Em áudio vazado, Rui diz que médico está com coronavírus e cobra lista de pacientes atendidos por ele; OUÇA


Um áudio vazado na tarde deste domingo (22) mostra uma conversa entre o governador da Bahia, Rui Costa (PT), e Michelle,  Secretária de Saúde do município de Entre Rios.

No áudio, Rui afirma ter um caso confirmado que um médico, identificado como Eduardo Santana Ribeiro, está com coronavírus. A Secretária de Saúde confirma que o médico atendeu em uma clínica particular e que a mesma  estaria colocando dificuldades jurídicas para passar a lista de pacientes atendidos pelo médico infectado.

O áudio mostra a irritação de Rui Costa, que ameaça fechar a unidade em caso de não cumprimento da ordem.

OUÇA O ÁUDIO:

 

Vídeo mostra enxurrada invadindo casa em Anagé durante tempestade; Assista


O vídeo nos foi enviado pelo empresário José Maria Cayres e mostra um momento tenso em que uma casa está prestes a invadir uma casa em Anagé. A forte chuva está provocando muitos estragos na cidade . Áudios que circulam nas redes sociais relatam momentos de desespero.

A Prefeitura ainda não divulgou informações oficiais.

Anagé: Áudios de moradores relatam momentos de desespero com forte chuva; Ouça


Foto: Blog do Ricardo Nolasco

 

Uma forte chuva provocou muitos estragos na cidade vizinha de Anagé na noite deste domingo. Áudios que circulam nas redes sociais relatam momentos de desespero.

De acordo com o Blog do Ricardo Nolasco, uma casa desabou na avenida Tiradentes no centro da cidade e outras na Rua dos Umbuzeiros estão alagadas.

A Prefeitura ainda não divulgou informações oficiais.

Confira os áudios: 

 

 

Vídeo: Internautas relatam chuva de gafanhotos em Morro de São Paulo na Bahia


Neste sábado (21) Internautas registraram uma enorme nuvem arredondada com suposta chuva de gafanhotos. Na última sexta-feira ( 20 ), uma gigantesca nuvem semelhante a uma grande bola de fogo impressionou os moradores das regiões de Feira de Santana e Serrinha.

Com a chegada do Coronavírus no mundo, adeptos da bíblia católica e protestante , dizem acreditar que estes sejam sinais do Apocalipse.

Praga de gafanhotos pode chegar ao Brasil

Uma “praga” diferente do coronavírus coloca o mundo sob controle: praga de gafanhotos. Esse problema que vem assolando alguns países africanos como Etiópia, Somália e Quênia e pode chegar ao Brasil através de seu país vizinho, o Paraguai.

Em fevereiro, países como Quênia, Etiópia e Somália sofreram perdas devastadoras nas colheitas. A longo prazo, isso pode levar a que algumas aldeias passem fome.A atual praga de gafanhotos é capaz de devorar a mesma quantidade de comida que 35.000 pessoas comem em um único dia. É “uma ameaça à comida e à vida”, de acordo com a “Locust Watch”, uma divisão das Nações Unidas responsável por fornecer assistência imediata aos países onde as culturas estão ameaçadas, neste caso por uma invasão de gafanhotos.

O continente africano não sofre de uma praga de gafanhotos há 70 anos. Especialistas dizem que a praga se espalhará para o leste do Paquistão nos próximos meses – surpreendentemente, coincidirá com o feriado judaico da Páscoa que celebra, entre outras coisas, as 10 pragas bíblicas no Egito. Uma delas foi a invasão de gafanhotos.

 

Bahia confirma mais 06 casos de Covid-19 neste domingo e total chega a 55


Seis novos casos de coronavírus (Covid-19) foram confirmados na Bahia na tarde deste domingo (22). Destes, cinco foram diagnosticados pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) e um caso por um laboratório privado da capital baiana. Com estes casos, a Bahia totaliza 55 pacientes confirmados com coronavírus, 601 foram descartados e não há óbitos registrados. Todos os casos foram importados ou de transmissão local.

Os municípios com casos positivos são estes: Salvador (33), sendo que um caso é importado, visto que o paciente reside na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte; Porto Seguro (7); Feira de Santana (6); Lauro de Freitas (3); Prado (2); Itabuna (1); Camaçari (1); Barreiras (1); e Conceição do Jacuípe (1). Todos os pacientes encontram-se em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução respiratória e de contato.

