Vitória da Conquista adere à suspensão de atividades não essenciais até segunda-feira (1º)


Vitória da Conquista vai seguir o novo decreto estadual anunciado pelo Governo da Bahia nesta manhã (25), que suspende todas as atividades não essenciais a partir das 17h dessa sexta-feira (26), até 5h de segunda-feira (1º/03).

Na tarde de hoje, o governador da Bahia, Rui Costa, conversou com a prefeita em exercício, Sheila Lemos, e pediu a colaboração do Município no cumprimento do novo dispositivo. A gestora municipal se comprometeu a seguir as medidas restritivas até segunda-feira (1º), quando a eficácia dessas restrições será avaliada pelo Comitê Gestor de Crise da Prefeitura Municipal.

PREFEITA DE CONQUISTA HAVIA DITO QUE NÃO IRIA ADERIR AO LOCKDOWN

A prefeita de Vitória da Conquista em exercício, Sheila Lemos, em entrevista a uma rádio local, afirmou que não aceitaria o lockdown na cidade. “Nós não vamos fazer o lockdown porque entendemos que isso não é a resolução do problema. Para resolver o problema é vacinação, a população se conscientizar, e é abrir leitos para quando a pessoa precisar, que tenha o leito disponível”, disse a prefeita em exercício ao ser questionada pelo radialista Humberto Pinheiro.

“A gente entende que o lockdown não vai fazer o vírus recuar, nós passamos por isso no ano passado, no mês de março, nós passamos no mês de abril, no mês de maio, com todo o comércio fechado, só os serviços essenciais funcionando e o vírus foi se propagando. Vitória da Conquista não entende que o lockdown é solução para [conter] o avanço do coronavirus”, disse Sheila.

A prefeita disse ainda que não acreditava que o governado iria decretar lockdown no estado. “Ele sabe que isso não vai resolver o problema. Ele não vai fazer isso”.

Na semana passada, a prefeita também disse que a cidade não ia obedecer à ampliação do horário do toque de recolher, mas no dia seguinte, mudou de ideia.

 

Câmara cria Comissão Especial de Enfrentamento à Covid-19


Na manhã desta quinta-feira, 25, a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, presidida pelo presidente Luís Carlos Dudé (MDB), criou a Comissão Especial de Enfrentamento à Covid-19.

Segundo o presidente, o objetivo da comissão é desenvolver um trabalho fiscalizador sobre todas as ações desenvolvidas pelos Governos do Estado e do  Município no combate efetivo ao coronavírus em Vitória da Conquista. “Essa comissão é formada por sete vereadores, três de oposição, três de situação e um representante da Mesa Diretora, para que a gente possa fazer o trabalho fiscalizador nesse momento de avanço da pandemia”, disse Dudé.

Para facilitar o trabalho da comissão, o presidente disponibilizou a frota de veículos da Casa, inclusive o carro da presidência, a qualquer dia e hora em que se fizer necessário. Além disso, a Casa vai encaminhar ofício ao Comando de Policiamento Regional Sudoeste (CPRS), Coronel Ivanildo, e ao coordenador da Polícia Civil, Fabiano Aurich, solicitando apoio das polícias nas ações realizadas pela comissão, inclusive nos horários de aplicação do Toque de Recolher, caso haja necessidade de atuação dos vereadores.

Conforme o presidente, a fiscalização é uma das competências do Poder Legislativo. “A nossa maior preocupação hoje é a quantidade insuficiente de leitos de UTI, precisamos nos debruçar sobre esse problema, a Câmara não vai cruzar os braços”, afirmou.

A comissão é composta pelos vereadores Orlando Filho (PRTB), representando a Mesa; Edjame Rosa Bibia (MDB), Ivan Cordeiro (PTB) e o Delegado Marcus Vinicius (Pode), representando a Bancada de Situação;  Viviane Sampaio (PT), Chico Estrella (PTC) e Ricardo Babão (PCdoB), representando a Bancada de Oposição.

 

Estado lança canal TV Educa Bahia com conteúdos exclusivos para os estudantes a partir de segunda-feira (1°)


Os estudantes da Bahia terão uma nova ferramenta de apoio ao processo de aprendizagem. O Educa Bahia é um canal de televisão aberto, com sinal digital, que entra no ar a partir desta segunda-feira, 1° de março. A emissora estará disponível em diversos municípios de todos os 27 Territórios de Identidade.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, explicou que a iniciativa da Secretaria da Educação da Bahia (SEC), através da TVE, faz parte de um conjunto de ações complementares implementadas para o início do ano letivo 2020/2021, que terá ensino 100% remoto nesta primeira fase. “A TVE já nos oferece uma programação vasta e rica e, agora, teremos também o Canal Educa Bahia, com conteúdos exclusivos para a Educação, durante as 24 horas por dia, em todos os dias da semana, para que os estudantes possam assistir a uma programação qualificada, que contempla os componentes curriculares do Ensino Médio referenciados na Base Nacional Comum Curricular (BNCC)”, afirmou.

