Sheila Lemos recebe presidente da Policlínica, ‘Quinho de Belo Campo’


A prefeita de Vitória da Conquista, Sheila Lemos recebeu o prefeito de Belo Campo, José Henrique Tigre (Quinho),  atual presidente do Consórcio Interfederativo de Saúde da Região de Vitória da Conquista e Itapetinga (Cisvita) e responsável pela gestão da Policlínica Regional.

Sheila destacou o encontro como positivo e oportuno. “Além debater o fortalecimento da saúde, fortalecer os laços e promover ações conjuntas para o bem da região, com os municípios do Sudoeste unidos, podemos trazer muitos benefícios para a economia da região”, ressaltou.

O presidente do consórcio parabenizou a prefeita pela gestão e reiterou o apoio. “Tanto por parte da direção da policlínica, quanto do município de Belo Campo, manifestamos apoio a Vitória da Conquista para o progresso da região Sudoeste”, assegurou Quinho.

Também estiveram presentes a secretária de Saúde de Vitória da Conquista, Ramona Cerqueira, o secretário Chefe do Gabinete Civil, Lucas Dias, e o diretor administrativo da Policlínica, Marcelo Lopes.

Relação entre Herzem e Quinho era problemática

A reunião sepulta definitivamento uma relação antagônica criada pelo falecido Prefeito Herzem Gusmão com o prefeito Quinho de Belo Campo, também gestor da Policínica, escolhido por Rui Costa. Em um áudio vazado nas redes sociais, com trechos de bastidores de uma entrevista concedida ao radialista Massinha, no Programa Agito Geral (Transamérica FM), em dezembro de 2018, Gusmão chegou a chamar o prefeito de Belo Campo de “bosta”.

Herzem defendia que os recursos públicos fossem direcionados para convênios com clínicas privadas da cidade. “Hoje Josué, Dra Dora, Dr Raul, procura os médicos da inciativa privada, a gente tá pulverizando os recursos pra todo mundo, pra você jogar em cima de Quinho? Manda Quinho pra puta que pariu”, disse

“E eu vou ficar botando dinheiro na clinica de Rui Costa? Cortaram dinheiro do SAMU, cortaram dinheiro do Esaú e a gente vai ficar botando dinheiro na clínica de Belo Campo? E vai pegar viu, ‘Policlínica de Belo Campo’. Quase que eu ia falar, viu, com todo o respeito: ‘Vamos fazer o seguinte, por que não bota lá, essa porra dessa policlínica, em Belo Campo, devia levar pra lá”, disse o polêmico Herzem. ´