Governo monitora quem vota contra Previdência para cortar verba prometida


(Reprodução/Instagram)

O governo vai cortar verbas para emendas extras de deputados que prometeram votar favoravelmente à reforma da Previdência, mas que traírem o acordo. O monitoramento dos votos é coordenado pela líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

Joice afirmou em duas oportunidades que já estaria acompanhando a quebra de palavra a partir das votações de requerimentos de obstrução (manobras para atrasar a sessão). Na primeira oportunidade, ela fez o comentário com o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) dentro do plenário da Câmara.

Em seguida, Joice voltou a afirmar que cortaria emendas de deputados em conversa com o secretário especial de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten. (mais…)

Criança de 11 anos é dopada e sofre estupro coletivo no interior da Bahia


Uma criança de 11 anos, com indícios de estupro coletivo, foi conduzida à 19ª Coordenadoria Regional do Interior (COORPIN) da cidade de Senhor do Bonfim, localizada no centro norte da Bahia, na madrugada desta segunda-feira (8).

De acordo com o delegado plantonista, Macone Almino de Lima, a vítima foi levada pela mãe à delegacia após a menina relatar que tomou um líquido oferecido por cinco adolescentes e que, ao acordar estava com as roupas rasgadas e sangrando. Ainda segundo o delegado, a suposta vítima relatou que, após acordar e fugir da casa, ela chegou a uma praça e foi induzida por dois adultos a consumir uma bebida alcoólica. (mais…)

Unidade da Defensoria Pública da União (DPU) será desativada em Conquista


Três unidades da Defensoria Pública da União (DPU) serão fechadas no interior da Bahia, em Juazeiro, Feira de Santana e Vitória da Conquista, resultando em atendimento restrito á Salvador.

A medida faz parte de um plano emergencial a ser executado, caso a instituição, que é autônoma, tenha que realizar a devolução de 828 servidores requisitados, que representam 63% da força de trabalho administrativa no país, até o dia 27 de julho de 2019.

Para que a ação não seja tomada, a DPU depende de edição da Medida Provisória que estenda a permanência dos servidores na instituição até a aprovação do Projeto de Lei 7.922/2014 no Congresso Nacional, que prevê a criação da carreira administrativa da DPU.

O prédio da DPU de Conquista foi inaugurada em abril do ano passado.  (mais…)

Castração de cães e gatos acontece em Conquista


Nos dias 27 e 28 de julho, acontece, em Vitória da Conquista, a 3ª Ação Social de Castração para cães e gatos, uma parceria da Uesb com o Grupo Olhar Pet Solidário. A ação objetiva prevenir possíveis doenças e reduzir a quantidade de ninhadas indesejadas e conta com o apoio do programa de extensão “Ações educativas sobre o cuidado com animais domésticos e de rua para promoção da saúde única”, coordenado pela professora Gabriele Marisco, do Departamento de Ciências Naturais (DCN) da Universidade.

O atendimento será feito com agendamento prévio, com preferência para tutores de baixa renda e animais de organizações não governamentais (ONGs). Os interessados devem entrar em contato pelos números (77) 99184-4937 ou (77) 98842-8327 para fazer o cadastro e esclarecer dúvidas. O serviço conta com taxa mínima para cobertura de custos.

Além da castração, o projeto promoverá ações educativas abordando informações relacionadas ao bem-estar animal, benefícios da castração e cuidados pós-operatórios.

Intercept divulga áudio de Deltan Dallagnol ; Ouça


HÁ UM MÊS, o Intercept iniciou uma série de reportagens que mudaram para sempre a história da operação Lava Jato, de seus procuradores e do ex-juiz e atual ministro de Jair Bolsonaro, Sergio Moro. Antes vistos como heróis intocáveis, os monopolistas do combate à corrupção (que tentavam silenciar qualquer voz que se levantasse para expor seus erros, abusos e ilegalidades) hoje são vistos de outra maneira pela população: 58% dos brasileiros acreditam que as conversas de Moro com procuradores são inadequadas. A desconfiança é ainda maior entre os jovens: na faixa etária de 16 a 24 anos, 73% não querem um país guiado pelo espírito justiceiro de Moro.

Em seus primeiros capítulos, as histórias dos arquivos secretos da Vaza Jato mostraram Moro atuando como chefe de fato dos procuradores, o que é ilegal; expuseram o coordenador da força-tarefa Deltan Dallagnol apresentando uma denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da qual ele próprio duvidava; e revelaram os procuradores da Lava Jato (incluindo Deltan) operando secretamente para evitar que Lula desse uma entrevista durante a campanha eleitoral por medo que pudesse ajudar a “eleger o Haddad”.

28 de setembro de 2018 – chat privado

Anna Carolina Resende – 11:24:06 – ando muito preocupada com uma possivel volta do PT, mas tenho rezado muito para Deus iluminar nossa população para que um milagre nos salve
Deltan Dallagnol – 13:34:22 – Valeu Carol!
Dallagnol – 13:34:27 – Reza sim
Dallagnol – 13:34:32 – Precisamos como país

 

A propósito disso, nós publicamos agora, pela primeira vez, um áudio da conversa entre os membros da força-tarefa a respeito da guerra jurídica em torno da entrevista. Na manhã do dia 28 de setembro de 2018, a imprensa noticiou que o ministro do STF Ricardo Lewandowski autorizara Lula a conceder uma entrevista ao jornal Folha de S.Paulo. Em um grupo no Telegram, os procuradores imediatamente se movimentaram, debatendo estratégias para evitar que Lula pudesse falar. Para a procuradora Laura Tessler, o direito do ex-presidente era uma “piada” e “revoltante”, o que ela classificou nos chats como “um verdadeiro circo”. Uma outra procuradora, Isabel Groba, respondeu: “Mafiosos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!”

