Uesb terá paralisação das atividades no dia 28 de novembro


Pela garantia de direitos trabalhistas e contra a falta de reajustes salariais, os professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) paralisarão as atividades no dia 28 de novembro.

A categoria reivindica que o governo Rui Costa negocie a pauta protocolada, que desde dezembro do ano passado não entrou em vigor. Os professores estarão mobilizados em frente aos portões da Universidade a partir das 8h. Uneb e Uesc também irão aderir a suspensão de atividades.

Salário e direitos trabalhistas

Os servidores públicos baianos estão há quase três anos sem reposição inflacionária, uma perda de 20,5%. Esse valor é equivalente a falta de pagamento de quase três meses de salário. Para reverter a situação, o movimento solicita uma recomposição salarial de 30,5% além da garantia de respeito aos direitos trabalhistas.

Crise orçamentária (mais…)

Nota oficial conjunta do PT, PCdoB, PSB e PDT:


(Imagem: Divulgação)

A repentina inclusão, na pauta do STF, de uma ação para definir se o Congresso tem poderes para adotar o sistema parlamentarista, sem consultar a população em plebiscito, é o primeiro passo de mais um golpe contra a democracia e a soberania popular no país.

(mais…)

Extinção do PT, PMDB, PSD e outros 6 partidos é solicitada ao TSE


Modesto Carvalhosa pretende se candidatar de forma independente à Presidência da República em 2018. (Foto: Divulgação)

Em meio às investigações da Lava Jato e seus desdobramentos, três juristas pediram ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a extinção do PT, PMDB, PP, PROS, PRB, PCdoB, PDT, PR e PSD, devido a acusação de que as siglas abandonaram os “princípios republicanos, democráticos e constitucionais para abraçar o crime organizado”.

Acusações: (mais…)

Voto distrital foi aprovado pelo Senado


(Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

Projetos que instituem o voto distrital misto nas eleições proporcionais para a escolha de deputados federais, estaduais, distritais e vereadores, foram aprovados ontem (21) pelo Senado.

O voto distrital misto associa o voto proporcional (sistema eleitoral de vencedor múltiplo) com o distrital (sistema em que cada membro do parlamento é eleito individualmente nos limites geográficos de um distrito). O sistema estabelece que cada eleitor poderá fazer duas escolhas na hora da eleição, podendo votar no candidato do seu distrito e no partido de sua preferência. (mais…)

Reforma trabalhista bate recorde ao receber mais de 300 emendas de MP no Congresso


(Imagem: Divulgação)

Sendo hoje o último dia para o recebimento de sugestões em relação a ajustes na reforma trabalhista, houve um grande envio de propostas gerando certo tumulto no sistema do Congresso Nacional, que no final da tarde contabilizou mais de 300 emendas de parlamentares, diante da Medida Provisória (MP) 808.

Entre as sugestões, há pedido para a volta da exigência do sindicato ou Ministério do Trabalho no processo de homologação de contratos de trabalhadores demitidos que trabalharam por mais de um ano. Exigência do passado, esse processo foi derrubado pela reforma trabalhista que começou a vigorar em 11 de novembro. (mais…)

Conheça o Projeto de inclusão digital “Ampliando Horizontes”


Prefeitura e Comdica apresentaram projeto de inclusão digital: Ampliando Horizontes nesta segunda – 20. (Foto: Divulgação)

Na intenção de promover Avanços Sociais através da Inclusão Digital para crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social, surgiu o Projeto Ampliando Horizontes, que será implantado em Vitória da Conquista no início de 2018. A ação conta com o apoio da Fundação Telefônica e o Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica).

O projeto atenderá cerca de 1.280 alunos no cursos de informática básica com carga horária de 60 horas, bem como 40 alunos no curso semiprofissionalizante de montagem e manutenção de computadores, com carga horária de 50 horas, ambos datados para iniciar no início do ano que vem.

