Prefeitura retarda ao máximo a realização de testes de Covid-19, enquanto o paciente não apresentar uma substancial piora do estado.

A morte de uma mulher de apenas 43 anos por Covid-19, ocorreu dentro de sua própria casa, no bairro Campinhos/Loteamento Jatobá. De acordo com o depoimento de uma amiga da vítima, ela nem chegou a ser internada. Por não ser considerada caso de covid pela prefeitura ela buscou a UPA e após passar o dia no hospital, foi liberada. Chegando em casa morreu. “O caso dela era de internamento, fizeram o raio-x e o pulmão estava todo comprometido”, afirma a amiga da família.

Ainda segundo a fonte consultada pelo Blog do Caique Santos, o teste para saber se a mulher estava com coronavírus só foi realizado depois da morte e ainda assim por exigência da família. No laudo do SAMU, a causa da morte teria sido registrada como pneumonia e insuficiência respiratória.

A coleta de amostra para exame laboratorial RT-PCR foi feita pós-morte e o resultado foi liberado na sexta-feira (17), com resultado detectável para a infecção. O boletim divulgado pela Secretaria de Comunicação do governo Herzem, afirma que a vítima tinha como fator de risco a ‘obesidade’, informação que quem conheceu a vítima nega ser verídica.

Até a tarde deste domingo (19) a Prefeitura não realizou testes de covid com a família da falecida.

MP investiga  – O Ministério Público da Bahia instaurou na última quinta-feira (17) um processo administrativo visando apurar se existe de fato um protocolo da Secretaria de Saúde com os critérios, parâmetros e padrões eficientes e eficazes para determinar quando um paciente deve ser internado.O prazo que o MP deu para que a Prefeitura preste os devidos esclarecimentos vence nesta quarta-feira.

 

.

[Conquista]: Herzem mantém abertura do comércio; Final de semana registra 8 mortos de Covid-19


Governo Herzem: Política de combate ao coronavírus perigosa. Número de mortos aumenta.

 

Os comerciantes e muitos conquistenses que querem o comércio aberto, “morra quem morrer”, podem ficar tranquilos. Mesmo com 8 mortes em 48 horas e 255 novos infectados com a Covid-19 em 3 dias,o prefeito Herzem Gusmão assinou, na tarde deste domingo (19), o Decreto 20.397 que mantém a quarta fase da retomada gradual das atividades econômicas.

O Decreto renova as medidas já estabelecidas anteriormente como a prorrogação do regime de teletrabalho para o serviço público essencial e a obrigatoriedade do uso de máscaras.

De acordo com o Comitê de Gestão de Crise o protocolo de reabertura poderá ser modificado “para melhor adequá-lo à realidade epidemiológica vivenciada pelo nosso Município”, mas mesmo diante dos trágicos números do final de semana, o Comitê segue entendendo que a realidade continua a mesma de 30 dias atrás.

Acesse aqui o Decreto Completo.

Vitória da Conquista: 8 pais e mães de famílias mortos neste final de semana pela Covid-19


Desastrosa política do Governo Herzem: 8 mortos em um fim de semana (Foto ilustrativa)

 

A política de combate ao coronavírus defendida pelo governo Herzem parece cada vez mais letal. Neste final de semana 8 pais e mães de famílias perderam suas vidas. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) registrou no sábado, 02 mortes e neste domingo (19), 06 falecimentos de pacientes diagnosticados com Covid-19. Ao todo, são 33 óbitos registrados em Vitória da Conquista.

Segundo o Boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde, foram registrados 1.620 casos confirmados de infecção pela Covid-19 no município. Desse total, 1.210 pessoas recuperaram-se da doença e 377 seguem em recuperação (30 internados e 347 em tratamento domiciliar). (mais…)

Após repercussão nas redes sociais, governo Herzem diz que ‘errou’ e aumenta UTI´s; Confira


A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Vitória da Conquista divulgou uma “fake news” na noite deste sábado (18). Um pseudo ‘Boletim epidemiológico’ emitido pela Secretaria Municipal de Saúde havia informado que as taxas de leitos clínicos e UTI estavam em 30,4% e 96%, respectivamente. Após a divulgação de todos os blogs e diversos comentários nas redes sociais, a Secretaria de Comunicação enviou a correção. No boletim ‘apócrifo’, não constava que a quantidade de leitos para tratamento da Covid-19 aumentou de 101 para 135, sendo 75 leitos clínicos e 60 de UTI.

“Isso acaba alterando também as taxas de ocupação dos leitos disponíveis no município”, afirmou a SECOM.