O secretário disse que a TVE estabeleceu parcerias com o Canal Futura, o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (CONSED) e a União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) e, também, oferecerá conteúdos produzidos pelos professores das escolas estaduais através da Rede Anísio Teixeira, além de aulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC). “Outras tratativas estão em curso para ampliar a oferta de programas nos próximos meses”, enfatizou.

O diretor-geral do IRDEB, Flávio Gonçalves, acrescentou que o Canal Educa Bahia continuará disponível continuamente, mesmo após a vacinação da população baiana, e passa a integrar o conjunto de programas estratégicos da SEC, órgão ao qual o IRDEB está vinculado. Ele também falou sobre o alcance da programação. “A cobertura do sinal digital inicia como a segunda maior entre as emissoras de TV no Estado e um processo de expansão será realizado até o final deste ano. A nova emissora pública estará disponível ao lado do canal da TVE, alterando os aparelhos do final .1 para o final .2. Em Salvador e Região Metropolitana, o Educa Bahia será o canal 10.2. Já em Feira de Santana e no entorno, no 9.2 e assim nos demais municípios”, explicou.

Programação – A Secretaria da Educação da Bahia tem promovido, desde o início da pandemia, um conjunto de lives no Youtube/educacaobahia1 para os estudantes e profissionais da rede. A partir desta segunda-feira, esses conteúdos também passam a ser exibidos no canal de TV digital aberto, democratizando informações para os que não têm acesso à Internet. Será possível também assistir a emissora pelo site www.educabahia.ba.gov.br

A parceria com o Canal Futura da Fundação Roberto Marinho permitirá, a partir desta segunda-feira, acesso a um novo conjunto de vídeoaulas de Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Química, Física, Artes, Língua Inglesa, Educação Física, Literatura, Sociologia, Biologia, Redação, Ciências e Língua Espanhola. E ainda a outros programas da emissora que é referência em todo o país.

Já o Vamos Aprender, um projeto do CONSED e UNDIME, em parceria técnica com organizações da sociedade civil e parceria de conteúdo com várias instituições de aprendizagem remota, disponibiliza outros conteúdos que também estarão no Educa Bahia.

A TVE continuará oferecendo uma programação educativa complementar ao Canal Educa Bahia para crianças e jovens em diversas faixas etárias. Desde o início da pandemia a emissora manteve todos os dias pela manhã uma programação com desenhos animados educativos para as crianças em idade pré-escolar, da Educação Infantil e Fundamental que estiveram sem aulas em 2020. “Com as crianças em casa, a audiência deste horário aumentou durante a pandemia, fazendo com que a TVE chegasse a ocupar a terceira posição entre as emissoras mais assistidas em Salvador, de acordo com dados do IBOPE”, afirmou Flávio Goncalves, ao destacar a qualidade desta programação.

Para os estudantes do Ensino Médio, desde 30 de março de 2020, imediatamente após o início da pandemia e a suspensão das aulas presenciais na Bahia, a TVE passou a exibir, diariamente, a programação “Estude em Casa”, das 13h às 15h, em parceria com o Canal Futura. De segunda a sábado, a TVE também continua com o programa “Caiu no Vestibular”, às 7h. E de segunda a sexta-feira, a partir de 18h, a TVE exibe o programa “Hora do ENEM” para os estudantes que se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio. Em 2020, a TVE exibiu cinco 5h30 de programação educativa diária, totalizando 1.100 horas de conteúdo, em 200 dias.

Novas medidas restritivas: saiba o que poderá funcionar na Bahia de sexta a segunda


A partir das 17h de sexta-feira (26) até as 5h da segunda-feira (1º), ficam suspensas todas as atividades que não estejam relacionadas à saúde pública, alimentação e segurança em toda a Bahia. A medida terá início gradual às 17h de sexta, com o fechamento do comércio de rua. Às 18h, bares e restaurantes com atendimento presencial devem fechar e, às 19h, os shoppings, galerias e demais centros comerciais.

Essa diferença de horário serve para escalonar o uso do transporte público e evitar aglomerações nos veículos. Os estabelecimentos deverão encerrar suas atividades com até 30 minutos de antecedência, de modo a garantir o deslocamento de seus funcionários às suas residências.

Serviços de alimentação por delivery poderão funcionar até meia-noite. Mercados e padarias poderão funcionar até as 20h. As feiras livres também poderão funcionar, desde que em local aberto e com distanciamento entre as barracas. Já a venda de bebidas alcoólicas está proibida em qualquer estabelecimento comercial, inclusive supermercados e delivery, a partir das 18h de sexta-feira.

