Covid-19: Bahia autoriza vacinação de pessoas com doenças crônicas e deficiência permanente


A Comissão Intergestores Bipartite (CIB) autorizou neste sábado (1º), dia do Trabalhador, a inclusão de pessoas com doenças crônicas e deficiência permanente nos grupos a serem vacinados contra a Covid-19. Em sintonia com o Programa Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde, ela será escalonada, por faixa etária. A CIB é uma instância deliberativa do SUS, na qual reúne representantes dos 417 municípios baianos e o estado.

De acordo com o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, a decisão será publicada no Diário Oficial da próxima terça-feira (4), mas já vale para todo o território baiano neste domingo (2) . “Esses grupos representam mais de 1,7 milhão de baianos e, no Brasil, 28 milhões de pessoas. Diante desse quantitativo expressivo, se faz necessário escalonar, por faixa etária, a imunização desse público”, afirma o secretário.

Na primeira fase, a vacinação ocorrerá em pessoas com doenças crônicas de 59 a 55 anos e pessoas com deficiência permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 59 a 55 anos. Também está autorizada a imunização das gestantes e puérperas que comprovem a existência de comorbidades, independentemente da idade, ressalvada a indicação clínica dos fabricantes dos imunobiológicos, que são para maiores de 18 anos.

É importante ressaltar que a gestante com comorbidade deverá comprovar a condição de risco, conforme recomendações do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde, a exemplo de exames, receitas, relatório médico, prescrição médica, dentre outros. Adicionalmente, poderão ser utilizados os cadastros já existentes dentro das Unidades de Saúde. A vacinação poderá ocorrer independentemente da idade gestacional. No caso da puérpera, ao ser vacinada, na condição de lactante deverá ser orientada a não interromper o aleitamento materno.

Ainda ficou pactuado que a ampliação da faixa etária de outros públicos anteriormente aprovados, como trabalhadores da educação, forças de segurança, rodoviários, dentre outros, se dará na medida que forem vacinadas todas as pessoas com doenças crônicas e deficiência permanente com mais de 40 anos.

 

Maio Materno: Campanha ressalta importância dos cuidados às gestantes e puérperas


Para celebrar o Dia das Mães, que acontece no segundo domingo de maio, a Prefeitura de Vitória da Conquista prepara uma programação especial durante todo mês, com a campanha “Maio Materno”, que busca a valorização dos cuidados ofertados às gestantes e puérperas nos serviços da Rede Municipal. A assistência à essas mulheres é garantida em todas as fases da gestação, desde o momento em que mulher descobre a gravidez até os 42 dias após o parto, o puerpério.

A programação do Maio Materno já começa na próxima segunda-feira (3) com uma ação educativa e expositiva no Shopping Conquista Sul, que permanecerá até o dia 9 de maio. De segunda (3) até a sexta (8), a ação será das 10h às 16h, e no sábado (9), de 14h às 18h.

Nesta ação, será disponibilizada a vacina contra a Influenza para gestantes e puérperas, testagem para sífilis e HIV e acolhimento de demandas. Em um espaço aberto e arejado serão feitas ações educativas com as gestantes (mediante agendamento prévio), distribuição de material educativo e brindes, além de exposição fotográfica sobre os cuidados ofertados a este público pela Rede Municipal.

A campanha é uma das estratégias da Rede Cegonha, formada por representantes da Rede Municipal de Saúde, e tem a participação dos serviços da Atenção Básica, Vigilância Epidemiológica, Núcleo Ampliado de Saúde da Família (Nasf), Fundação de Saúde de Vitória da Conquista (FSVC), Centro de Apoio e Atenção à Vida (CAAV) e unidades de Proteção Social Básica (CRAS).

