Vacinação em Conquista está lenta quando comparada a outros municípios baianos


A imunização dos idosos em Vitória da Conquista está acontecendo em um ritmo mais lento do que deveria, tendo em vista o quantitativo de doses recebidas e a demora na redução das faixas etárias.

O fato é constatado se compararmos as faixas etárias que já estão sendo contempladas pela vacinação contra a Covid-19 em outros municípios da Bahia, maiores e menores que o nosso, levando em consideração a densidade populacional e quantidade de doses recebidas.

O ritmo mais lento pode estar relacionado a mais de uma causa, principalmente ao tamanho do município e à sua grande população, mas há outros fatores, como equipe insuficiente, que obriga o trabalho a ser pausado no domingo, quando em muitas cidades prosseguem.

Pode ainda ter contribuído para a morosidade, o fato da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ter atrasado por duas vezes,  a atualização dos dados da vacinação, ficando de fora em um primeiro momento, da distribuição feita pela Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), que segue definição da CIB – Comissão Intergestores Bipartite – colegiado formado pelo 417 municípios e o Estado, responsável pelas deliberações da saúde e dos recursos do SUS.

Somente podem receber novas vacinas para a primeira dose, quem tiver usado, pelo menos, 85% do que já recebeu. Por causa desse atraso de atualização, Conquista perdeu cerca de quatro dias de vacinação, conforme divulgado no Blog de Giorlando Lima.

Em comparação com outros municípios que já estão vacinando idosos na faixa dos 60 anos desde a semana passada, a vacinação em Vitória da Conquista pode ser considerada atrasada, mesmo tendo aplicado cerca de 100% das doses recebidas até a semana passada. A Secretaria Municipal de Saúde ainda está aplicando a primeiro dose em pessoas com 70 anos ou mais (até terça-feira, 30).

A Sesab encaminha um quantitativo proporcional à população de cada município, sendo assim, não seria válido o argumento de que Vitória da Conquista está demorando mais a reduzir as faixas etárias em razão da quantidade de pessoas que precisam ser vacinadas, até porque, Feira de Santana e Salvador, com mais habitantes, também estão mais adiantadas que Conquista.

Observem o andamento da vacinação com redução de faixas etárias nos demais municípios:

SALVADOR

Idosos a partir de 69 anos começaram a ser imunizados desde quinta-feira (25). O que chama a atenção, é que até mesmo o nome de cada idoso que tem assegurado seu direito de receber a vacina, pode ser conferido antes, no site da Prefeitura, para que não ocorra o que está acontecendo em Conquista, idosos “torrarem” por horas dentro de um carro, esperando para serem vacinados e voltarem para suas casas frustrados porque o quantitativo de doses esgotou-se.

A PREFEITURA DE SALVADOR DISPONIBILIZA OS NOMES DE QUEM SERÁ VACINADO

 

FEIRA DE SANTANA

O mutirão de vacinação contra a Covid realizado nesta sábado (27), resultou na aplicação de 2.398 doses em pessoas de 65 a 90 anos em onze Unidades Básicas de Saúde de diversas regiões da cidade. A partir desta segunda-feira, 29, continua a vacinação e o agendamento para esta faixa etária ou mais em todas as unidades de saúde. Amanhã (29) também será divulgado o esquema de vacinação na Semana Santa.

Veja o balanço fornecido pela Secretaria Municipal de Saúde:
Primeira dose:
85 a 89 anos: 02
80-84 anos: 01
75-79 anos: 18
70-74 anos: 67
65-69 anos: 2.310
Total: 2.398
Segunda dose:
Mais de 90 anos: 02
80-84 anos: 01
Total: 03

JACOBINA:

Desde sábado (27) já começou a vacinação dos idosos a partir dos 64 anos.

CAMAÇARI

A vacinação dos idosos de 69 anos acima e os de 68 anos nascidos entre março e setembro de 1952, começou neste domingo (28/3), pela manhã. De tarde, serão imunizadas as pessoas a partir de 69 anos e aquelas com 68 anos, nascidas entre outubro de 1952 e março de 1953. É digno de nota, que lá a Secretaria de Saúde trabalha no domingo, o que não ocorre em Vitória da Conquista.

ITAPETINGA

Na vizinha cidade de Itapetinga, na segunda-feira (29), enquanto vamos começar a vacinar os idosos de 70 anos, lá já serão os de 65 anos.