Eram 10h11 da manhã. A angústia do grupo – que, mostram claramente os diálogos, agia politicamente, muito distante da imagem pública de isenção e técnica que sempre tentaram passar – só foi dissolvida mais de doze horas depois, quando Dallagnol enviou as seguintes mensagens, seguidas de um áudio.

(mais…)

Partido Verde decide não obstruir votação da Reforma; Leia nota


Em nota, a bancada do Partido Verde divulgou no início da noite desta terça-feira (09) que não orientará sua bancada favoravelmente à obstrução da votação da Reforma da Previdência. “Quanto ao texto principal, pelas inúmeras especificidades propostas, não foi obtida maioria e a opção foi pela liberação do voto dos seus integrantes, respeitando a consciência de cada um”.

Leia a íntegra da nota:

A bancada do Partido Verde, reunida para debater a Reforma da Previdência, entendeu que é chegada a hora de o Congresso Nacional decidir sobre o tema e, por isso, não orientará favoravelmente à obstrução.
Quanto ao texto principal, pelas inúmeras especificidades propostas, não foi obtida maioria e a opção foi pela liberação do voto dos seus integrantes, respeitando a consciência de cada um.
Decidiu, ainda, unificar posição na votação dos destaques para manutenção das regras atuais relativas à pensão por morte e ao cálculo do benefício de aposentadoria, além da retirada integral dos professores do âmbito da reforma

[EMPREGOS]: Confira as vagas para Vitória da Conquista (BA) nesta terça, 09


 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: Obrigatório portar Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovantes de residência e escolaridade e certificados de cursos, se assim desejar. Vagas disponíveis até atingirem o limite de encaminhamentos.

Essas são apenas algumas vagas disponíveis. Para consultar a lista completa, o trabalhador deve comparecer à unidade de seu município.

 

Vagas exclusivas para Vitória da Conquista (09/07)

END.: SAC CONQUISTA I – Prédio da SEFAZ – Rua Rotary Clube, 149 – Centro. Funcionamento de seg. a sexta, das 7h às 13h.

 

END.: SAC CONQUISTA II – Shopping Conquista Sul – Av. Juracy Magalhães, 3340. Funcionamento de seg. a sexta, das 9h às 18h.

 

COORDENADOR DE RECURSOS HUMANOS (PCD) (mais…)

Discussão por poltrona dentro de cinema termina em morte


A onde de assassinatos por banalidades continua chocando os brasileiros. Dessa vez a triste ocorrência foi na tarde desta segunda-feira (08), dentro de uma sala de cinema na cidade de Dourados (MS). O policial militar ambiental Dijavan Batista dos Santos, que estava acompanhado de seu filho, atirou em Julio Cesar Cerveira Filho, que também estava acompanhado de seus dois filhos, um de 10 e um de 14 anos.

Segundo a polícia, a briga teria começado por uma discussão sobre poltronas. A vítima teria “começado a abrir braços e pernas” ao lado do garoto mais velho, momento em que o pai trocou de lugar com o menino. Em seguida teria acontecido uma discussão entre autor e vítima, momento em que Julio, ao sair de sua poltrona e passar pelo filho de Dijavan, teria batido no rosto do adolescente.

De acordo com testemunhas que estavam na sala 1 que exibia “Homem-Aranha: Longe de Casa”, quando a dupla chegou à porta entraram em luta corporal, momento em que o autor sacou uma pistola .40 e disparou contra a vítima, atingindo-lhe o pescoço. Júlio Cesar foi morto na frente da filha de 16 anos. (mais…)

Projeto de castração de estuprador é ‘desumano e inconstitucional’, avaliam advogados


O projeto de lei do senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) que prevê a castração química voluntária para condenados reincidentes por crimes de estupro e importunação sexual é inconstitucional e desrespeita os direitos humanos. Essa é avaliação de advogados e especialistas na área.

Documento A CASTRAÇÃO, SEGUNDO STYVENSON

Pela proposta apresentada, o condenado que aceitar esse tratamento receberia a liberdade condicional. O texto aguarda parecer na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania.

“O projeto tem vários problemas de caráter constitucional e até de direitos humanos, essa ideia de punições eternas, que impõe a perda de uma condição humana fere o compromisso universal com a dignidade”, avalia Mônica Sapucaia Machado, professora da Escola de Direito do Brasil (EDB), especialista em compliance de gênero. (mais…)

[VÍDEO]: Mulher critica valor de passagem na Globo: “Lula roubava, mas ajudava povo”


Uma mulher chamou a atenção enquanto era entrevistada pela TV Globo Minas, durante o telejornal local “MGTV 1ª – Edição”, hoje à tarde.

O repórter Carlos Eduardo Alvim repercutia em entrada ao vivo o aumento no valor das passagens do metrô de Belo Horizonte, de R$ 2,40 para 2,90, um reajuste de R$ 0,50. Foi aí que ele decidiu questionar uma usuária, que se identificou apenas pelo nome de Viviane, sobre a mudança nas tarifas.

“[O aumento] está pesando muito para os trabalhadores. Aumenta o valor da passagem, mas o salário não aumenta. [O metrô] está péssimo, só anda cheio. Isso daqui virou uma bagunça. Quando era o Lula ainda era melhor. O Lula roubava, mas melhorou o povo”, disse ela, revoltada.

Alvim decidiu encerrar a entrevista logo em seguida, ressaltando que a opinião era da dona Viviane e não da emissora.