Confira a programação completa abaixo:

3 a 9 de maio – Ação educativa e expositiva no Shopping Conquista Sul;

05, 06 e 11 de maio, às 15h – Videoconferência Saúde da Mulher na Gestação, com as gestantes e lactantes dos territórios de abrangências dos CRAS;

7 de maio – Ação musical para as mães internadas no Hospital Esaú Matos;

11 de maio – Live sobre a Rede Cegonha no município, no perfil oficial da Prefeitura no Instagram, com secretária de saúde Ramona Cerqueira, a subsecretária Kalilly Lemos e o convidado, enfermeiro sanitarista e coordenador Estadual do Apoio Institucional COSEMS-BA, Manoel Henrique Pereira;

19 a 21 de maio – Oficina de Qualificação Materno Infantil;

22 de maio, das 8h às 18h – Curso de Educação Perinatal para Casais Grávidos – Projeto Vem Neném

27 de maio – Oficina de qualificação com os Agentes Comunitários de Saúde (ACS);

31 de maio – Encerramento da Campanha no território da Unidade de Saúde da Família Urbis VI com gestantes e puérperas acompanhada pela equipe. Na oportunidade, será feita uma roda de conversa com enfermeira, obstetra e doula sobre mitos e verdades sobre o parto.

Vídeo: Entrevista com Diego Gomes, Secretário de Mobilidade Urbana


Em entrevista cedida ao Programa Rádio Chofer (Melodia FM 87,9), produzido e apresentado por Caíque Santos, o Secretário de Mobilidade Urbana de Vitória da Conquista fala sobre diversos assuntos relacionados com a pasta que acaba de assumir, entre eles: Licitação do Transporte Público, o problema do transporte clandestino, faixas de pedestres e a possibilidade de renovação dos contratos de aluguéis das atuais empresas de transporte prestadoras de serviço.

Confira:

Conquista registra mais 03 mortes por covid-19 nesta quinta-feira, 29


Até esta quinta-feira (29), o boletim epidemiológico contabiliza 26.568 pessoas que já se infectaram com a Covid-19 em Vitória da Conquista. Desse total, 25.452 já estão recuperadas e 692 pacientes seguem em recuperação – 74 internados e 618 em tratamento domiciliar.

Outros 1.372 casos notificados por suspeita de infecção pela Covid-19 aguardam classificação final por investigação clínico-epidemiológico e/ou laboratorial. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirmou o falecimento de três pacientes em decorrência de complicações da Covid-19, somando 424 óbitos de moradores do município.

422º óbito – Homem de 72 anos, morador do bairro Alegria, portador de Obesidade. Internado no Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC) no dia 08 de abril, veio a óbito em 27 de abril.

423º óbito – Homem de 83 anos, morador do bairro Jurema, portador de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus. Foi internado dia 12 de abril, no HGVC, onde faleceu em 28 de abril.

424º óbito – Mulher de 73 anos, moradora do bairro Santa Teresinha, portadora de Hipertensão Arterial e doenças reumáticas. O óbito ocorreu em 27 de abril no HGVC, onde estava internada desde 08 de abril.

Foram 10 óbitos em 04 dias

Ocupação de Leitos– Neste momento, 109 pacientes estão internados em parte dos 148 leitos disponíveis (78 enfermarias e 70 leitos de UTI) na rede SUS para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pelo novo Coronavírus.

Além de moradores de Vitória da Conquista, estão internados residentes dos seguintes municípios: Anagé, Barra do Choça, Belo Campo, Brumado, Caatiba, Caculé, Candiba, Cândido Sales, Carinhanha, Caturama, Condeúba, Eunápolis, Firmino Alves, Guanambi, Ibiassucê, Ibicoara, Iguaí, Itambé, Itapetinga, Ituaçu, Jussiape, Livramento de Nossa Senhora, Malhada de Pedras, Oliveira dos Brejinhos, Paramirim, Planalto, Poções, Riacho de Santana, Tanhaçu, além de Guarulhos – SP e São Paulo capital.

Clique aqui para acessar o boletim epidemiológico completo.

Call Center –A Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um Call Center para tirar dúvidas da população sobre a Covid-19 e atender pessoas que apresentem sintomas suspeitos.

