Governo pretende cortar R$ 54,7 bilhões de investimentos em transporte


FOTO: Divulgação

O Governo Federal pretende cortar R$ 54,7 bilhões de investimentos na área de transporte no país. O PNL (Plano Nacional de Logística), que está previsto para ser lançado na segunda-feira, 2 de julho, pelo presidente Michel Temer, vai definir prioridades de gastos.

Conforme publicado pela Folha de S.Paulo, o montante será cortado até 2025, caso o PNL seja levado adiante e colocado em prática. O projeto deve ser aprovado em uma reunião do Conselho do PPI (Programa de Parceria de Investimentos), por meio de uma resolução.

A justificativa de assessores de Temer é que, na prática, o plano possa dificultar investimentos em obras de cunho eleitoreiro. A primeira fase do PNL já está em andamento, conforme publicado pela Folha.

Se o cronograma de obras for mantido, a redução de R$ 54,7 bilhões no custo dos transportes será possível, sem considerar o preço do frete. Atualmente, o custo é de R$ 342 bilhões.

Além disso, a previsão é de que, até 2025, a dependência de rodovias no país possa cair dos atuais 64% de participação para 50%. As ferrovias, por sua vez, irão de 18% de participação para 31%.

Um estudo da FDC (Fundação Dom Cabral) mostra que o Brasil será dependente de rodovias até 2035. A dependência ficou evidente durante a greve dos caminhoneiros, que afetou vários setores na última semana de maio, quando o transporte rodoviário foi afetado.

Relembre: Estudo mostra que Brasil será dependente de rodovias até 2035

FONTE: Jessica Marques/ Diário do Transporte