Está restrita também a circulação noturna de pessoas na rua em todo o estado, das 20h às 5h, de sexta-feira (26) a segunda (1º). A exceção é para deslocamentos por motivos de saúde ou que fique comprovada a urgência.

As medidas, que têm como objetivo conter o acelerado avanço da pandemia de Covid-19, foram anunciadas nesta quinta-feira (25) pelo governador Rui Costa em coletiva de imprensa virtual com o prefeito da capital baiana, Bruno Reis, e o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro. As novas determinações serão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (26).

Seguem suspensos também, até segunda-feira (1º), eventos e atividades, independentemente do número de participantes e horário, que envolvam aglomeração, como: cerimônias de casamento, atividades religiosas, solenidades de formatura, bem como aulas em academias de dança e ginástica. Também estão proibidas atividades esportivas coletivas amadoras, já as práticas individuais estão permitidas desde que não gerem aglomerações.

Ainda segundo o decreto, podem funcionar normalmente os terminais rodoviários, metroviários, aquaviários e aeroviários; os serviços de limpeza pública e manutenção urbana; delivery de farmácia e atividades profissionais de transporte de privado de passageiros.

Transporte

Ônibus metropolitanos e o metrô deverão encerrar suas operações das 20h30 às 5h, de sexta (26) a segunda (1º). Já o transporte aquaviário metropolitano (ferry-boat e lanchinhas) funciona até a sexta (26), às 20h30, e retoma a operação somente na segunda (1º) a partir das 5h; portanto, não funciona no sábado (27) e domingo (28). Os ônibus intermunicipais poderão circular normalmente.

Estão autorizados os serviços necessários ao funcionamento de indústrias, do setor eletroenergético e dos centros de distribuição, bem como o deslocamento dos seus trabalhadores.

O novo decreto que será publicado nesta sexta (26) determina ainda a suspensão, por sete dias, dos procedimentos cirúrgicos eletivos não urgentes ou emergenciais, nas unidades de saúde públicas e privadas de todo o estado.

“Apesar de toda ampliação de leitos que já fizemos e ainda vamos fazer, o número de casos continua aumentando e colocando pressão nas UPAs e hospitais. Se não contermos o crescimento do vírus, irão faltar vagas para quem precisa, inclusive nos hospitais particulares. Por isso nós decidimos conjuntamente fechar as atividades não essenciais de qualquer natureza”, declarou Rui.

O governador informou que a Polícia Militar atuará em conjunto com a Guarda Civil Municipal e fiscais das prefeituras para conter aglomerações e desrespeito às medidas de restrição.

Vacina

Rui afirmou que continua buscando vacinas para o estado, de forma independente do Governo Federal, com base na medida do Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou estados e municípios a comprar e a distribuir vacinas contra a Covid-19, caso o Governo Federal não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou caso as doses previstas no documento sejam insuficientes.

“Sabemos que a única maneira de vencermos o vírus é a vacinação de uma grande quantidade de pessoas. Por isso, hoje [quinta, 25], eu tive uma reunião com o laboratório Pfizer e solicitei que a Procuradoria Geral do Estado negocie os termos com a assessoria jurídica da empresa. Amanhã [sexta, 26] terei uma nova reunião com o Fundo Soberano Russo e vamos discutir a possibilidade de retomar as negociações iniciadas num momento que ainda não tínhamos a decisão judicial que hoje temos. Também estamos em contato com a Embaixada da China sobre a compra de duas outras vacinas que já possuem autorização definitiva lá”, concluiu.

Fonte: Governo da Bahia

Idosos a partir de 90 anos recebem a 2ª dose da vacina a partir desta sexta, 26


Os idosos a partir de 90 anos que já receberam a primeira dose da CoronaVac já poderão receber a segunda. A estratégia vai começar nesta sexta-feira, 26 de fevereiro, e seguirá entre os dias 1º a 3 de março. A vacinação vai acontecer na modalidade de drive-thru e em domicílio.

O drive-thru será no Comando de Policiamento da Região Sudoeste (CPRSO), das 9h às 16h. Já na vacinação em domicílio, as equipes de imunização vão retornar aos roteiros da zona urbana e rural, onde esses idosos já foram vacinados com a primeira dose. Por isso, não será necessário fazer novamente o cadastramento para o agendamento da vacinação.

Para garantir a segunda dose, é indispensável ter em mãos o cartão de vacina com a data de aprazamento para segunda dose e o documento de identificação do idoso, com foto. Para cumprir esta etapa de vacinação, o município recebeu, nesta quinta (25), o quantitativo de 1.280 doses da CoronaVac, do Instituto Butantan, destinadas exclusivamente para esses idosos.