Telefones fixos: (77) 3429-3468/3429-3469/3429-3470
Celulares: (77) 98834-9988 / 98834-9900 / 98834-9977 / 98834-9911 / 98856-4242 / 98856-4452 / 98856-3722/ 98825-5683/ 98834-8484
Call Center Noturno: (77) 98856-3397/98856-5268

Mais de 22 mil conquistenses já estão imunizados com duas doses da vacina contra a Covid-19


Vitória da Conquista já aplicou 98,76% das vacinas enviadas para a 1ª dose e 81,87% da 2ª dose. Estes percentuais equivalem a 54.426 pessoas vacinadas com a 1ª dose e 22. 230 com a 2ª aplicação do imunizante. De acordo com a Prefeitura, Conquista é um dos municípios com melhor desempenho na vacinação contra a Covid-19,

Nesta quinta-feira (29), a Secretaria Municipal de Saúde aplicou a 2ª dose da Oxford/FioCruz para o grupo que recebeu a vacina há 90 dias, que continua nesta sexta-feira, assim como a 1ª dose do mesmo laboratório, para idosos de 62 ou mais. A Prefeitura informou ainda que a 2ª dose da CoronaVac/Butantan voltará a ser aplicada tão logo chegue novo lote enviado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Clemildes Sousa, de 71 anos e o marido, Valdomiro Sousa, de 81 anos, receberam a 2ª dose na segunda-feira (26).

 

A oportunidade da imunização é comemorada por quem já tomou as duas doses, a exemplo de Clemildes Sousa, de 71 anos. Ela e o marido, Valdomiro Sousa, de 81 anos, receberam a 2ª dose na segunda-feira (26). “Estou protegida agora! Estou mais tranquila”, comemorou Clemildes. Já Valdomiro Sousa desejou que todos possam ter a mesma oportunidade: “Que Deus proteja todo mundo, e a gente saia dessa! Que a vacina chegue pra todo mundo, pra gente ficar tranquilo.”

Outro casal que entrou para o grupo de imunizados, Patrícia e Walmick Correia, comentam que se sentem aliviado. Os dois são trabalhadores da saúde e receberam a segunda dose da Oxford, no Cemae. “Eu tive Covid, tive uma forma bem grave da doença. Então a sensação é de alívio, de esperança, a esperança de um futuro melhor lá na frente”, relatou Patrícia.

“Sensação é de alívio”, relatou Patrícia

 

Gilberto Soares, de 70 anos, festeja a oportunidade de ter sido vacinado e chama a atenção para a necessidade das duas doses para garantir a imunização contra a Covid. “Todo mundo tem que tomar essa vacina! E a segunda dose é mais importante que a primeira ainda”, enfatiza Gilberto, que recebeu uma nova dose da Coronavac também na segunda-feira (26), na quadra poliesportiva da Fainor.

Gilberto comemorou a oportunidade de tomar a segunda dose da vacina

 

A diretora de Vigilância em Saúde, Ana Maria Ferraz, lembra que a população deve ficar atenta à data de aprazamento marcada no cartão, para não perder o prazo de tomar a segunda dose. Também é preciso comparecer em um ponto onde está sendo aplicada a vacina do mesmo laboratório que forneceu a primeira dose.

Além disso, ela destaca que as medidas preventivas devem continuar: “Todos os cuidados de higiene pessoal, uso de álcool em gel e distanciamento social devem permanecer, uma vez que a vacina não oferece proteção contra a doença, e sim minimiza seus sintomas, suas formas graves e diminui em muito o risco de morte.”

Covid-19: Idosos com 62 anos ou mais serão vacinados nesta sexta-feira, 30


A 1ª dose da vacina contra a Covid-19 será retomada, nesta sexta-feira (30), para as pessoas com 62 anos ou mais, das 9h às 16h. A vacina será aplicada no drive-thru, na Universidade Federal da Bahia (Ufba), no bairro Candeias, e nos pontos fixos para pedestres: quadra da Igreja Batista Nova Sião (Alto Maron), Escola Municipal Professora Fidelcina Carvalho Santos (Urbis VI), Colégio Paulo VI (Ibirapuera), Paróquia Rainha da Paz (Patagônia), salão paroquial da Santa Luzia (Urbis V) e quadra esportiva da Fainor (Candeias).