Infelizmente, na era da fake news, este tipo de “erro” da comunicação do prefeito Herzem Gusmão, prejudica a credibilidade dos blogs e demonstra falta de organização com um tema que tem a ver com vidas de pessoas

Sendo assim, imaginando que dessa vez tenham feito o trabalho correto, com esses 34 novos leitos validados, a taxa de leitos clínicos está, neste momento, em 45,3%, sendo 25,3% ocupados por pacientes de outros municípios e 20% por pacientes de Conquista. Já a taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 76,7%, sendo que em 51,7% deles estão internados pacientes vindos de outras cidades e em 25%,  pacientes de Conquista.

A informação foi corrigida às 20h30 deste sábado, 18 de julho de 2020.

Homem infarta e morre após perder esposa e filho para o novo coronavírus     


O despachante municipal Silvio Dias Novaes, de 60 anos, teve um infarto e morreu três meses após a esposa e o filho morrerem com o novo coronavírus. A família é de Praia Grande, no litoral paulista, e a informação foi confirmada ao G1, neste sábado (18), pela filha de Silvio, a técnica de enfermagem Maria Carolina da Silva Novaes, de 39 anos.

Maria Carolina, assim como sua mãe, a dona de casa Alzira da Silva Novaes, de 59 anos, e o irmão, o vigilante Luiz Fagner Dias Novaes, de 31 – esposa e filho de Silvio – contraíram o vírus após se revezarem para acompanhar o despachante em um hospital de Cubatão (SP), depois dele ter tido um AVC.

Alzira faleceu dia 27 de abril e o filho havia morrido 15 dias antes dela. Na tarde desta sexta-feira (17), Silvio teve um infarto em casa também faleceu. Segundo Maria Carolina, a vida da família desandou desde a morte da mãe e do irmão. Como o pai perdeu todos os movimentos e também lidava com o luto pelos familiares, entrou em depressão e precisou tomar remédios.

Mãe morreu com coronavírus 15 dias após filho, ainda jovem e saudável, também morrer com a doença — Foto: Arquivo pessoal

Mãe morreu com coronavírus 15 dias após filho, ainda jovem e saudável, também morrer com a doença — Foto: Arquivo pessoal

“Por fora ele parecia estar bem, mas chorava todas as noites pela situação e pela ausência da minha mãe e irmão. Nesta sexta, por volta de 11h05, ele mandou para todos um vídeo da minha mãe cantando na igreja, e uns 15 minutos depois passou mal e morreu. Estamos arrasadas. Não sei como a vida pode ter sido tão injusta com a gente”, desabafa.

Um dia antes da morte de Silvio, a técnica de enfermagem chegou a divulgar uma campanha virtual para arrecadar dinheiro para o tratamento dele, que devido ao AVC, tinha perdido os movimentos. “Ele precisava de mais suporte e não tínhamos mais condições de bancar. Coloquei meu carro a venda e já tinha vendido várias coisas, como TV e geladeira. Minha chefe me promoveu para melhorar meu salário e poder me ajudar, mas não deu tempo”, explica.

De acordo com ela, no horário livre dos trabalhos, ela e a irmã se dedicavam totalmente aos cuidados com o pai, inclusive ela dormia todas as noite na casa dele. “Ele parecia estar melhorando, com a fisioterapia já estava mexendo os braços e ficando em pé com auxílio. Recentemente descobrimos que meu pai também já havia tido o vírus, por meio de um teste rápido que ele fez. Então o médico nos informou que na época do AVC, a Covid-19 pode ter contribuído também para que meu tenha tido tantas sequelas”, diz a filha.

O velório e sepultamento de Silvio ocorrerão neste sábado, com limitação de pessoas devido à pandemia. “Temos que prosseguir, mas minha vida nunca mais foi a mesma. Eu era uma pessoa alegre e descolada, e depois de tudo isso vivo no automático, não tenho gosto para nada. Não consigo ver luz no fim do túnel. Agora minha vida vai ser antes do coronavírus e depois. A doença mudou todos os nossos planos. Nunca imaginamos que atingiria dessa forma nossa família”, finaliza Maria Carolina.

De acordo com filha, pai e mãe eram muito unidos e alegres — Foto: Arquivo pessoal

De acordo com filha, pai e mãe eram muito unidos e alegres — Foto: Arquivo pessoal

 

‘Covid-19’ leva mais 02 mães de família de Conquista; Já são 27 óbitos


*APÓS OS BLOGS DIVULGAREM ESSE BOLETIM ABAIXO A PREFEITURA VOLTOU ATRÁS E EMITIU UM NOVO BOLETIM AUMENTANDO A QUANTIDADE DE LEITOS DE UTI. AS DEMAIS INFORMAÇOES NÃO FORAM ALTERADAS.

– CLIQUE AQUI E LEIA O BOLETIM COM O NOVO PERCENTUAL DE UTI´s – 

Neste sábado (18), a Secretaria Municipal de Saúde divulgou o falecimento de duas pacientes diagnosticadas com infecção pela Covid-19 em Vitória da Conquista. O 26º óbito ocorreu na última quinta-feira, 16 de julho, e a Secretaria aguardava resultado da análise laboratorial da amostra coletada pós-morte. Trata-se de uma senhora de 73 anos, moradora do bairro Jardim Valéria, que possuía Diabetes Melito e Mieloma múltiplo. No dia 15 de julho, ela deu entrada na emergência do Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), onde veio a óbito no dia seguinte após agravamento do quadro de saúde.