A Secretaria Municipal de Saúde vai divulgar as estratégias de vacinação para os demais grupos que ainda não receberam a primeira dose, nesta sexta-feira (25), nos canais oficiais da Prefeitura.

 

Polícia Militar apreende arma de fogo artesanal e materiais bélicos em Bom Jesus da Serra, BA


Policiais militares da 79ª CIPM fizeram a apresentação de materiais bélicos encontrados em Bom Jesus da Serra, BA, nesta quinta-feira, 24.

Os militares realizaram rondas quando receberam a informação anônima sobre a localização de um arsenal de armas artesanais. Imediatamente a guarnição deslocou para o Bairro Mandioquinha, onde localizou e apreendeu os seguintes materiais:

◼ 01 (uma) arma artesanal cal. 20 com munição;
◼ partes de armas de fabricação artesanal.

Diante dos fatos, os materiais foram apresentados à autoridade policial competente para que as medidas judiciais fossem aplicadas.

Fonte: 79ªCIPM, ASCOM

Defensorias entram com ação contra União e Estado por falta de insulina em Vitória da Conquista


A Defensoria Pública da União na Bahia (DPU-BA) e a Defensoria Pública da Bahia (DPE-BA) entraram com uma ação contra a União e o Estado, nesta quarta-feira (24), após denúncia da falta de insulina NPH feita por moradores de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.

De acordo com a DPU-BA, a ação solicita que o abastecimento do medicamento seja regularizado na Bahia no prazo de 15 dias. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Vitória da Conquista, cerca de 1.600 pessoas retiraram a insulina nas farmácias da cidade. A insulina é usada no tratamento da diabetes mellitus.

Ainda segundo a DPU-BA, a SMS informou, em 11 de fevereiro que, por lei, cabe ao Ministério da Saúde financiar, adquirir e distribuir o medicamento aos estados e municípios.

Além disso, a SMS disse que entre outubro e dezembro de 2020, o município não recebeu doses de insulina NPH, e que recebeu em janeiro deste ano, mil frascos do medicamento. Segundo a secretaria, a quantidade é insuficiente para atender a demanda mensal.

De acordo com informações da DPU-BA, a prefeitura da cidade publicou uma nota no site oficial que em janeiro o Ministério da Saúde enviou um lote de frascos para a Bahia, mas a insulina não foi enviada para a região sudoeste sob a justificativa de corte no quantitativo de doses feito pelo ministério.

Ainda de acordo com a defensoria, quando procurado, o Núcleo Regional de Saúde Sudoeste, que integra a estrutura da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), argumentou que o estadi tem recebido da União 30% da quantidade necessária.

No documento, as defensorias destacam que, caso nenhuma providência seja adotada, a situação pode atingir outros municípios. Além disso, os defensores ressaltam que, apesar das atenções estarem voltadas à Covid-19, não é razoável qualquer espécie de omissão que possa afetar a continuidade do tratamento de milhares de baianos.

O G1 entrou em contato com a Sesab e o Ministério da Saúde e aguarda uma resposta sobre o caso.

 

Sheila Lemos nega ‘mal-estar’ entre ela e Herzem; “Não há, nem nunca houve, qualquer espécie de divergência interna”


A prefeita em exercício de Vitória da Conquista, Sheila Lemos Andrade (DEM) emitiu na manhã desta quinta-feira (25), uma nota de esclarecimento, através da Secretaria de Comunicação, negando a informação publicada pelo site BNews, de que a adesão ao toque de recolher em Conquista teria causado mal-estar entre ela e Herzem Gusmão. (mais…)

Secom corrige informação sobre suspensão de jogos de futebol na Bahia


Diferentemente do que foi informado pela Secretaria de Comunicação do Estado, na noite de quarta-feira (24), a Secom esclareceu nesta quinta (25) que os jogos de futebol dos campeonatos Baiano e Copa do Nordeste não serão suspensos.

Ajustes futuros poderão ser feitos e serão amplamente divulgados caso sejam consolidados. O tema poderá envolver discussão com outros estados da região.

Bar na Patagônia é interditado por desrespeitar toque de recolher em Conquista


Foto: Blog do Sena

 

O bar “Ousadia e Alegria”, no bairro Patagônia, foi interditado na noite desta quinta-feira, 25, por descumprir o toque de recolher decretado pelo governo do estado e prefeitura de Vitória da Conquista.

Um dos clientes do bar, chegou a desacatar os militares da 78ª Companhia Independente de Polícia Militar, resistindo ser conduzido ao Disep e obrigou os policiais a utilizarem a força.

O toque de recolher determina vai de 20h às 5h, mas o decreto especifica que bares e restaurantes devem encerrar  o atendimento ao público às 18h, podendo prosseguir com entregas em domicílio (delivery) até as 23h.

Com informações do Blog do Sena