Também será retomada a aplicação da segunda dose da Oxford/Fiocruz, das 9h às 16h, no Comando de Policiamento da Região Sudoeste (CPRSO), no bairro Kadija, por meio do drive-thru.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) reforça que as pessoas não devem deixar de tomar a segunda dose da vacina. Ela é indispensável para garantir a imunização completa.

Prefeitura admite que pessoas foram vacinadas com duas doses de laboratórios diferentes; Leia nota


Foto meramente ilustrativa

 

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Vitória da Conquista informou na noite desta quinta-feira (29), que tem conhecimento da ocorrência de 03 casos de pessoas que receberam a segunda dose da vacina contra Covid-19 de laboratório diferente da primeira dose recebida.

Por meio de nota, a Diretoria de Vigilância em Saúde disse que está acompanhando os casos, que foram devidamente notificados ao sistema de informação oficial do Ministério da Saúde, até o desfecho final de cada ocorrência, que é feito por uma equipe técnica do Governo do Estado.

A SMS disse que segue a ‘Nota Informativa 21’, do Ministério da Saúde, que preconiza que se o usuário tomou doses de laboratórios diferentes, em um intervalo maior que 14 dias entre uma dose e outra, não há necessidade de reagendamento ou de administração de outra dose. “Se isso ocorre em intervalo menor que 14 dias é necessária uma nova dose, respeitando o intervalo recomendado segundo o tipo de vacina da primeira dose”, diz a nota da Prefeitura.

O fato ganhou repercussão após a vereadora Márcia Viviane (PT), acusar a Secretaria Municipal de Saúde de encobrir os erros e de falta de transparência. Na semana da denúncia, a Prefeitura emitiu nota dizendo que o fato não tinha ocorrido. “Deixo o alerta para que as famílias, principalmente de idosos acamados, olhem o cartão de vacinação para verificar se foram utilizadas vacinas do mesmo fabricante na primeira e segunda dose. Caso constate o erro, não aceite a troca do cartão e registre a incoerência na unidade de saúde do seu bairro”, recomendou a vereadora, que também faz parte da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores. A ex-secretária de saúde, disse ainda que iria encaminhar representação ao Ministério Público para que todos os envolvidos sejam ouvidos e os fatos apurados.

A Prefeitura disse  hoje que as notificações ocorreram após a divulgação de nota da Secretaria de Comunicação à imprensa, no dia 24 de abril, quando a SMS informou ainda não ter ocorrido caso semelhante no município.

LEIA A ÍNTEGRA DA NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA

Casos de pessoas vacinadas com duas doses de laboratórios diferentes

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Vitória da Conquista informa que tem conhecimento da ocorrência de três casos de pessoas que receberam segunda dose da vacina contra Covid-19 de laboratório diferente da primeira dose recebida.

A Diretoria de Vigilância em Saúde esclarece que as notificações ocorreram após divulgação de nota à imprensa, no dia 24 de abril, quando a SMS informou ainda não ter ocorrido caso semelhante no município.

A Diretoria de Vigilância em Saúde está acompanhando os casos, que foram devidamente notificados ao sistema de informação oficial do Ministério da Saúde, até o desfecho final de cada ocorrência, que é feito por uma equipe técnica do Governo do Estado.

A SMS segue a Nota Informativa 21, do Ministério da Saúde, que preconiza que se o usuário tomou doses de laboratórios diferentes, em um intervalo maior que 14 dias entre uma dose e outra, não há necessidade de reagendamento ou de administração de outra dose. Se isso ocorre em intervalo menor que 14 dias é necessária uma nova dose, respeitando o intervalo recomendado segundo o tipo de vacina da primeira dose.

É importante destacar que a Secretaria Municipal de Saúde preza pela confidencialidade dos dados de cada usuário, não sendo necessário sujeitar os pacientes à exposição, tendo em vista que os órgãos competentes estão acompanhando cada caso.

Secom, 29 de abril de 2021

Ministra do STF determina que União garanta fornecimento de medicamentos do kit intubação para o Estado da Bahia


Em decisão publicada na manhã desta quinta-feira (29), a ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, determinou que a União Federal apresente, no prazo de até 10 dias, um planejamento detalhado das ações em prática, e das que pretende adotar, com vistas a garantir o suprimento dos insumos do kit intubação para o Estado da Bahia.