A 27ª morte por Covid-19 ocorreu em domicílio também na última quinta-feira (16): Uma mulher de 43 anos, moradora do bairro Campinhos/Loteamento Jatobá, que tinha como fator risco a obesidade. A coleta de amostra para exame laboratorial RT-PCR foi feita pós-morte e o resultado foi liberado ontem (17), com resultado detectável para a infecção.

De acordo com o Boletim epidemiológico de hoje, foram confirmados 63 novos casos do Novo Coronavírus em Conquista, totalizando 1.587 confirmações, desde o início das notificações. 1.206 pessoas que se contaminaram já estão recuperadas e 354 seguem em recuperação – 31 internados e 323 em tratamento domiciliar. (mais…)

[Covid-19]: Governo Herzem perde controle: 159 casos em 24 horas e 92% dos leitos ocupados


 

*EDITORIAL*

O radialista e prefeito de Vitória da Conquista, Hérzem Gusmão, parece ter perdido de vez o controle da pandemia de coronavírus na cidade. Depois de garantir aos empresários que mesmo com quase 100% das UTI´s ocupadas, jamais os contrariaria, o boletim desta sexta-feira, 17, deixa claro que a cidade precisa urgentemente da intervenção do governo estadual, movimentos sociais e Câmara de Vereadores para barrar a desastrosa política pública defendida por sua gestão.

De acordo com informações divulgadas pelo seu próprio governo, de ontem para hoje mais 159 conquistenses testaram positivo para a Covid-19. Os leitos de UTI´s estão lotados, com 92% de ocupação e 4.830 conquistenses que aguardam o resultado dos exames para saber se estão ou não contaminados.

Em defesa dos interesses econômicos dos empresários de Vitória da Conquista, o prefeito Hérzem Gusmão assume a responsabilidade sobre o que possa a vir a ocorrer com as vidas dos conquistenses e ainda utiliza o caos para aumentar a rivalidade política com o PT, pensando nas eleições.

O Ministério Público e a Defensoria tentam defender a saúde dos conquistenses, mas até o momento, a juíza substituta que julga as ações, tem se mostrado favorável aos argumentos da CDL, Prefeitura e agregados, que se uniram em torno de interesses afins.

 

CONFIRA O BOLETIM:

Jesus abandona o Flamengo


Como diz a letra de uma cultuada (e odiada) banda de rock  brasileira conhecida como Los Hermanos, “todo carnaval tem seu fim”. Chegou ao fim a passagem de Jorge Jesus no Flamengo. Depois de semanas de especulações e desencontros de informações, o treinador chegou a um acordo para retornar ao Benfica. Ele ainda irá comunicar a decisão à diretoria rubro-negra, que até o momento afirma que não foi informada de nada pelo treinador. A informação foi divulgada primeiro pelos principais jornais portugueses e confirmada pelo GloboEsporte.com.

 

Bahia: ICMS para empresas que suspenderam atividades pode ser adiado para 2021


A nova realidade econômica imposta pela pandemia chinesa continua exigindo soluções para evitar o estrangulamento econômico das empresas e consequentemente o aumento de falências e desemprego. Um projeto de lei protocolado na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) nesta quinta-feira (16) pelos deputados Eduardo Salles (PP) e Ivana Bastos (PSD), propõe a elaboração de um novo cronograma de pagamento do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços – para empresas que foram obrigadas a suspender as atividades durante a pandemia. (mais…)

Ex-mulher de Bolsonaro comprou 14 imóveis enquanto estava com ele


A ex-esposa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) , Ana Cristina Siqueira Valle, comprou 14 apartamentos, casas e terrenos ao longo da década que esteve casada com o chefe do executivo. Os registros são do final de 1997, quando Bolsonaro era deputado federal, até 2008, momento do rompimento da união.

Na época em que iniciou a relação com Ana Cristina, Bolsonaro estava distante do patrimônio acumulado. Apenas dois apartamentos no Rio de Janeiro e um terreno onde depois foi construída uma casa, na Vila de Mambucaba, em Angra dos Reis, estava no nome do presidente.

Uma das residências ficou com a primeira esposa de Bolsonaro, Rogéria Nantes Bolsonaro. Os bens, segundo a apuração da Revista Época, foram adquiridas entre 1996 e 1997, ano em que se separou de Rogéria.

A carteira imobiliária de Ana Cristina se multiplicou uma década depois da separação, mesmo período em que grande parte das investigações de rachadinha nos gabinetes de Flávio e Carlos se concentram. (Fonte: IG)