A presidente do Comdica, Leda Freitas, lembrou o empenho de todos os conselheiros na elaboração do projeto e também o empenho da Prefeitura para sua execução: “Agradecemos a todos que contribuíram para que pudéssemos promover uma maior inclusão digital de crianças e adolescentes em nosso município”, ressaltou Leda. (mais…)

Centro de Cultura: reformas devem ser finalizadas em 2018


Contando com um investimento superior a R$ 1 milhão, o Governo do Estado iniciou no dia 7 de novembro uma reforma referente ao Projeto de Segurança, Combate a Incêndio, Pânico e Acessibilidade, no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, que indica que após as obras, e mais de 3 anos sem funcionamento, o centro poderá finalmente voltar a receber artistas, parceiros e público, com uma maior segurança e conforto. Além de possibilitar autonomia às pessoas com deficiência em suas dependências, oferecendo acessibilidade a todos.

Também estão previstas pintura, recuperação do piso, reforma da cobertura do forro, além de melhorias na caixa cênica e na implantação de paisagismo, oferecendo uma melhor integração entre o espaço cultural e a paisagem local.

(mais…)

Banco Mundial recomenda fim da gratuidade nas Universidades Públicas


Em nota oficial para o Governo Federal, Banco Mundial recomenda que o Governo exclua o acesso gratuito ao ensino superior público em todas as Unidades da Federação. (Imagem: UFRJ / Divulgação)

No intuito de se cortar gastos, o Banco Mundial indicou que o governo deveria acabar com a gratuidade do ensino superior. Essa sugestão foi apresentada no relatório “Um ajuste justo – propostas para aumentar eficiência e equidade do gasto público no Brasil”, elaborado pelo banco.

No relatório a solução apresentada nessa terça-feira (21) foi a de que o governo continue custeando os estudantes que estão entre os 40% mais pobres do País. E que os de renda média e alta paguem pelo curso depois de formados. Sendo que segundo o banco, durante a faculdade, eles acessariam algum tipo de crédito, como o Fies.

A ideia da proposta se baseou no fato de que 65% dos estudantes das instituições de ensino superior, estão na faixa dos 40% mais ricos da população. Sendo que após formadas, esses estudantes teriam um aumento de renda, que segundo os técnicos “pode estar perpetuando a desigualdade no País”.

(mais…)

Em 15 anos, aposentadoria de servidores custou R$ 500 bilhões


(Imagem: Divulgação)

Na intenção de conseguir a aprovação da reforma da Previdência, o presidente Michel Temer (PMDB) convidou o professor de economia da PUC-Rio José Camargo para palestrar durante um jantar oferecido por ele a seus aliados nessa quarta-feira (22).

Segundo o jornal O Globo, José Camargo terá a missão de convencer os parlamentares com dados que apontam um consumo com aposentadoria dos servidores públicos federais de R$ 500 bilhões, entre 2001 e 2016, 50% a mais do que o que foi gasto com a saúde e educação no país.

No levantamento que será detalhado aos parlamentares, Camargo compara os gastos previdenciários aos do programa Bolsa Família, que custou ao governo R$ 250 bilhões em 15 anos e consegue atender aos 30% mais pobres do país. O Benefício de Prestação Continuada (BPC), concedido a idosos e que consumiu R$ 450 bilhões no período, também beneficia a população de baixa renda, pois é voltado para as famílias nas quais a renda per capita é de até um quarto do salário mínimo”, diz trecho da reportagem. (mais…)

Aqui Tem Farmácia Popular pode acabar em 2018


Programa pode não ser renovado em 2018 (Imagem: Divulgação)

Após o fechamento das sedes do Programa Farmácia Popular em todo o país, e de uma rodada de negociações do Ministério da Saúde com a indústria farmacêutica e o setor de drogarias em função da busca de reajustes de valores, circularam informações sobre um provável fim do programa.

Para Edison Tamascia, presidente da Febrafar e integrante da Comissão do Programa Farmácia Popular, há dois lados nessa disputa: De um lado o Governo, quer diminuir os custos, e de outro o mercado, que enfrenta dificuldades pelas baixas margens que já obtêm”, sendo que para Edison há uma necessidade de “se equalizar as contas sendo levado em consideração a variedade de produtos e marcas vendidas no programa, bem como as dificuldades relacionadas à realidade tributária brasileira”. Ainda assim, para o presidente “não existe uma fórmula simples de valores”. A argumentação de que os valores pagos pelo Governo pelos produtos de asma, hipertensão e diabetes estão acima dos praticados pelo mercado, não está totalmente condizente com a realidade financeira do programa, o que é preocupante, pois, esse fato pode ser atribuído às empresas, que não tem culpa dos problemas em evidência.

(mais…)