Em sua decisão, a ministra estabeleceu ainda que o plano deverá contemplar, no mínimo: o nível atual dos estoques de medicamentos, bem como a forma e periodicidade de monitoramento dos estoques; a previsão de aquisição de novos medicamentos, esclarecendo os cronogramas de execução; os recursos financeiros para fazer frente às necessidades de aquisição e distribuição dos insumos, considerando o prognóstico da pandemia no território nacional; os critérios que adotará para distribuir os insumos aos entes subnacionais e às unidades hospitalares; e a forma pela qual dará ampla publicidade ao planejamento e à execução das ações. (mais…)

Bahia recebe mais 336.300 doses de vacinas contra Covid-19 nesta quinta, 29


A Bahia recebeu nesta quinta-feira mais 336.300 doses de vacinas contra Covid-19. Do total, 329.500 foram produzidas pela Fiocruz/Astrazeneca/Oxford e 6.800 pelo Butantan/Sinovac. O voo com a remessa dos imunizantes pousou no aeroporto de Salvador por volta das 11h. Com esta nova carga, a Bahia chega ao total de 4.229.750 doses de vacinas contra a Covid-19 recebidas.

Os imunizantes que chegaram hoje começarão a ser enviados para os municípios em aeronaves do Grupamento Aéreo da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador, após conferência da equipe da Coordenação de Imunização do Estado. Elas serão remetidas, exclusivamente, aos municípios que aplicaram 85% ou mais das doses anteriores. Esta foi uma decisão da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que é uma instância deliberativa da saúde e reúne representantes dos 417 municípios e o Estado.

De acordo com a coordenadora de Imunização do Estado, Vânia Rebouças, além dos imunizantes da Fiocruz/Astrazeneca/Oxford, serão enviadas para os municípios cerca de 15 mil doses da Coronavac. Ela explica que esse quantitativo é a soma da remessa recebida nesta quinta-feira (29) mais a quantidade que havia sido reservada para a segunda aplicação de remessas que chegaram anteriormente, quando ainda não havia a recomendação do Ministério da Saúde para distribuir todo o lote.

Esta nova remessa dará possibilidade para que continuem sendo vacinadas pessoas dos grupos prioritários definidos pelo plano nacional de imunização.

Prefeita de Conquista confirma cancelamento dos São João e outras festas


Como no ano passado, quando a pandemia do novo Coronavírus estava no começo, a tradicional festa de São João não acontecerá em Vitória da Conquista. Também não deverá ter comemoração festiva do aniversário de emancipação da cidade. E o Natal é uma hipótese remota, de acordo com a prefeita Sheila Lemos.

“Não há nenhuma condição de pensar em São João este ano, só poderemos pensar em festa quando a população estiver imunizada e possamos nos considerar livres da pandemia”, diz Sheila, adiantando que considera difícil até mesmo comemorar festivamente o aniversário da cidade, em 9 de novembro.

“Só poderemos pensar em festa quando a população estiver imunizada”, afirma Sheila.

“Estamos com esperança de poder voltar a festejar o nosso Natal, que é uma tradição que foi engrandecida na gestão do ex-prefeito Herzem Gusmão e é uma das marcas da cidade”, comentou a prefeita. Segundo ela, tudo depende da vacina e a Prefeitura de Vitória da Conquista está atuando com organização e celeridade para vacinar e está no consórcio que negocia a compra de imunizante, para atender toda a população.

“A nossa Secretaria de Saúde tem feito um trabalho que merece nossos aplausos, tanto é que Vitória da Conquista é um dos municípios que mais vacinam, entre os que recebem maior número de doses. Quando não vacinamos é porque não chegaram novas doses. Por isso, aderimos ao consórcio da Frente Nacional de Prefeitos para adquirir vacinas e insumos contra a Covid-19 e estamos aguardando as negociações com os laboratórios”, explica Sheila Lemos .

“Havendo vacina e dando tempo, vamos voltar a festejar com entusiasmo nossas datas comemorativas, mas só depois de vacinar”, enfatizou a prefeita de Vitória da Conquista.