[ENTREVISTA]: Vereadora denuncia “sucateamento” da Saúde na gestão Herzem


Viviane Sampaio é vereadora e preside a Comissão de Saúde da Câmara

Em uma entrevista exclusiva cedida ao Blog do Caique Santos, a vereadora presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores e ex-secretária de Saúde de Conquista, Viviane Sampaio (PT), teceu severas críticas ao “gestor maior” na condução das políticas de saúde pública da cidade. “Diferente daquilo que que foi propagado nas campanhas eleitorais, nas quais o prefeito criticava a baixa cobertura da atenção básica e garantiu que essa cobertura chegaria até 70%, vimos que  apenas uma equipe da saúde da família foi implantada e não houve elevação da cobertura, porque essa equipe foi implantada no distrito de Inhobim, mas apenas houve uma subdivisão”, disse Viviane.

Sobre a repentina e “misteriosa” exoneração da doutora em Saúde Pública, Ceres Almeida, alfinetou: “ser conhecedora de leis não lhe dá méritos para exercer de forma positiva a gestão, porque ser gestor requer outros atributos, a questão do relacionamento, acessibilidade, saber ouvir e que a gente sabe que eram algumas das dificuldades que ela tinha e que era visível”

Ouça a entrevista (PARTE 1):

Ouça a entrevista (PARTE 2):

 

PROPOSTAS PARA A SAÚDE FEITAS DURANTE A CAMPANHA DO PREFEITO HERZEM

Na saúde pública, dar ênfase à Atenção Básica, que atualmente oferece cobertura apenas de 42%, portanto é necessário ampliar as equipes do Programa de Saúde da Família para atuar na prevenção, promoção e recuperação da saúde, inclusive com o investimento na qualificação dos profissionais das equipes.

Além de promover a qualificação e a resolutividade da Atenção Primária à Saúde por meio da organização e oferta de exames diagnósticos. Na saúde bucal, ampliar a oferta e estruturar a assistência de modo a atingir populações prioritárias sem se descuidar das demais, utilizando além dos consultórios das unidades de saúde da família, do Odontomóvel, estimulando a prevenção através da educação oral.

Aumentar a quantidade de Academias da Saúde nos bairros, com o objetivo de contribuir para a promoção da saúde dos modos de vida saudável da população, acrescido a ampliação do estímulo a alimentação saudável, por meio de abordagens a grupos de risco, identificados na Atenção Básica, utilizando os recursos oferecidos pelos NASFs.

A Assistência Farmacêutica será definida como área prioritária e essencial para a promoção e recuperação da saúde, devendo ser assegurada nos serviços de saúde, respeitando os preceitos do SUS, e buscando estabelecer maior custo-efetividade e utilidade, melhor utilizando as tecnologias e recursos financeiros disponíveis.

Estimular as ações de promoção e proteção à saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica e Sanitária, e atuando na defesa e proteção animal, controle populacional de animais domésticos, com ação participativa no controle de zoonoses, visando atingir um equilíbrio harmonioso entre homem e animal, e desenvolvendo ações de proteção animal, como vacinação e castração de cães e gatos, bem como estudos para a implantação do Centro de Zoonoses.

Organizar e estruturar a rede de atenção hospitalar, buscando a ampliação da oferta de leitos hospitalares, visando o equilíbrio da oferta e da demanda, por meio de solicitação ao governo do Estado da reativação do Hospital Crescêncio Silveira e manutenção da parceria pública privada, com as unidades hospitalares do município.

Estruturar e organizar a Rede de Atenção às Urgências, com a implantação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em locais estratégicos, e direcionamento de usuários de acordo a complexidade de atendimento, e ampliando a parceria com a iniciativa privada, aproveitando sua capacidade instalada, desse modo desafogando a rede de emergência no município e melhor qualificando a assistência prestada.

Além de manter as ações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência. Ampliar o atendimento Saúde Mental, com a cobertura de atendimento dos CAPS de forma articulada e integrada a outros pontos de atenção, atuando também na abordagem aos usuários de álcool e drogas. Somar as ações de saúde com a Política de Assistência Social de acordo com a Constituição Federal e a Lei Federal 8.742/1993.

CLIQUE AQUI E BAIXE O PDF COM AS DIRETRIZES DO PLANO DE GOVERNO DA COLIGAÇÃO “UMA CONQUISTA MELHOR”