Ressalta-se que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

É importante pontuar que o paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades da atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA). Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito. Outras informações podem ser obtidas no link: www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2

Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:

1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não tem indicação para coleta de amostras

Fonte: Sesab

Números oficiais estão longe de indicar quem está infectado pelo coronavírus no Brasil


Em meio à crise mundial provocada pelo novo coronavírus, o Brasil não sabe quantas pessoas estão com a covid-19. Pior, não temos nem um número aproximado.

Os dados divulgados diariamente pelas autoridades e centralizados pelo Ministério da Saúde estão longe de representar a realidade. Isso acontece basicamente por três motivos:

1- Em alguns locais, como São Paulo e Rio de Janeiro, só faz o teste quem está internado com quadro mais grave e sintomas da doença;

2- Mesmo quem consegue fazer o teste precisa esperar dias, às vezes mais de uma semana, para saber se está com covid-19;

3- A maioria das pessoas infectadas não apresenta nenhum sintoma, ou seja, não faz ideia se está contaminada.

O problema não é exclusividade do Brasil, nem de países mais pobres. Os europeus mais afetados pela pandemia, como Itália e Espanha, enfrentam a mesma situação. Até a pequena e rica Suíça passa por isso. (mais…)

Milhões de empregos serão perdidos, diz Organização Internacional do Trabalho


A Organização Internacional do Trabalho (OIT) alertou na quarta-feira que a pandemia pode acabar com até 24,7 milhões de empregos em todo o mundo, excedendo os efeitos da crise financeira de 2008, que desencadeou a eliminação 22 milhões postos de trabalho.

“Não é mais apenas uma crise global de saúde, é uma grave crise econômica e trabalhista que está causando forte impacto nas pessoas”, disse Guy Ryder, diretor-geral da OIT. (mais…)

Brasil: casos confirmados de coronavírus sobe 37% neste domingo e vai a 1.546


DO G1 – O Brasil tem 1.546 casos confirmados de novo coronavírus e 25 mortes até este domingo (22), diz o ministério da Saúde.

Foram relatados 418 casos a mais em relação ao balanço anterior, de sábado, um aumento de 37%. E 7 mortes foram contabilizadas nas últimas 24 horas.

Todas elas aconteceram em São Paulo, que agora soma 22 mortes. E também é o local com maior número de casos, com 631 – até sábado eram 459.

A taxa de letalidade da doença continua a mesma de sábado: 1,6%, segundo o governo federal.

BNDES anuncia injeção de R$ 55 bilhões na economia em meio ao coronavírus


DO UOL – O BNDES anunciou hoje novas medidas para injetar até R$ 55 bilhões na economia com ajuda a empresas e pessoas físicas em meio à crise do coronavírus. Segundo o banco, esse valor representa quase o total de desembolsos feitos pela instituição em todo o ano de 2019.

As medidas anunciadas durante teleconferência com o presidente Jair Bolsonaro buscam colocar R$ 30 bilhões em setores como aeroportos, portos, energia, petróleo e gás, transporte, mobilidade urbana, saúde, indústria, comércio e serviços.

“Nosso objetivo é ter mecanismos que assumam risco para os empreendedores”, disse Gustavo Montezano, presidente do BNDES. A primeira medida é a transferência de R$ 20 bilhões em recursos do PIS/Pasep para o FGTS, que permitiria novos saques dos trabalhadores. (mais…)

Crise por causa de covid-19 será uma das piores do mundo


Em Conquista pessoas estocam alimentos e podem provocar alta de preços e desabastecimento Foto: Caique Santos

 

A crise econômica provocada pela pandemia de Covid-19 “entrará para a história como uma das piores que o mundo já experimentou”. A avaliação é da secretária executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), Alicia Bárcena, em nota distribuída à imprensa.

Segundo Bárcena, a crise “terá efeitos devastadores na economia mundial, certamente mais intensos e diferentes dos sofridos durante a crise financeira global”, cujo epicentro foi em setembro de 2008. Ela alerta que “os países da América Latina e do Caribe não os esquecerão, pois serão impactados por vários canais”. (mais…)